A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
95 pág.
Estudos Disciplinares VI - Slides de Aula II

Pré-visualização | Página 3 de 6

e nutrição comunitárias;
 diversidade e multiculturalismo;
 oportunidades para deficientes;
 serviços em geral;
 apoio ao empreendedorismo e ao microcrédito;
 direitos humanos.
Os focos de atuação do empreendedorismo social
 O propósito desses empreendedores é que eles encontram no trabalho uma missão que 
ultrapassa a busca pelo sucesso financeiro, refletindo-se em benefício ao próximo. 
 Essa missão pode ser criar casas com materiais recicláveis para comunidades carentes, 
ou um salão de beleza que realize cortes gratuitos para crianças de abrigos e orfanatos.
 Não há como alguém definir a missão de outra pessoa, mas cada um pode detectar aquilo 
que mais o incomoda e buscar desenvolver soluções por meio de atividades comerciais.
Os focos de atuação do empreendedorismo social
 As pessoas com envolvimento no empreendedorismo social buscam alcançar objetivos que 
têm como missão o bem-estar coletivo tornando o empreendedorismo muito peculiar, sendo 
guiadas por princípios para que se alcancem suas metas, devendo ser desenvolvido de 
forma integrada e coletiva, e ter:
 objetivos claros e que se pautam em oportunidades; 
 incentivos e métricas realistas para a concretização dos objetivos.
Princípios do empreendedorismo social
Fonte: https://pixabay.com/pt/vectors/
meninos-crian%C3%A7as-dan%C3%A7a-f%C3%AAmeas-2026910/
 Os objetivos do empreendedorismo social necessitam de mecanismos e ferramentas 
para se concretizarem, além de ferramentas e mecanismos de gestão.
 Além disso, tem a necessidade de ter suas 
ações desenvolvidas com um grupo coeso, com 
objetivos similares, com a mesma missão e foco 
em comum, e, muito importante, que desejem 
alcançar os mesmos objetivos, com utilização 
racional do capital empreendido e melhor uso 
dos recursos humanos, econômicos e sociais.
Objetivos do empreendedorismo social
Fonte: https://pixabay.com/pt/illustrations/m%C3%
A3os-globo-terra-prote%C3%A7%C3%A3o-planeta-1222866/
 O empreendedorismo social é um dos estilos de empreendedorismo 
que faz mais uso das competências e dos talentos dos indivíduos, 
pois ele está intrinsecamente ligado ao bem comum e, sendo de tal 
complexidade, exige para ser desenvolvido que os 
empreendedores façam uso de todas as 
suas competências.
Perfil do empreendedor para o empreendedorismo social
Fonte: https://pixabay.com/pt/illustrations/m%C3%
A3os-globo-terra-prote%C3%A7%C3%A3o-planeta-1222866/
 Para desenvolver um empreendedorismo social de sucesso, os empreendedores têm em 
comum as seguintes características:
 ter a facilidade de tomar iniciativas de forma clara;
 ser proativo;
 ágil;
 criativo;
 inteligente;
 prestativo, além de ter outras qualidades ligadas às habilidades pessoais.
Perfil do empreendedor social
 O empreendedor social deve ter também competência para ter visão de futuro, saber lidar 
com pessoas de diversas classes sociais, ter responsabilidade e persistência ao agir.
 O engajamento, a empatia, a preocupação em se ter um mundo melhor e ter o trabalho como 
paixão são as missões principais.
Perfil do empreendedor social
Fonte: https://pixabay.com/pt/illustrations/
humanos-amor-cora%C3%A7%C3%A3o-harmonia-1375474/
 Para ter um empreendedorismo de sucesso 
em qualquer lugar do mundo, é necessário 
que os envolvidos tenham um perfil ideal 
para o empreendedorismo social e ainda 
possua competência para lidar com 
obstáculos, desafios e oportunidades 
a curto e longo prazo.
Empreendedorismo social no Brasil
Fonte: https://pixabay.com/pt/illustrations/
empreendedor-iniciar-arranque-2411763/
 O projeto social deve ser transparente, ter finalidade consistente com a realidade social, 
estar voltado a problemas reais e buscar soluções, ou seja, ser relevante e, além disso, ter 
um custo também transparente.
 Além disso, os impactos e os riscos sociais devem ter sido levantados de forma científica 
clara e coerente com antecedência.
Empreendedorismo social no Brasil
 O empreendedorismo social deve estar voltado para a realidade social em que se insere e 
deve descrever, por meio de seus resultados e suas ações, um novo padrão social e 
desenvolve um processo de gestão social. 
 O projeto social será ator de uma cultura social inovadora e impulsionadora de atitudes 
positivas para toda a comunidade. 
 Haverá interação, cooperação e maior desenvolvimento social e educacional e outros fatores 
que farão com que o empreendedorismo social seja relevante e positivo para o bem comum.
Empreendedorismo social e programas sociais
 Além dos programas sociais mencionados anteriormente, podem, ainda, ser empreendidos 
por atores como outras organizações afins para o desenvolvimento:
 da saúde pública, 
 da educação, 
 de projetos sustentáveis, 
 de projetos voltados para segurança pública, 
 da cultura e de outros projetos que têm como resultado o maior desenvolvimento social, 
econômico e intelectual.
 Os programas sociais podem ser empreendidos por atores 
como: ONGs, ORGs e institutos.
Empreendedorismo social e programas sociais
Fonte: https://novonegocio.com.br/ideias-de-negocios/
empreendedorismo-social/. Acesso em 20/09/2019.
Referente ao perfil do empreendedor social, é correto quando se afirma que, para desenvolver 
um empreendedorismo social de sucesso, os empreendedores precisam ter facilidade para 
tomar iniciativas de forma clara; além disso, o empreendedor social deve ter também 
competência para (entre as opções a seguir, assinale a opção incorreta): 
a) Ter visão de futuro.
b) Saber lidar com pessoas de diversas classes sociais.
c) Ter responsabilidade. 
d) Ser persistente ao agir.
e) Realizar ações sazonais ou em datas comemorativas.
Interatividade
Referente ao perfil do empreendedor social, é correto quando se afirma que, para desenvolver 
um empreendedorismo social de sucesso, os empreendedores precisam ter facilidade para 
tomar iniciativas de forma clara; além disso, o empreendedor social deve ter também 
competência para (entre as opções a seguir, assinale a opção incorreta): 
a) Ter visão de futuro.
b) Saber lidar com pessoas de diversas classes sociais.
c) Ter responsabilidade. 
d) Ser persistente ao agir.
e) Realizar ações sazonais ou em datas comemorativas.
Resposta
O empreendedor clássico realiza apenas ações sazonais ou 
em datas comemorativas, como Natal e Dia das Crianças.
×
O empreendedor social desenvolve um negócio que 
possa servir constantemente determinada causa.
 Exemplo: as campanhas de inverno realizadas todos os anos por empresas que doam 
roupas aos moradores que estão em situação de rua. Apesar de minimizar o frio, esse tipo 
de ação não transforma a situação, pois mais questões associadas como o desemprego, 
entre outros, continuam a existir.
A diferença entre empreendedorismo social e clássico
No empreendedorismo social, por exemplo, um profissional poderia criar uma loja 
de roupas que só fizesse a contratação de moradores em situação de rua, 
ensinando a costurar e doando parte da produção aos funcionários.
e
O lucro obtido com a venda das peças seria utilizado para o pagamento 
de despesas e salários dos empregados. O negócio ainda poderia oferecer 
diferentes benefícios aos trabalhadores, como cursos e grupos de apoio.
A diferença entre empreendedorismo social e clássico
 Uma distinção entre empresas tradicionais e os negócios sociais é que enquanto 
muitas organizações adotam práticas internas para redução do impacto ambiental, os 
empreendedores sociais vão desenvolver produtos e serviços específicos para resolver 
problemas ambientais.
 Exemplos: lojas de reciclagem, moda sustentável, logística reversa e indústrias limpas.
A diferença entre empreendedorismo social e clássico
 Uma das inúmeras maneiras de criar empreendimentos socioambientais é utilizar novas 
tecnologias e plataformas online, tais como redes sociais, blogs, softwares e programas 
digitais que podem ser tanto

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.