A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
269 pág.
RESUMAPAS OAB

Pré-visualização | Página 46 de 50

são de domínio público, insuscetíveis de 
expropriação e, por isso mesmo, excluídas de 
indenização. 
 
184
Súmula 480: Pertencem ao domínio e 
administração da União, nos termos dos arts. 
4º, IV, e 186, da Constituição Federal de 1967, 
as terras ocupadas por silvículas. 
 
Súmula 496: São válidos, porque 
salvaguardados pelas Disposições 
Constitucionais Transitórias da Constituição 
Federal de 1967, os decretos-leis expedidos 
entre 24 de janeiro e 15 de março de 1967. 
 
Súmula 561: Em desapropriação, é devida a 
correção monetária até a data do efetivo 
pagamento da indenização, devendo 
proceder-se à atualização do cálculo, ainda 
que por mais de uma vez. 
 
Súmula 567: A Constituição, ao assegurar, no 
§ 3º do art. 102, a contagem integral do tempo 
de serviço público federal, estadual ou 
municipal para os efeitos de aposentadoria e 
disponibilidade não proíbe à União, aos 
Estados e aos Municípios mandarem contar, 
mediante lei, para efeito diverso, tempo de 
serviço prestado a outra pessoa de direito 
público interno. 
 
Súmula 617: A base de cálculo dos honorários 
de advogado em desapropriação é a 
diferença entre a oferta e a indenização, 
corrigidas ambas monetariamente. 
 
Súmula 618: Na desapropriação, direta ou 
indireta, a taxa dos juros compensatórios é de 
12% (doze por cento) ao ano. 
 
Súmula 645: É competente o município para 
fixar o horário de funcionamento de 
estabelecimento comercial. 
 
Súmula 650: Os incisos I e XI do art. 20 da 
Constituição Federal não alcançam terras de 
aldeamentos extintos, ainda que ocupadas por 
indígenas em passado remoto. 
 
Súmula 652: Não contraria a Constituição o 
art. 15, § 1º, do Decreto-lei 3365/1941 (Lei da 
desapropriação por utilidade pública). 
 
Súmula 671: Os servidores públicos e os 
trabalhadores em geral têm direito, no que 
concerne à URP de abril/maio de 1988, apenas 
ao valor correspondente a 7/30 de 16,19% 
sobre os vencimentos e salários pertinentes 
aos meses de abril e maio de 1988, não 
cumulativamente, devidamente corrigido até 
o efetivo pagamento. 
 
Súmula 672: O reajuste de 28,86%, 
concedido aos servidores militares pelas leis 
8622/1993 e 8627/1993, estende-se aos 
servidores civis do Poder Executivo, 
observadas as eventuais compensações 
decorrentes dos reajustes diferenciados 
concedidos pelos mesmos diplomas legais. 
 
Súmula 682: Não ofende a Constituição a 
correção monetária no pagamento com 
atraso dos vencimentos dos servidores 
públicos. 
 
Súmula 683: O limite de idade para a inscrição 
em concurso público só se legitima em face 
do art. 7º, XXX, da Constituição, quando 
possa ser justificado pela natureza das 
atribuições do cargo a ser preenchido. 
 
Súmula 684: É inconstitucional o veto não 
motivado à participação de candidato a 
concurso público. 
 
Súmula 726: Para efeito de aposentadoria 
especial de professores, não se computa o 
tempo de serviço prestado fora da sala de 
aula. 
Súmulas do STJ 
OAB 
185
Súmula 12: Em desapropriação, são 
cumuláveis juros compensatórios e 
moratórios. 
 
Súmula 56: Na desapropriação para instituir 
servidão administrativa são devidos os juros 
compensatórios pela limitação de uso da 
propriedade. 
 
Súmula 67: Na desapropriação, cabe a 
atualização monetária, ainda que por mais de 
uma vez, independe do decurso de prazo 
superior a um ano entre o cálculo e o efetivo 
pagamento da indenização. 
 
Súmula 69: Na desapropriação direta, os juros 
compensatórios são devidos desde a 
antecipada imissão na posse e, na 
desapropriação indireta, a partir da efetiva 
ocupação do imóvel. 
 
Súmula 70: Os juros moratórios, na 
desapropriação direta ou indireta, contam-se 
desde o trânsito em julgado da sentença. 
 
Súmula 97: Compete à Justiça do Trabalho 
processar e julgar reclamação de servidor 
público relativamente a vantagens trabalhistas 
anteriores à instituição do regime jurídico 
único. 
 
Súmula 102: A incidência dos juros moratórios 
sobre os compensatórios, nas ações 
expropriatórias, não constitui anatocismo 
vedado em lei. 
 
Súmula 103: Incluem-se entre os imóveis 
funcionais que podem ser vendidos os 
administrados pelas Forças Armadas e 
ocupados pelos servidores civis. 
 
Súmula 113: Os juros compensatórios, na 
desapropriação direta, incidem a partir da 
imissão na posse, calculados sobre o valor da 
indenização, corrigido monetariamente. 
 
Súmula 114: Os juros compensatórios, na 
desapropriação indireta, incidem a partir da 
ocupação, calculados sobre o valor da 
indenização, corrigido monetariamente. 
 
Súmula 131: Nas ações de desapropriação 
incluem-se no cálculo da verba advocatícia as 
parcelas relativas aos juros compensatórios e 
moratórios, devidamente corrigidas. 
 
Súmula 137: Compete à Justiça Comum 
Estadual processar e julgar ação de servidor 
público municipal, pleiteando direitos relativos 
ao vínculo estatutário. 
 
Súmula 141: Os honorários de advogado em 
desapropriação direta são calculados sobre a 
diferença entre a indenização e a oferta, 
corrigidas monetariamente. 
 
Súmula 170: Compete ao juízo onde primeiro 
for intentada a ação envolvendo acumulação 
de pedidos, trabalhista e estatutário, decidi-la 
nos limites da sua jurisdição, sem prejuízo do 
ajuizamento de nova causa, com o pedido 
remanescente, no juízo próprio. 
 
Súmula 173: Compete à Justiça Federal 
processar e julgar o pedido de reintegração 
em cargo público federal, ainda que o 
servidor tenha sido dispensado antes da 
instituição do Regime Jurídico Único. 
 
Súmula 218: Compete à Justiça dos Estados 
processar e julgar ação de servidor estadual 
decorrente de direitos e vantagens 
estatutárias no exercício de cargo em 
comissão. 
 
Súmula 266: O diploma ou habilitação legal 
para o exercício do cargo deve ser exigido 
na posse e não na inscrição para o concurso 
público. 
 
186
Súmula 354: A invasão do imóvel é causa de 
suspensão do processo expropriatório para 
fins de reforma agrária. 
 
Súmula 373: É ilegítima a exigência de 
depósito prévio para admissibilidade de 
recurso administrativo. 
 
Súmula 377: O portador de visão monocular 
tem direito de concorrer, em concurso 
público, às vagas reservadas aos deficientes. 
 
Súmula 378: Reconhecido o desvio de 
função, o servidor faz jus às diferenças 
salariais decorrentes. 
 
Súmula 408: Nas ações de desapropriação, 
os juros compensatórios incidentes após 
a Medida Provisória 1.577, de 11/06/1997, devem 
ser fixados em 6% ao ano até 13/09/2001 e, a 
partir de então, em 12% ao ano, na forma 
da Súmula 618/STF. 
 
Súmula 467: Prescreve em cinco anos, 
contados do término do processo 
administrativo, a pretensão da Administração 
Pública de promover a execução da multa 
por infração ambiental. 
 
Súmula 591: É permitida a prova emprestada 
no processo administrativo disciplinar, desde 
que devidamente autorizada pelo juízo 
competente e respeitados o contraditório e a 
ampla defesa. 
 
Súmula 592: O excesso de prazo para a 
conclusão do processo administrativo 
disciplinar só causa nulidade se houver 
demonstração de prejuízo à defesa. 
 
Súmula 601: O Ministério Público tem 
legitimidade ativa para atuar na defesa de 
direitos difusos, coletivos e individuais 
homogêneos dos consumidores, ainda que 
decorrentes da prestação de serviço público. 
 
Súmula 611: Desde que devidamente motivada 
e com amparo em investigação ou 
sindicância, é permitida a instauração de 
processo administrativo disciplinar com base 
em denúncia anônima, em face do poder-
dever de autotutela imposto à Administração. 
 
Súmula 615: Não pode ocorrer ou 
permanecer a inscrição do município em 
cadastros restritivos fundada em 
irregularidades na gestão anterior quando, na 
gestão sucessora, são tomadas as 
providências cabíveis à reparação dos danos 
eventualmente cometidos. 
 
Súmula 633: A Lei 9.784/1999, especialmente 
no que

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.