A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
FORMAÇÃO RETICULAR + COMA - RESUMO

Pré-visualização | Página 1 de 1

Arlinda Marques Moitinho Dourado – Medicina 2021 1 
 
FORMAÇÃO RETICULAR: 
A formação reticular é uma agregação mais ou menos 
difusa de neurônios de tamanhos e tipos diferentes, 
separados por uma rede de fibras nervosas que ocupa 
a parte central do tronco encefálico. Ela ocupa uma 
grande área, preenchendo todo o espaço que não é 
preenchido pelos tratos, fascículos e núcleos de 
estrutura mais compacta, ou seja quando olhamos o 
tronco encefálico encontramos os núcleos, assim 
como também passa as vias ascendentes e 
descendentes, e no espaço que sobra existe um 
agregados de neurônios -> FORMAÇÃO RETICULAR. 
As conexões que são feitas com o tronco encefálico: 
Primeiramente com o cérebro, podendo ser por via 
talâmica/ extratâmica e também tem a sua conexão 
com o diencéfalo; 
Com o cerebelo, nos dois sentidos – envia 
informações e recebe; 
Informações com a medula; 
E com os núcleos dos nervos encefálicos; 
Funções da formação reticular: 
1. Controle da atividade elétrica cortical – é 
importante para a regulação do ciclo vigília e 
sono (SARA), com o sistema ativado 
ascendente que é responsável por acordar o 
cérebro; 
2. Controle eferente da sensibilidade e dor – 
atenção seletiva (sistema modulador) – 
modular as informações que chegam no 
córtex, algumas são paradas para que o córtex 
receba as informações que são importantes 
para o momento; 
3. Controle da motricidade somática e postura 
– através dos tratos reticulosespinhais 
pontinho e bulbar vai ser responsável pela 
manutenção da postura, motricidade axial e 
proximal; 
4. Controle do sistema nervoso autônomo- 
conexão com sistema límbico e hipotálamo; 
5. Controle neuroendócrino – Por meio da 
liberação de ACTH e de hormônio 
antidiurético; 
6. Integração de reflexos – tem uma serie de 
centros que interagem respostas motoras 
estereotipadas; 
7. Controle da respiração – do bulbo, centro 
respiratório (ins. e expiração); 
8. Controle vasomotor – na FR do bulbo o 
centro vasomotor coordena os mecanismos 
que regulam o calibre vascular (PA) e ritmo 
cardíaco. 
COMA 
É o estado de inconsciência de si mesmo e do 
ambiente, mesmo após estímulos de diversos 
modalidades e intensidades, em que o paciente 
permanece de olhos fechados. 
A formação reticular através das vias reticulocorticais 
vão ativar o córtex . 
Três situações podem resultar em coma: 
01. Lesão na formação reticular; 
02. Lesão nas vias reticulocorticais (no caminho 
para o córtex); 
03. Lesão no córtex. 
Arlinda Marques Moitinho Dourado – Medicina 2021 2