A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
1 - Estruturas da pele

Pré-visualização | Página 1 de 1

Estruturas da pele 
Dividida em porções: 
A epiderme, porção epitelial, de origem ectodérmica; A derme, porção conjuntiva; E a 
hipoderme, porção que une a derma aos órgãos subjacentes. 
 
Epiderme: 
Tecido epitelial estratificado. 
Constituída pelas seguintes células: 
Queratinócitos que são as principais células da epiderme, melanócitos, células de 
Langerhans, células de Merkel e célilas dendríticas indeterminadas; 
Dividida por camadas: 
Camada basal: Formada por células cuboides, é possivel observar a zona da membrana 
basal e as papilas dérmicas juntamente com as cristas epidérmica. É uma camada 
germinativa. Nessa camada observamos queratinócitos, melanócitos, células de 
Langerhans e de Merken que se conectam aos queratinócitos por desmossomos. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Camada espinhosa: Formada por células cuboides ligeiramente achatadas. Pode-se 
observar tonofilamentos que são expansões do citoplasma que contém filametnos de 
queratina. Os desmossomos fazem conexão intercelular e ligam-sem aos tonofilamentos. 
Camada granulosa: Formada por fileiras de células pologonais achatadas que possuem 
em seu citoplasma grânulos de querato-hialina e grânulos lamelares, os quais são 
responsáveis pelo processo final de cornificação e garante e proteção. 
Camada lucida: Constinuída por células achatadas/translúcidas, observada apenas na 
pele espessa. 
Camada córnea: Constituída por células achatadas e mortas com citoplasma repleto de 
queratina, formando placas de queratinócitos. Constitui 1/3 da espessura da epiderme. 
Junção derme-epiderme: Constituída por papilas dérmicas e crista epidérmicas, 
membrana basal e zona da membrana basal. 
 
 
Derme: Camada de tecido conjuntivo, onde são acomodados vasos, nervos e anexos. 
Encontra-se células próprias, fibroblastos, histiócitos, mastócitos, células 
mesenquimais indiferenciadas e de origem sangínea. 
Possui duas camadas: 
A derme papilar é uma camadas mais superficial, delgada e constituída por tecido 
conjuntivo frouxo feita predominantemente por colágeno do tipo 3. 
A derme reticular é a camada mais profunda, espessa, constituída por tecido conjuntivo 
denso feita predominantemente de colágeno do tipo 1. 
 
 
Hipoderme: Também chamada de panículo adiposo, é a camada mais profunda e é 
constituída de lóbulos de adipócitos delimitados por septos de colágenos com vasos 
sanguíneos, linfáticos e nervos. Geralmente sede das porções secretoras das glândulas 
apócrinas ou écrinas e de pelos. 
 
 
Anexos cutâneos: São compostos pelo folículos pilossebáceo, glândulas sudoríparas 
e unhas. 
Folículo pilossebáceo: É formado pelo folículos piloso, glândula sebácea e músculo eretor 
do pelo e às vezes uma glândula apócrina associada. O pelo possui 3 fases, anágena, 
catágena e telógena. 
Glândulas sebácedas: Situam-se na derme e, em geral, seus ductos desembocam nos 
folículos pilosos. Porém em algumas regiões como lábios, mamilos, glande e pequenos 
lábios, os ductos abrem-se diretamente na superfície da pele. Até a puberdade a atividade 
dessas glândulas e pequena, são estimuladas pelos hormômios sexuais. Elas são glândulas 
holócrinas. O tamanho dessas glândulas é inversamente proporcional às dimensões do 
pelo presente no folículo correspondente. 
Glândulas sudoríparas: São menos numerosas que as sebáceas e encontradas em toda a 
pele, com exceção de algumas regiões, como a glande. Seus ductos abrem na superficie 
da pele. Entre as células estão localizadas células mioepiteliais que ajudam a expulsar o 
produto da secreção. Existem ainda glândulas sudoríparas que desembocam em um 
folículo piloso, são chamadas de glândulas sudoríparas apócrinas, estão localizadas na 
derme e na hipoderme e liberam secreção viscosa e inodora, mas que adquire odor 
desagradável e característico, pela ação das bactérias constituídas na pele, essas glândulas 
se distribuiem em axilia, área perimamilar e região anogenital. 
Unhas: São placas de células queratinzadas localizadas na superficie dorsal das falanges. 
Possuem quatro partes: raiz, lâmina, dobras lterais e borda livre. 
 
 
Vascularização: Glômus > shunt arteriovenoso, presente principalmente na face. A pele 
que não possui glômus possui vasodilatação ativa, responsivo por acetilcolina. Serve para 
controlar a temperatura do corpo. 
 
 
Invervação: Receptor de meissner (tato/vibração de baixa frequência), receptor de pacini 
(Tato/ pressão e vibração de alta frequência), discos de merkel (taot/ textura/ pressão 
contínua), receptor de Ruffini (tato/estiramento), receptor de Krause (Calor e frio), 
terminações nervosas livres (dor, temperatura, cócegas, calor). 
 
 
Funções da pele: Proteção mecânica e imunológica, termorregulação, percepção, 
secreção, metabolização e excreção. 
 
 
Fluxograma: