A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Resumo - Regras Futebol e Futsal

Pré-visualização | Página 3 de 3

A bola está fora de jogo quando ultrapassar as 
linhas que delimitam o campo ou o jogo tiver sido 
interrompido. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
REGRA 10 (DETERMINAÇÃO DO 
RESULTADO DE UM JOGO) 
Gol é quando a bola ultrapassar a linha de fundo 
entre as traves e por baixo do travessão, não sendo 
considerado nas exceções previstas nas regras, 
 
 
 
REGRA 08 (BOLA EM JOGO) 
A bola estará fora do jogo quando ultrapassar as 
linhas laterais ou de fundo, quando bater no teto 
e quando a partida for interrompida pelo árbitro. 
Será considerada em jogo em qualquer outra 
situação, do começo ao final da partida. 
 
REGRA 09 (BOLA EM JOGO E FORA DE 
JOGO) 
A bola estará fora de jogo quando: atravessar 
completamente as linhas laterais ou de meta; a 
partida for interrompida pelo árbitro; a bola 
bater no teto ou em equipamentos de outros 
desportos colocados nos limites da quadra de 
jogo, a partida será reiniciada com a cobrança de 
tiro lateral a favor da equipe adversária à do 
jogador que desferiu o chute, na direção e do 
lado onde a bola bateu. A bola estará em jogo 
em todas as outras ocasiões, inclusive quando: 
bate em uma das traves ou travessão e 
permanece dentro da quadra de jogo; toca nos 
árbitros colocados dentro da quadra de jogo; 
enquanto não se adota uma decisão por suposta 
infração as regras do jogo. 
 
REGRA 10 (CONTAGEM DE GOLS) 
 
A equipe que tenha consignado maior número 
de gols será considerada vencedora da partida. 
Se houver igualdade no número de gols 
como o impedimento. A equipe que marcar o maior 
número será a vencedora. 
 
 
REGRA 11 (IMPEDIMENTO) 
O impedimento é considerado quando um jogador 
estiver mais perto da linha de fundo adversária que 
a bola, sem ter 2 adversários entre ele e a linha de 
fundo. Caso o jogador receba a bola de um tiro de 
meta, escanteio, um arremesso lateral ou bola ao 
chão não é considerado impedimento. O arbitro 
decide se foi impedimento ou não levando em 
consideração se o jogador não influiu no jogo, 
perturbou um adversário ou tentou obter vantagem 
na sua posição. 
 
REGRA 12 (FALTAS E INCORREÇÕES) 
Quando um jogador comete intencionalmente uma 
das 9 regras de tiro direto, é punido com um tiro 
livre direto, que é cobrado no locar da falta. E 6 das 
outras regras com tiro livre indireto. 
 
REGRA 13 (TIROS LIVRES) 
Os tiros livres são os chutes para o gol, podendo ser 
direto ou indiretos. Os tiros livres que são cobrados 
dentro da área do jogador devem ser cobrados com 
os outros jogadores fora da área de pênalti e o 
goleiro não pode defender com as mãos. Caso o tiro 
livre seja cobrado na sua área de pênalti, os outros 
jogadores devem estar a 9,15 metros de distância da 
bola e se encontrarem entre as traves do gol. O 
jogador que estiver cobrando o tiro direto só pode 
assinalados por cada equipe ou se nenhum for 
consignado pelas equipes disputantes, a partida 
será considerada empatada. 
 
REGRA 11 (IMPEDIMENTO) 
Não existe impedimento no futsal. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
REGRA 12 (FALTAS E INCORREÇÕES) 
serão penalizadas com: tiro livre direto; tiro livre 
indireto. Sendo cometido pelo jogador e o outro 
pelo goleiro, respectivamente. 
 
 
REGRA 13 (TIROS LIVRES) 
Através do tiro livre direto pode-se consignar 
diretamente um gol contra a equipe que cometeu 
a infração; O tiro livre indireto chutado em 
direção à meta adversária, se entrar no gol sem 
tocar em outro jogador, o gol não será válido, 
será cobrado arremesso de meta; Na cobrança de 
tiro livre direto ou indireto a bola deverá estar 
imóvel sobre o piso e a sua movimentação 
poderá ser feita para qualquer parte da quadra. 
 
tocar na bola uma vez, caso toque mais de uma, um 
tiro indireto é dado ao outro time. 
 
REGRA 14 (TIRO PENAL) 
O pênalti é feito quando ocorre uma infração dentro 
da grande área. O goleiro não pode se adiantar para 
defendê-lo e a bola deve estar a 11 m de distância 
do gol. 
 
 
REGRA 15 (O ARREMESSO LATERAL) 
Quando a bola vai para fora da linha do campo, o 
adversário de quem tocou a bola por último deve 
colocá-la em jogo novamente do lugar onde ela 
saiu. O jogador que colocar a bola em campo deve 
estar com os dois pés sobre a linha lateral ou fora 
do campo e lançar a bola com as mãos. 
 
 
 
 
REGRA 16 (O TIRO DE META) 
O tiro de meta é um método de reiniciar a partida 
que é feito pelo time defensivo quando a bola sair 
do campo pela linha de fundo (atrás do gol), ela 
deve ser chutada e podendo fazer um gol. Todos 
os jogadores do time adversário devem estar fora 
da grande área. 
 
 
 
 
REGRA 17 (O TIRO DE CANTO) 
 
 
 
REGRA 14 (TIRO PENAL) 
Será concedido um tiro penal contra a equipe 
que cometer uma das infrações sancionadas com 
um tiro livre direto, dentro de sua área penal 
quando a bola está em jogo. Poderá ser marcado 
um gol diretamente de tiro penal. 
 
REGRA 15 (TIRO LATERAL) 
Quando a bola sair pela linha lateral, 
imediatamente o árbitro deverá indicar para que 
lado deve ser cobrado, apontando com o braço 
num ângulo de 45ª acima de sua cabeça. O 
retorno da bola à quadra de jogo dar-se-á com o 
uso dos pés, estando a bola colocada no local 
onde ela saiu, podendo ser chutada em qualquer 
direção, executado por um jogador adversário 
daquela equipe que tocou a bola por último. 
 
REGRA 16 (ARREMESSO DE META) 
Será arremesso de meta sempre que a bola 
atravessar inteiramente a linha de meta pelo alto 
ou pelo solo, excluída a parte compreendida 
entre os postes e sob o travessão de meta, após 
ter sido tocada ou jogada pela última vez por 
jogador da equipe atacante. Imediatamente o 
árbitro deverá indicar com o braço estendido 
para dentro da quadra com ângulo de 45º para 
baixo. 
 
REGRA 17 (TIRO DE CANTO) 
O escanteio é cobrado quando o time defensor 
coloca a bola para fora do jogo ultrapassando a 
linha da baliza, onde um canto é escolhido para se 
colocar a bola em jogo novamente. linha de baliza, 
quer seja rente ao solo ou pelo ar, tocada em 
último lugar por um jogador da equipa defensora, 
sem que um gol tenha sido marcado. 
 
 
O tiro de canto se dará sempre que a bola 
ultrapassar inteiramente a linha de meta, 
excluída a parte compreendida entre os postes e 
sob o travessão de meta, quer pelo solo, quer 
pelo alto, após ter sido jogada ou tocada pela 
última vez por um jogador defensor. O tiro de 
canto deverá ser executado sempre do canto 
mais próximo de onde saiu à bola pela linha de 
meta. Imediatamente o árbitro deverá indicar 
com o braço estendido para a linha de fundo com 
ângulo de 45º para baixo.