A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Resumo tópico 1 (Unidade 2) - Estatística UNIASSELVI

Pré-visualização | Página 1 de 1

É um tipo de tabela que condensa
uma coleção de dados conforme as
frequências (representações de seus valores).
Tabela primitiva ou dad brut:
os dados coletados em campo e trazidos para
o local de análise na forma como foram
coletados. É necessário então organizá-los
para aumentar sua capacidade de informação.
 
Rol: é tabela obtida após a ordenação dos
dados (crescente ou decrescente).
Diribuição de frequência sem
intervalo de clae: podemos dizer que é
a simples condensação dos dados conforme
as repetições de seus valores. Para um ROL
de tamanho razoável esta distribuição de
frequência é inconveniente, já que exige
muito espaço.
Diribuição de frequência com
interval de clae: por motivos práticos
e estéticos, é bom que este número seja
maior que cinco e menor que vinte.
Element de uma diribuição de
frequência
• Classe: são os intervalos de variação
variável. É simbolizada por “i” e o
número total de classes é simbolizado
por “k”.
• Limites de classe: são os extremos
de cada classe. O menor número é o
limite inferior de classe (li) e o maior
número, o limite superior de classe (Li).
• Amplitude do intervalo de
classe: é obtida através da diferença
entre o limite superior e inferior da
–classe e é simbolizada por: hi = Li li.
• Amplitude total da distribuição:
é a diferença entre o limite superior
da última classe e o limite inferior da
–primeira classe. AT = L(max) l(min)
A –T calcula-se a diferença na tabela.
• Amplitude total da amostra: é a
diferença entre o valor máximo e o
valor mínimo da amostra, onde AA =
–X(máx.) X(min.).
A –A calcula-se a diferença nos dados
brutos ou no ROL.
• Ponto médio da classe: é o ponto
que divide o intervalo de classe em
duas partes iguais.
Distribuição de Frequência