A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
Análise de Redes em Mídias Sociais

Pré-visualização | Página 1 de 2

WEBINAR
Análise de Redes em 
Mídias Sociais
Pós Graduação
AS VANTAGENS
DO SEU CURSO!
Flexibilidade de tempo
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G
Estude em qualquer lugar Autonomia da aprendizagem
Suporte de tutores Aprendizagem colaborativa
Agenda da Webnar:
- ROTEIRO DE ESTUDOS:
Redes sociais: Conceitos e Definições,
Conexão, Interação e Laços Sociais nas 
Redes,
Capital Social e a Conversação em Rede,
Opiniões, Sentimentos e Pensamentos no 
Fluxo das Redes,
Métodos e Estratégias para Análise de Redes
- DISCUSSÃO DO CASO
- DÚVIDAS
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G
ROTEIRO DE ESTUDOS:
Redes sociais: Conceitos e Definições
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G
Quadro 1 
Fonte: br.pinterest.com
Redes sociais são estruturas formadas dentro ou fora da internet, 
por pessoas e organizações que se conectam a partir de interesses 
ou valores comuns. Muitos confundem com mídias sociais, porém 
as mídias são apenas mais uma forma de criar redes sociais, 
inclusive na internet.
Redes sociais, no mundo virtual, são sites e aplicativos que 
operam em níveis diversos — como profissional, de relacionamento, 
dentre outros — mas sempre permitindo o compartilhamento de 
informações entre pessoas e/ou empresas.
Essas plataformas criaram, também, uma nova forma de 
relacionamento entre empresas e clientes, abrindo caminhos tanto 
para interação quanto para o anúncio de produtos ou serviços.
O propósito principal das redes sociais é o de conectar pessoas. 
Você preenche seu perfil em canais de mídias sociais e interage com 
as pessoas com base nos detalhes que elas leem sobre você. Pode-se 
dizer que redes sociais são uma categoria das mídias sociais.
ENCONTRO DIGITAL DE RECEPÇÃO E NETWORKING
ROTEIRO DE ESTUDOS:
Conexão, Interação e Laços Sociais nas Redes
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G
ROTEIRO DE ESTUDOS:
Conexão, Interação e Laços Sociais nas Redes
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G
ROTEIRO DE ESTUDOS:
Conexão, Interação e Laços Sociais nas Redes
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G
ROTEIRO DE ESTUDOS:
Conexão, Interação e Laços Sociais nas Redes
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G
ROTEIRO DE ESTUDOS:
Conexão, Interação e Laços Sociais nas Redes
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G
ENCONTRO DIGITAL DE RECEPÇÃO E NETWORKING
ROTEIRO DE ESTUDOS:
Capital Social e a Conversação em Rede
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G O capital social é um recurso que aponta para o sentido de 
pertencimento da rede e diz respeito ao valor das conexões 
estabelecidas em termos de visibilidade, reconhecimento, reputação, 
confiança, reciprocidade e intimidade. 
Embora ele seja compreendido na esfera coletiva, é “apenas através dos 
indivíduos que ele pode ser, efetivamente, construído e acessado”.
Mas para isso, o capital social também compreende a estrutura da rede 
social e deriva das interações estabelecidas e mantidas.
Quanto maior for o capital social acumulado, maior será, portanto, o 
sentimento de pertencimento a um grupo, uma vez que tal ampliação 
remete aos laços sociais constituídos com base nas práticas 
conversacionais.
Quadro 2
Fonte: pt.slideshare.net
ROTEIRO DE ESTUDOS:
Capital Social e a Conversação em Rede
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G O primeiro passo está em entender que uma rede social se sustenta 
pelo relacionamento contínuo e duradouro entre seus atores. Para que 
isso ocorra, é comum, no universo do marketing e da comunicação, 
ouvirmos a expressão “estreitar os laços com os clientes”, ou seja, 
entender que não dá mais para somente a empresa falar. 
Ela precisa também ouvir o que esse cliente (consumidor, público-
alvo) tem a dizer. 
A expressão trata de criar, manter, impulsionar e dar espaço para que 
a conversação aconteça.
Caberá às práticas conversacionais o aprofundamento de tais laços.
Esse é o imenso valor proporcionado pelas mídias sociais – o capital social 
que elas ajudam a produzir ao possibilitarem a criação, a manutenção e a 
ampliação de redes sociais. Por isso, a análise de redes torna-se um 
diferencial competitivo entre as empresas.
Quadro 3
Fonte: pt.slideshare.net
ENCONTRO DIGITAL DE RECEPÇÃO E NETWORKING
ROTEIRO DE ESTUDOS:
Opiniões, Sentimentos e Pensamentos no Fluxo das Redes
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G
Figura 1 
Fonte: 
pensandoemrede.wordpress.com
Por meio de simples conversas, expressar opiniões, sentimentos e 
pensamentos, fornecendo dados relacionados ao nosso humor, às nossas 
preferências, visões de mundo, emoções etc. Um material volumoso capaz 
de ser observado por diferentes métodos de análise.
A análise de redes sociais é um campo de estudos destinado a investigar a 
estrutura das relações que conectam indivíduos (ou outras unidades sociais, 
como organizações) e como essas relações influenciam comportamentos e 
atitudes.
Desta forma, a análise de redes tem a função de compreender os 
fenômenos sociais a partir da metrificação dos atores, a propagar 
avidamente apenas o valor acumulado por um nó, em termos de 
popularidade, mediação, distribuição, centralidade, como se os atores 
estivessem sozinhos e assim agendassem um pensamento através de sua 
influência.
ROTEIRO DE ESTUDOS:
Opiniões, Sentimentos e Pensamentos no Fluxo das Redes
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G
Figura 2 
Fonte: plataforma9.com
É preciso pensar em termos coletivos, considerando a densidade de relações 
altamente conectadas entre os perfis, já que são elas que fazem emergir 
valiosos pontos de vistas capazes de influenciar os sentidos dos acontecimentos 
sociais.
Faz se necessário entender que nossa existência na rede só se produz em 
conexão. Mais do que isso: ela nos diz sobre o nosso ponto de vista (visão de 
mundo, perspectivas, ideias, princípios) e a participação fundamental dele na 
aproximação (ou não) entre indivíduos.
Por meio da visualização das redes que se formam nos sites de redes sociais, 
conseguimos identificar diferentes tipos de relações estabelecidas.
Do ponto de vista das organizações o desafio que se formula é o de perceber, 
em primeiro lugar, que empresas, consumidores e fornecedores estão 
interligados em uma mesma rede e, assim, atentar para a criação de vínculos, 
de experiências e, no limite, para o cultivo de relações com vistas à geração 
do pertencimento à rede.
ENCONTRO DIGITAL DE RECEPÇÃO E NETWORKING
ROTEIRO DE ESTUDOS:
Métodos e Estratégias para Análise de Redes
EN
C
O
N
TR
O
 D
IG
IT
A
L 
D
E 
R
EC
EP
Ç
Ã
O
 E
 N
ET
W
O
R
K
IN
G
Figura 1 
Fonte: metaconsultoria.com
A Análise de Redes Sociais (ARS) é uma das perspectivas utilizadas para o 
estudo das estruturas sociais que originam redes sociais na internet e 
busca demonstrar suas características, de que modo se estabeleçam as 
interações entre os atores sociais e a ligação destas com os fluxos de 
informação de uma rede.
O elemento-base da ARS é a compreensão dos valores estabelecidos a 
partir das conexões, como eles sustentam a visualização do capital social 
gerado pelas interações e de que maneira influenciam a produção e a 
estruturação das relações sociais.
A ARS constitui-se em um método de análise que foca, especificamente, 
na compreensão dos dados dentro da concepção da estrutura da rede, 
com vistas a verificar as inter-relações entre eles. Em outras palavras, 
explica o comportamento dos atores sociais por meio das redes nas quais 
eles interagem, detectando modelos de interação social. Esses dados 
coletados, por sua vez, provêm

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.