A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Sintaxe - da Frase ao Texto - prova objetiva 1

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disciplina:
	Língua Portuguesa: Sintaxe - da Frase ao Texto (LET43)
	Avaliação:
	Avaliação I - Individual FLEX ( Cod.:649324) ( peso.:1,50)
	Prova:
	25696764
	Nota da Prova:
	10,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	Leia a frase de efeito de um texto publicitário da Nextel, empresa de serviços de telecomunicação.
O efeito publicitário se coloca na diferença entre NA VIDA e DA VIDA, em "Um limite na vida não pode ser o limite da vida". Para refletir sobre o texto-enunciado, então, é válido refletir sobre a função sintática desses termos que, conforme classificam-se distintamente, produzem relações semânticas igualmente distintas. Verifique as assertivas que melhor traduzem a função sintática de NA VIDA.
Sobre as frases que melhor traduzem a função sintática de NA VIDA, analise as sentenças a seguir:
I- É necessário reconhecer a existência de termos adverbiais que nada têm de acessórios, embora o adjunto adverbial seja incluído no grupo dos termos acessórios.
II- O adjunto adverbial é o termo de valor adverbial que denota alguma circunstância do fato expresso pelo verbo, ou intensifica o sentido deste, de um adjetivo, ou de um advérbio.
III- O complemento nominal pode aparecer integrando o sentido do sujeito, do predicativo, do objeto direto, do objeto indireto, do agente da passiva, do adjunto adverbial, do aposto e do vocativo.
Assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: CUNHA, Antônio Sérgio Cavalcante da. Reflexões sobre a função sintática de atributo. SOLETRAS, Ano IX, Nº 18. São Gonçalo: UERJ, 2009, p. 133-138. (Adaptado).
CUNHA, Celso; CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. 5.ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2008, p. 165-169. (Adaptado).
FONTE DA IMAGEM: http://www.vestiprovas.com.br/questao.php?questao=unifor-2012-1-48-portugues-sintaxe-classificacao-sintatica-20558. Acesso em: 26 jun. 2018.
	
	 a)
	As sentenças II e III estão corretas.
	 b)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 c)
	As sentenças I e III estão corretas.
	 d)
	Somente a sentença III está correta.
	2.
	O sujeito, assim como o predicado, é considerado termo essencial da oração. É o termo da oração, constituído de uma ou mais palavras, com o qual o verbo concorda em número e pessoa e pode ser classificado em: simples, composto, oculto, indeterminado e inexistente (oração sem sujeito). Associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Sujeito simples.
II- Sujeito composto.
III- Sujeito oculto.
IV- Sujeito indeterminado.
V- Sujeito inexistente (oração sem sujeito).
(    ) Ganhei o prêmio da rifa.
(    ) Quebraram as janelas.
(    ) Nevou no sul durante o inverno passado.
(    ) Todos os candidatos foram aplaudidos.
(    ) O prefeito e os vereadores se reuniram na Câmara.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	IV - III - V - II - I.
	 b)
	V - IV - III - II - I.
	 c)
	III - IV - V - I - II.
	 d)
	III - IV - V - II - I.
	3.
	O grupo musical "O Teatro Mágico", em seu repertório, já apresentou apoio à diversidade linguística brasileira, revelando aspectos importantes acerca dos usos linguísticos correntes do português brasileiro e as normas prescritas pela gramática normativa. No texto a seguir, você lerá um trecho da música "Sintaxe à vontade", que utiliza os termos sujeito, predicado e aposto como metáforas dos recursos da língua do falante brasileiro.
"Sintaxe à Vontade
O Teatro Mágico
Todo sujeito é livre para conjugar o verbo que quiser
Todo verbo é livre para ser direto e indireto
Nenhum predicado será prejudicado
Nem a frase, nem a crase e ponto final!
Afinal, a má gramática da vida nos põe entre pausas, entre vírgulas
E estar entre vírgulas pode ser aposto
E eu aposto o oposto: Que vou cativar a todos
Sendo apenas um sujeito simples"
Com base no exposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Sujeito corresponde a quem ou o que se comunica algo. O sujeito simples é aquele que possui apenas um núcleo de sujeito. Ex.: a má gramática da vida nos põe entre pausas; "a má gramática" é o sujeito da oração e "gramática" é o núcleo do sujeito.
(    ) Todo predicado é o termo que confere ao sujeito uma qualidade, uma característica e possui como núcleo um nome. Ex.: na oração "Todo sujeito é livre", "é livre" é o predicado do sujeito, e o núcleo do predicado é "livre".
(    ) Aposto é o termo da oração que indica uma circunstância (dando ideia de tempo, lugar, modo, causa, finalidade etc.). Ex.: Estudamos, na noite passada, para a prova. "Na noite passada" é o aposto da oração.
(    ) Na música, o grupo confere um novo sentido à terminologia gramatical, revelando que a "má gramática da vida" pode corresponder aos julgamentos e normatizações que vivenciamos cotidianamente.
(    ) Na música, o eu-lírico se vê como sujeito simples, livre para conjugar o verbo que quiser. Podemos interpretar, então, que ele é livre, inclusive, para usar a variedade linguística na qual melhor se identificar.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: https://www.letras.mus.br/o-teatro-magico/361401/. Acesso em: 8 ago. 2018.
	 a)
	F - F - V - F - F.
	 b)
	F - V - V - F - V.
	 c)
	V - F - F - V - V.
	 d)
	V - V - F - V - V.
	4.
	Leia a manchete e a seguir:
"Marcelo condecora Miguel Portas no dia do seu aniversário"
FONTE: https://www.jn.pt/nacional/interior/marcelo-condecora-miguel-portas-no-dia-do-seu-aniversario-6258722.html. Acesso em: 25 jun. 18.
A estrutura sintática desta manchete causa ambiguidade, permitindo-nos interpretar que:
A. Marcelo, no dia do seu aniversário, condecora Miguel Portas.
B. Marcelo condecora o aniversariante Miguel Portas.
FONTE: OLIVEIRA, Kelly Cesário de; OLIVEIRA, Bruna Gabriele. Análise sintática: um estudo sobre a ambiguidade estrutural em manchetes. Revista do Instituto de Ciências Humanas, v. 13, nº 18, 2017.
Com base no exposto, analise as sentenças a seguir:
I- Na frase A, elimina-se a ambiguidade aproximando o adjunto adverbial de tempo ao sujeito da oração. Isto torna possível recuperar o sujeito por meio do pronome "seu", indicando que o aniversário é de Marcelo.
II- Na frase B, elimina-se a ambiguidade substituindo-se o adjunto adverbial de tempo por aniversariante. Aniversariante, então, faz parte do predicado da oração, e indica que o aniversário é de Miguel Portas.
III- Na manchete original, se a posição do predicado for alterada, construindo uma sentença na voz passiva, a ambiguidade pode ser eliminada. No entanto, a estrutura sintática pode destoar do que usualmente formula-se em manchetes.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Somente a sentença II está correta.
	 b)
	Somente a sentença I está correta.
	 c)
	As sentenças I, II e III estão corretas.
	 d)
	Somente a sentença III está correta.
	5.
	"As gramáticas do português definem a coordenação como a relação sintática entre duas orações independentes e a subordinação como
a relação sintática em que uma oração (a subordinada) completa o sentido de uma outra, chamada principal" (ABREU, 1997, p. 13). Considerando o texto, avalie as asserções a seguir:
I- A frase "É importante que você compreenda o conteúdo" não pode ser um período composto.
PORQUE
II- Possui apenas uma oração, mediada por um verbo principal: compreender.
Assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: ABREU, Antônio Suarez. Coordenação e subordinação: uma proposta de descrição gramatical. Alfa, São Paulo, 41: 13-37, 1997 .
	 a)
	As duas asserções são proposições falsas.
	 b)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é justificativa correta da primeira.
	 c)
	A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição falsa.
	 d)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é justificativa correta da primeira.
	6.
	Assim como o sujeito, o predicado também é classificado em tipos, de acordo com a sua função desempenhada na oração. Classificamos o predicado como nominal, verbal e verbo-nominal. Leia o texto e analise