A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Química 1 Capítulo 10 SAS 2ª ano

Pré-visualização | Página 1 de 1

QUÍMICA 1
2a série – Ensino Médio – Livro 3 1
RESOLUÇÕES
Impactos ambientais dos combustíveis
CAPÍTULO 10CAPÍTULO 10 0,070 m3 de biogás · 60100 = 0,042 m3 de metano (CH4)
 Então:
1 m3 de esgoto 0,042 m3 de (CH4)
 4 000 000 m3 de esgoto x
 x = 4 000 000 · 0,042 m3 de (CH4)
 x = 168 000 m3 de (CH4) ou 168 000 L de gasolina.
b) Equação de combustão do metano:
 CH4(g) + 2 O2(g) → CO2(g) + 2 H2O(g)
01 D
 A vantagem da utilização de álcool etílico está na absorção 
do CO2 durante o replantio de sua matéria-prima, a cana-
-de-açúcar.
02 A
I. (V) Justi� ca-se pela equação:
2 NO(g) + O2(g) → 2 NO2(g)
II. (V) Quanto maior o número de veículos em circulação, 
maior será a emissão de monóxido de carbono.
III. (F) Os veículos emitem óxidos de nitrogênio devido à 
reação entre N2 e O2, que reagem em temperatura 
elevada, conforme a seguinte equação:
N2(g) + O2(g) → 2 NO(g)
IV. (F) O ozônio não advém da estratosfera; a sua reação 
de obtenção, na baixa atmosfera, é a seguinte:
NO2(g) + O2(g) → NO(g) + O3(g)
03 C
I. (V)
II. (V)
III. (F) O meio ácido apresenta pH inferior ao da água 
destilada. 
04 A
I. (F) Os combustíveis fósseis necessitam ter seu consumo 
reduzido pelo fato de que, ao serem queimados, 
lançam na atmosfera muitos gases poluentes e 
material particulado.
II. (V)
III. (V)
IV. (V)
Diminui Aumenta
01 B
a) (F) O excesso de queima de combustíveis fósseis 
provoca chuvas ácidas, no entanto não promove 
aumento da camada de ozônio.
b) (V) A queima de combustíveis fósseis libera CO2, que, 
em excesso, intensi� ca o efeito estufa, favorecendo o 
aumento da temperatura global, que acarreta derreti-
mento de geleiras e ampliação do nível dos oceanos.
c) (F) O que ocorre é o aumento das temperaturas em 
escala global.
d) (F) A emissão de gases poluentes, consequentes da 
queima dos combustíveis fósseis, intensi� ca o efeito 
estufa.
e) (F) O excesso da queima de combustíveis fósseis pro-
voca o aquecimento global.
02 B
Entre os fatores citados, aquele que é responsável pelo 
aumento signi� cativo da concentração de gases como CO2
e SO2 na atmosfera é a crescente utilização de combustíveis 
fósseis, como gasolina, diesel e carvão.
03 D
 O gás ozônio contribui na retenção da radiação ultravioleta 
que penetra na atmosfera do Planeta Terra.
 O metano e o gás carbônico contribuem para o efeito estufa, 
ou seja, para a re� exão de radiações solares na atmosfera.
Gases do 
efeito estufa
 Os óxidos de nitrogênio, formados principalmente pela 
reação do gás nitrogênio e do gás oxigênio no interior dos 
motores a combustão interna, podem reagir com a água 
formando a chuva ácida.
04 A queima de combustíveis fósseis libera gases extrema-
mente nocivos, provocando poluição atmosférica, chuva 
ácida, problemas respiratórios, efeito estufa etc.
05 a) Se 60% do biogás corresponde ao metano, tem-se:
Atmosfera
Radiação 
vinda do Sol
QUÍMICA 1
2 2a série – Ensino Médio – Livro 3
 Metano: CH4
 1 CH4 + 2 O2 → 1 CO2 + 2 H2O
∆H = – 890 kJ/mol
890 kJ ––––– 1 mol de CO2
1 000 kJ ––––– w
 w = 1,12 mol de CO2
 Octano: C8H18
 1C8H18 + 
25
2
O2 → 8 CO2 + 9 H2O
∆H = – 5 471 kJ/mol
5 471 kJ ––––– 8 mol de CO2
1 000 kJ ––––– t
 t = 1,46 mol de CO2
 Assim, o combustível que libera mais CO2 é a glicose.
08 O CO é um gás altamente tóxico. Os conversores catalí-
ticos transformam as substâncias tóxicas em substâncias 
não tóxicas, menos poluentes do que as que seriam eli-
minadas nas descargas dos veículos automotivos. Nesse 
caso, o CO, que é muito tóxico, é transformado em CO2, 
que causa danos menores ao meio ambiente.
CO CO2
Conversor 
catalítico
CO2(g)
cat.
(ar)
CO(g) +
1
2
O (g)2
09 O uso do etanol é preferível em relação ao da gasolina 
devido ao fato de o CO2 produzido na combustão do eta-
nol ser absorvido da atmosfera pela planta da qual ele foi 
extraído.
10 As chuvas ácidas apresentam diversas consequências para 
o meio ambiente, entre elas:
 a destruição de � orestas e de plantações;
 a erosão de blocos rochosos;
 a contaminação da água potável;
 o desequilíbrio nos ecossistemas aquáticos;
 o prejuízo à saúde humana.
05 A
a) (V) A queima do carvão mineral libera grandes quantida-
des de dióxido de enxofre (SO2), que, pela ação de 
raios e relâmpagos, pode originar o trióxido de enxo-
fre (SO3). Este, ao reagir com a água da chuva, produz 
H2SO4, que precipita em forma de chuva ácida.
b) (F) A queima do carvão mineral e o consequente lan-
çamento de gases poluentes na atmosfera não pos-
suem relação com o vento geotrópico.
c) (F) A rarefação do ar não apresenta relação com a 
emissão de dióxido de enxofre (SO2) na atmosfera.
d) (F) A deserti� cação é a redução da capacidade produtiva 
do solo; portanto, é uma das consequências das 
chuvas ácidas.
e) (F) A ionosfera é uma das camadas da atmosfera, 
localizada entre 60 e 600 quilômetros de altitude. 
A queima do carvão mineral não provoca a redução 
da ionosfera.
06 E
 A chuva ácida gera muitos problemas ambientais, dentre 
eles, destaca-se a sua ação corrosiva sobre monumentos de 
mármore e de pedra-sabão (CaCO3) e grades de ferro (Fe) 
ou de alumínio (A). Dessa forma, os monumentos de már-
more e de pedra-sabão (I e II) sofrem ação da chuva ácida, 
conforme equacionado a seguir.
 CaCO3(s) + H2SO4(a q) → CaSO4(s) + CO2(g) + H2O()
 Já as equações que representam as reações do ferro e do 
alumínio com a chuva ácida são dadas a seguir.
 Fe(s) + H2SO4(a q) → FeSO4(a q) + H2(g)
 A(s) + 3 H2SO4(a q) → A2(SO4)3 + 3 H2(g)
07 C
 Fixando-se 1 000 kJ de energia para cada combustível:
 Benzeno: C6H6
1
15
2
6 36 6 2 2 2C H O CO H O� �� 
∆H = –3 268 kJ/mol
 
3 268 kJ ––––– 6 mol de CO2
1 000 kJ ––––– x



 x = 1,84 mol de CO2
 Etanol: C2H5OH
 1C2H5OH + 3 O2 → 2 CO2 + 3 H2O
∆H = –1 368 kJ/mol
 
1 368 kJ ––––– 2 mol de CO2
1 000 kJ ––––– y



 y = 1,46 mol de CO2
 Glicose: C6H12O6
 1C6H12O6 + 6 O2 → 6 CO2 + 6 H2O
∆H = – 2 808 kJ/mol
2 808 kJ ––––– 6 mol de CO2
1 000 kJ ––––– z
 z = 2,14 mol de CO2