A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Sistema Digestório dos Pequenos animais

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sistema Digestório dos Pequenos animais
O sistema digestório de cães e gatos é composto por 
estruturas anatômicas e funcionais que atuam na 
absorção e digestão dos nutrientes e água. 
 
A consulta do animal deve seguir as seguintes ordens: 
 
Termos Importantes 
Anorexia: perda do apetite. 
Polifagia: ingestão de alimentos excessivos ou 
vorazes. 
Hiporexia: apetite diminuído. 
Parorexia: perversão do apetite. 
 ⤷ Geofagia: comer terra. 
 ⤷ Coprofagia: ingestão de fezes. 
 ⤷ Xilofagia: roer madeira. 
Polidipsia: sede exagerada. 
Adipsia: ausência de sede. 
Ptialismo: secreção excessiva de saliva. 
Sialorréia: escoamento do excesso de saliva. 
Estomatite: inflamação dos tecidos moles da boca. 
Glossite: inflamação da língua. 
Disfagia: dificuldade de deglutição. 
Bruxismo: ranger dos dentes. 
Vômito: ejeção forçada do conteúdo gástrico e 
ocasionalmente da porção proximal do intestino 
delgado. 
Regurgitação: movimento retrógrado passivo do 
material ingerido, imediatamente após a ingestão ou 
posteriormente. 
Constipação: trânsito infrequente de fezes. 
Tenesmo: esforço associado à defecação 
Disquesia: esforço associado à defecação dos filhotes. 
Melena: fezes escurecidas, com conteúdo resultante 
do sangue digerido. 
Hematoquesia: sangue vermelho vivo aderente às 
fezes. 
Peritonite: processo inflamatório que envolve a 
cavidade peritoneal ou parte dela. 
Ascite: acúmulo de líquido na cavidade peritoneal. 
Paracentese: aspiração de líquido de uma cavidade 
por meio de punção. 
 ⤷ Abdominocentese 
⤷ Toracocentese 
 
Odontopatias 
São as alterações nos hábitos de ingestão de sólidos e 
líquidos. Os sinais clínicos costumam ser halitose, 
ptialismo ou sialorreia, hemorragia oral, distúrbios na 
pressão, anorexia, dificuldade ou inabilidade de abrir 
ou fechar a boca, disfagia, colocação das patas na 
boca, hipersensibilidade oral, inchaço facial, espirros e 
descarga nasal. 
O exame físico tem início pela avaliação da mucosa 
bucal, lábios, gengiva e dentes. Os lábios superiores 
são elevados para inspeção e verificação de lesões, 
fístulas, massas, cálculos subgengivais, úlceras e 
avaliação dos dentes anteriores, coloração 
(hiperemia, palidez, cianose e icterícia) e a umidade 
da mucosa. 
 
 
 
 
 
 
 
Cálculo dentário: é a placa bacteriana ou biofilme 
dental que endurece na superfície dos dentário. 
Principais Sinais de Comprometimento da 
Cavidade Oral 
- Ptialismo ou sialorreia - Dificuldade de 
- Halitose abertura e 
- Hemorragia oral fechamento da 
- Disfagia mandíbula 
- Odinofagia - Descarga nasal 
- Dificuldades de apreensão 
@vettstudy.g 
@vettstudy.g 
 
 
 
Inchaço facial 
 
Fratura 
 
Fístula 
 
Estomatite/Gengivite: Pode ser causada por lesões 
físicas ou químicas (drogas ou toxinas), infecções, 
imunodeficiência/imunossupressão, uremia 
(estomatite e úlceras orais - metabolização da uréia 
em amônia). Os sinais clínicos são: sialorreia, halitose, 
relutância a engolir alimento seco, anorexia e perda 
de peso. 
 
Tonsilite/Faringite: é associada a outras infecções e os 
sinais clínicos são esforço do vômito, tosse, febre e 
anorexia. 
Doenças das glândulas salivares: mucoceles/rânula 
causando danos ao ducto, com extravasamento de 
saliva no interior dos tecidos e as fístulas são raras nos 
pequenos animais. 
 
Mucocele salivar é a cavidade no subcutâneo ou 
submucosa, resultante da ruptura de ductos de 
glândulas salivares e consequentemente mucina 
 
A glândula sublingual - rânula - a saliva extravasada 
induz reação inflamatória e forma-se um tecido de 
granulação circundando-o. 
 
 
 
Esofagopatias 
Pode ocorrer devido a distúrbios estruturais como 
corpo estranho e estenose ou por distúrbios de 
motilidade gerados por alterações motoras do 
esôfago e esfíncter gastroesofágico como disfagia 
orofaríngea e megaesôfago. Os sinais clínicos são 
regurgitação, disfagia, sialorreia, polifagia, anorexia, 
perda de peso, tosse e febre. 
 
Abdômen 
Palpação externa: pode ocorrer tensão devido dor ou 
medo se existir sensibilidade pode ser por inflamação 
do peritônio, corpo estranho, úlceras e retenções 
gasosas. Caso sinta um formato e tamanho diferente 
no lado direto suspeitar de hepatomegalia e caso for 
no esquerdo esplenomegalia e caso haja consistência 
pode ser massas ou líquidos (ascite). 
Palpação interna: necessita de auxílio e é feita por 
meio de exames laboratoriais podendo ser no reto 
(pólipos, sensibilidade e fezes ressecadas) e próstata 
(hiperplasia). 
A percussão no lado direito maciez - fígado - 
hepatomegalia, lado esquerdo esplenomegalia 
acompanhado o arco costal, distensão por gás som 
timpânico e distensão por líquido balotamento. 
A olfação de flatulência, diarréia, inflamação da 
glândula adernal, miíases. 
Exames complementares 
Hemograma, perfil bioquímico, urinálise, exame de 
fezes, raio-X, ultrassonografia, endoscopia e 
outros (tomografia, ressonância, etc.). 
 
@vettstudy.g