A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Exercício_14_Outorga de Direito de Uso Recursos Hídricos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Universidade Estadual de Maringá 
Centro de Tecnologia 
Departamento de Meio Ambiente 
 
Avenida Colombo, nº. 5.790 – Cep. 87.020-900 – Maringá – PR 
 
Exercício_14_Outorga de Direito de Uso Recursos Hídricos 
 
Curso: Engenharia Ambiental Campus: Umuarama 
Departamento: Departamento de Meio Ambiente 
Centro: Centro de Tecnologia 
Nome: Recurso Hídrico Código: 6147 
Professora: Alessandra Calegari da Silva Período: 2 semestre letivo de 2020 
Carga Horária: 68 horas/aula Periodicidade: Semestral 
 
Com base na aula e nas apostila “Livro_ANA_Outorga de Direito de uso de Recursos Hídricos”, 
responder as questões. 
 
Questão 1: Definir outorga de direito de uso recursos hídricos? 
A Outorga de Direito de Uso é o ato administrativo que expressa os termos e as condições 
mediante as quais o Poder Público permite, por prazo determinado, o uso de recursos hídricos. 
Questão 2: Quais os objetivos da outorga? 
A outorga de direito de uso tem como objetivo assegurar o controle quantitativo e qualitativo 
dos usos da água, bem como o efetivo exercício dos direitos de acesso aos recursos hídricos. 
Questão 3: Qual é a importância da outorga? 
A outorga é um importante instrumento de gestão de recursos hídricos, necessário para que 
possa haver o controle quantitativo e qualitativo dos usos da água, permitindo uma distribuição 
adequada e controlada desse recurso a sociedade. 
Questão 4: Qual é a função do Comitê de bacias hidrográficas na outorga de direito de uso 
recursos hídricos? 
Este sistema busca coordenar a gestão integrada das águas, arbitrar os conflitos relacionados 
com os recursos hídricos, implementar a Política Nacional de Recursos Hídricos; planejar, 
regular e controlar o uso, a preservação e a recuperação dos recursos hídricos; além de 
promover a cobrança pelo uso de recursos. 
Questão 5: O que são usos consuntivos e não consuntivos? 
Os usos consuntivos são aqueles que retiram água do manancial para sua destinação, como a 
irrigação, a utilização na indústria e o abastecimento humano. Já os usos não consuntivos 
não envolvem o consumo direto da água - o lazer, a pesca e a navegação, são alguns 
exemplos, pois aproveitam o curso da água sem consumi-la. 
Questão 6: Cite as duas fases de solicitação da outorga? 
• Fase 1 – Solicitação Prévia. 
• Fase 2 – Solicitação Formal. 
 
 
Universidade Estadual de Maringá 
Centro de Tecnologia 
Departamento de Meio Ambiente 
 
Avenida Colombo, nº. 5.790 – Cep. 87.020-900 – Maringá – PR 
 
• Fase 3 – Avaliação de Documentos. 
• Fase 4 – Demonstrações e inspeções. 
• Fase 5 – Certificação. 
 
Questão 7: Quais atividades que estão sujeitos a outorga de usos de recursos hídricos? 
Conforme disposto na Lei Federal nº 9.433/1997, estão sujeitos a outorga pelo Poder Público 
os direitos dos seguintes usos de recursos hídricos: a derivação ou captação de parcela da 
água existente em um corpo d'água para consumo final, inclusive abastecimento público, ou 
insumo de processo produtivo; extração de água. 
Questão 8: Cite exemplos de usos de recursos hídricos que não estão sujeitos à outorga? 
De acordo com a Resolução ANA nº 1.175/2013, consideram-se também usos não 
sujeitos a outorga: serviços de escavação e dragagem, em leito de rio ou reservatório, para fins 
de: desassoreamento; limpeza; conservação de margens; extração mineral, exceto no caso de 
areia em leito de rio em que haja captação de água. 
Questão 9: Apresente as duas formas de fiscalização? 
Atualmente, a fiscalização de uso de recursos hídricos vem utilizando novas tecnologias para 
monitoramento remoto do uso de recursos hídricos, a exemplo do uso: da telemetria e de 
aplicativo de celular, como o “DeclaraÁgua”, para recebimento dos dados de consumo de 
usuários, de imagens de satélites de alta resolução para identificação de áreas irrigadas e 
possíveis usuários irregulares, do DRONES para sobrevoos às áreas irrigadas, durante as 
atividades de campo. 
Questão 10: Quais os critérios que podem levar a suspensão parcial ou total da outorga? 
 – não-cumprimento pelo outorgado dos termos da outorga 
II - ausência de uso por três anos consecutivos; 
III - necessidade premente de água para atender a situações 
de calamidade, inclusive as decorrentes de condições 
climáticas adversas; 
IV - necessidade de se prevenir ou reverter grave 
degradação ambiental; 
V - necessidade de se atender a usos prioritários, de 
interesse coletivo, para os quais não se disponha de fontes 
alternativas; 
VI - necessidade de serem mantidas as características de 
navegabilidade do corpo de água. 
 
 
Universidade Estadual de Maringá 
Centro de Tecnologia 
Departamento de Meio Ambiente 
 
Avenida Colombo, nº. 5.790 – Cep. 87.020-900 – Maringá – PR 
 
 
Questão 11: Quais ao órgãos competentes para emissão da outorga? 
A Agência Nacional de Águas (ANA) é a responsável por emitir outorgas para rios, 
reservatórios, lagos e lagoas sob o domínio da União, que são aqueles corpos de água que 
passam por mais de um estado brasileiro ou por território estrangeiro.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.