A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
RESUMO LIPIDIOS

Pré-visualização | Página 1 de 1

LIPÍDIOS 
 
@nutriuiversitaria.j 
 
DEFINIÇÃO 
Constituem um grupo de compostos 
insolúveis na água e solúveis em 
compostos orgânicos. 
 
Sua estrutura pode variar muito de 
acordo com o tipo de lipídeo, mas ela é 
essencialmente composta de carbono 
(C), hidrogênio (H) e oxigênio(O); e em 
algumas classes, fósforo (P), nitrogênio 
(N), e enxofre (S). 
 
FUNÇÕES 
Fornecem energia: lipídeos 
armazenados na formade triglicerídeos 
ou triacilglicérois. 
Componentes das membranas 
celulares, na forma de bicamada 
lipídica, são componentes essenciais, 
juntamente com as proteínas; 
Formam uma película protetora 
(isolante térmico) sobre a epiderme 
(tecido adiposo), ou seja, atua na 
manutenção da temperatura corpórea; 
Essencial para a digestão, absorção e o 
transporte de vitaminas lipossolúveis; 
Protegem os órgãos vitais contra lesões; 
Torna o esvaziamento gástrico mais 
lento (saciedade). 
 
CLASSIFICAÇÃO 
 
Simples: são compostos apenas por 
átomos de carbono, hidrogênio e 
oxigênio. São eles, ácidos graxos, 
gorduras neutras e ceras. 
Compostos: além de possuírem átomos 
presentes nos lipídeos simples, contém 
ainda outros grupos como nitrogênio, 
fosforo ou açúcar. São eles os 
fosfolipídeos, esfingolipídeos e 
lipoproteínas. 
Derivados: são formados após 
transformações metabólicas sofridas 
pelos ácidos graxos saturados. 
Precursores: substâncias obtidas da 
hidrólise de lipídeos simples ou 
compostos. 
 
 
ÁCIDOS GRAXOS 
 
Saturados: são ácidos monocarboxílicos 
constituídos de uma cadeia 
hidrocarbonada saturada, ou seja, que 
só apresenta ligações simples. 
Insaturados: são ácidos 
monocarboxílicos contendo uma cadeia 
hidrocarbonada com 
uma(monoinsaturados) ou mais 
ligações duplas (polinsaturados). 
Ácidos graxos CIS: os ácidos graxos 
insaturados geralmente apresentam 
configuração cis, ou seja, os dois 
carbonos que participam de uma ligação 
dupla, ligam-se cada um a um 
hidrogênio no mesmo lado da ligação. 
Ácidos graxos TRANS: apresentam um 
hidrogênio em lado oposto da dupla 
ligação. Ligações resultantes da 
hidrogenação industrial de óleos pela 
biohidrogenação microbiana de 
ruminantes. 
Ácidos graxos ômega-3(linolênico): 
reduzem a produção hepática de 
triglicerídeos e previnem a formação de 
coágulos sobre as paredes arteriais. 
Ácidos graxos ômega-6(linolêico) 
:reduzem a pressão arterial e o 
colesterol sérico. 
Ácidos graxos ômega-9: não afetam 
significativamente os níveis de 
colesterol total circulantes. 
 
TRIGILICERÍDEOS 
 
Os triglicerídeos são os lipídeos em 
maior concentração na alimentação. 
Triglicerídeos de cadeia média (TCM): é 
formado por ácidos graxos de cadeia 
média, ou seja, que contêm de 6-12 
unidades de carbono e dentre eles o 
capróico, caprílico, cáprico e láurico. 
A fonte mais fácil de se achar TCM é o 
óleo de coco, que possui em sua 
composição cerca de 66% de TCM 
aproximadamente. 
 
LIPOPROTEÍNAS 
 
 
São complexos solúveis em proteínas e 
lipídeos que transportam lipídeos na 
circulação. São sintetizadas no fígado e 
intestino. 
 
ESTERÓIS 
 
O esterol mais conhecido é o colesterol. 
Este é encontrado na alimentação na 
forma livre e esterificada, com ácidos 
graxos saturados, particularmente o 
ácido linoleico. Maior esterol 
encontrado em alimentos de origem 
animal e altas concentrações de 
colesterol, em particular o LDL-c, está 
associado a maior risco de doenças 
cardiovasculares. 
O colesterol é importante na 
estabilização da estrutura das 
membranas e é precursor da síntese de 
ácidos biliares, vitamina D e hormônios 
esteroides.