A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
44 pág.
Slides de Aula - Unidade I

Pré-visualização | Página 1 de 3

Prof. Rogério Traballi 
Prof. Ricardo Calasans
Estudos Disciplinares
Formação Geral
Sociedade brasileira: desigualdades
Fonte: 
https://www.facebook.com/photo.
php?fbid=218228768604968&set
=a.122730144821498.107374182
9.100012535396791&type=3&the
ater. Acesso em: 25 jul. 2018.
 Na charge, observa-se que de um lado estão as habitações de luxo, ou seja, os 
mais ricos, e, do outro, as moradias precárias, ou seja, os mais pobres. 
 Dessa forma, trata-se de uma forma de ilustrar a desigualdade que divide o país 
em dois.
 Assim, podemos afirmar que a charge apresenta o Brasil como um país separado 
pelas desigualdades sociais.
Sociedade brasileira: desigualdades
População brasileira: crescimento do número de idosos
Fonte: 
http://blogs.correiobraziliense.com.
br/aricunha/politicas-publicas-nao-
acompanham-o-envelhecimento-
da-populacao-brasileira/. Acesso 
em: 29 jul. 2018.
 Número de idosos cresce 18% em 5 anos e ultrapassa 30 milhões em 2017.
 A população brasileira manteve a tendência de envelhecimento dos últimos anos e 
ganhou 4,8 milhões de idosos desde 2012, superando a marca dos 30,2 milhões 
em 2017, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua –
Características dos Moradores e Domicílios, divulgada pelo IBGE.
População brasileira: crescimento do número de idosos
 Em 2012, a população com 60 anos ou mais era de 25,4 milhões. Os 4,8 milhões 
de novos idosos em cinco anos correspondem a um crescimento de 18% desse 
grupo etário, que tem se tornado cada vez mais representativo no Brasil. As 
mulheres são maioria expressiva nesse grupo, com 16,9 milhões (56% dos 
idosos), enquanto os homens idosos são 13,3 milhões (44% do grupo).
População brasileira: crescimento do número de idosos
 “Não só no Brasil, mas no mundo todo vem se observando essa tendência de 
envelhecimento da população nos últimos anos. Ela decorre tanto do aumento da 
expectativa de vida pela melhoria nas condições de saúde quanto da redução da 
taxa de fecundidade, pois o número médio de filhos por mulher vem caindo. Esse é 
um fenômeno mundial, não só no Brasil. Aqui demorou até mais que no resto do 
mundo para acontecer”, explica a gerente da PNAD Contínua, Maria Lúcia Vieira.
População brasileira: crescimento do número de idosos
 Entre 2012 e 2017, a quantidade de idosos cresceu em todas as unidades da 
federação, sendo os estados com maior proporção de idosos o Rio de Janeiro e o 
Rio Grande do Sul, ambos com 18,6% de suas populações dentro do grupo de 60 
anos ou mais. O Amapá, por sua vez, é o estado com menor percentual de idosos, 
com apenas 7,2% da população.
Fonte: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/20980-numero-de-idosos-cresce-18-
em-5-anos-e-ultrapassa-30-milhoes-em-2017.html. Acesso em: 29 jul. 2018.
População brasileira: crescimento do número de idosos
 O texto afirma que o aumento da expectativa de vida e a melhoria das condições 
de vida acarretaram crescimento do número de idosos no país.
 Assim, está correto afirmar que o texto assegura que a melhoria nas condições de 
saúde da população é um dos fatores responsáveis pelo aumento da expectativa 
de vida e, portanto, pelo envelhecimento populacional.
População brasileira: crescimento do número de idosos
 (Enade 2017) Sobre a televisão, considere a tirinha e o texto a seguir.
Meios de comunicação: tempo de recepção de informações televisivas
Fonte: Adaptado de: PEIXOTO, N. B. As imagens de TV têm tempo? In: NOVAES, A. 
Rede imaginária: televisão e democracia. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.
EU ACHO O
PERÍODO CURTO
DE ATENÇÃO DA
TELEVISÃO ÓTIMO!
A MEU VER, SE ALGO É
TÃO COMPLICADO QUE
NÃO SE PODE EXPLICAR
EM DEZ SEGUNDOS,
PROVAVELMENTE,
NÃO VALE MESMO
A PENA SABER.
O MEU TEMPO É VALIOSO,
EU NÃO POSSO FICAR
PENSANDO NUM
ASSUNTO POR MINUTOS
DE UMA VEZ, EU SOU
ALGUÉM OCUPADO...
...QUE ESTÁ
SENTADO
AQUI
HÁ TRÊS
HORAS...
...A SEIS
PENSAMENTOS
POR MINUTO.
 A televisão é este contínuo de imagens, em que o telejornal se confunde com o 
anúncio de pasta de dentes, que é semelhante à novela, que se mistura com a 
transmissão de futebol. Os programas mal se distinguem uns dos outros. O 
espetáculo consiste na própria sequência, cada vez mais vertiginosa, de imagens.
Meios de comunicação: tempo de recepção de informações televisivas
 Com base nos textos 1 e 2, é correto afirmar que o tempo de recepção típico da 
televisão como veículo de comunicação estimula a fragmentação e o excesso de 
informação, que evidenciam a opacidade do mundo contemporâneo, cada vez 
mais impregnado de imagens e informações superficiais.
 De acordo com os textos 1 e 2, o modo contínuo com que diferentes situações e 
excesso de informações são exibidas ao telespectador nas transmissões 
televisivas gera fragmentação no desenvolvimento do pensamento e desestimula a 
reflexão crítica.
Meios de comunicação: tempo de recepção de informações televisivas
INTERVALO
Sociedade brasileira: pessoas em situação de extrema pobreza
Fonte: Adaptado de: 
http://www.apoioescolar24horas.com.br/files/interpret
acao/mafalda11.jpg. Acesso em: 28 ago. 2018.
QUANDO EU VEJO
UM POBRE FICO
COM O CORAÇÃO
APERTADO!
EU
TAMBÉM
DEVIAM DAR CASA,
TRABALHO, PROTEÇÃO
E BEM-ESTAR AOS
POBRES!
PRA QUE TUDO
ISSO? ERA SÓ
ESCONDÊ-LOS!
 O número de brasileiros em situação de extrema pobreza aumentou 11,2% de 
2016 para 2017, aponta um levantamento realizado a partir da Pesquisa Nacional 
por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua) do IBGE.
 De acordo com o estudo, ao todo, 14,83 milhões de pessoas viviam com até 136 
reais mensais em 2017, linha de corte adotada pelo Banco Mundial para países de 
desenvolvimento médio a alto e seguida pelos pesquisadores.
Sociedade brasileira: pessoas em situação de extrema pobreza
 Tais dados contrastam com os indicadores macroeconômicos. Após dois anos de 
retração, o Produto Interno Bruto (PIB) do país cresceu 1% em 2017, enquanto a 
inflação oficial fechou o ano em 2,95%, a menor taxa desde 1998.
 De acordo com economistas de diferentes correntes, a análise do tema passa, 
necessariamente, pela taxa de desemprego. No ano passado, a desocupação 
média ficou em 12,7%, a maior taxa registrada desde 2012.
Sociedade brasileira: pessoas em situação de extrema pobreza
 Bruno Ottoni, pesquisador associado do Instituto Brasileiro de Economia da 
Fundação Getúlio Vargas (IBRE-FGV) e do IDados, recorre à evolução 
demográfica da população brasileira para detalhar a trajetória negativa tanto da 
renda quanto do desemprego, apesar do crescimento econômico. Acredita, ainda, 
que o mau desempenho econômico tenha impacto maior do que cortes de 
programas sociais feitos pelo governo. Segundo ele, “a chave para interromper 
essa lamentável trajetória social é mudar drasticamente o modelo econômico que 
vem sendo adotado pelo governo”.
Fonte: https://www.cartacapital.com.br/economia/o-que-explica-o-aumento-da-pobreza-
extrema-no-brasil. Acesso em: 29 ago. 2018 (com adaptações).
Sociedade brasileira: pessoas em situação de extrema pobreza
Sociedade: padrões de beleza variáveis com as épocas
1600 2000
Fonte: Adaptado de: 
http://educatecursos.co
m/index.php/tema-corpo-
perfeito-e-saude/
 Com base na leitura e nos seus conhecimentos, analise as asserções e a relação 
entre elas.
 O objetivo da charge é mostrar que, em épocas distintas, existem pessoas 
insatisfeitas por não apresentarem o padrão de beleza socialmente determinado.
 PORQUE
 A charge mostra, em diferentes períodos históricos, meios pelos quais os padrões 
de beleza, que dependem da época, são reforçados no imaginário social.
Sociedade: padrões de beleza variáveis com as épocas
 Análise da charge.
 No lado esquerdo da charge, identificado com a data 1600, uma mulher magra 
“sonha” em ser corpulenta como figuras femininas retratadas nas pinturas do 
Renascimento. No

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.