A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
DIFERENÇAS FARMACOCINÉTICAS NO PACIENTE BARIÁTRICO

Pré-visualização | Página 1 de 1

DIFERENÇAS FARMACOCINÉTICAS NO PACIENTE BARIÁTRICO
Ana Paula Grein
Isabela Lima de Souza
Sarah Maryanne Oliveira Pereira
Obesidade
Excesso de gordura corporal que causa danos à saúde do indivíduo;
IMC ≥ 30;
Etiologia multifatorial.
Cirurgia bariátrica
Procedimento de redução de estômago → tratamento da obesidade;
IMC ≥ 40 ou IMC entre 35 e 40, com no mínimo duas complicações.
Cirurgia bariátrica
Classificação dos procedimentos:
Restritivos: ↓ quantidade de alimentos que o estômago pode receber;
Disabsortivas: pouca alteração na capacidade do estômago, ↑ desvio intestinal;
Mistos: ↓ capacidade do estômago de receber o alimento e curto desvio do intestino.
Cirurgia bariátrica
 
Absorção
Fármaco - local de administração → corrente sanguínea.
Fatores alterados que influenciam na absorção:
Desintegração;
pH;
Superfície de contato;
Absorção
Desintegração
Fármaco → solúvel no TGI;
↓ Volumes de secreções gástricas = alteração na desintegração.
Absorção
pH
Fármacos ácidos → estômago, fármacos básicos → intestino delgado;
↓ estômago = ↓ HCl;
Cirurgia RYGB: ↓ mistura entre fármaco e secreções biliopancreáticas.
Absorção
Superfície de contato
↓ Estômago ou desviar intestino delgado = ↓ área de absorção de medicamentos. 
Absorção
Desordens de esvaziamento gástrico;
Diminuição da exposição à mucosa;
Alterações na dissolução e solubilidade do fármaco;
Alterações na exposição do fármaco a enzimas intestinais do citocromo P450 CYP 3A4 (proteínas significativas na absorção oral de fármacos).
Absorção
Absorção
Técnica de bypass gástrica em Y de Roux causa deficiências nutricionais:
Ferro
Cálcio
Vitamina D
Vitamina B1
Proteínas
Vitamina B12
Ácido fólico 
Distribuição
Fármacos 		lipoproteínas de baixa densidade
↑ Fármaco livre 
↑ Volume de distribuição
Metabolismo
Desvio do intestino proximal
				
			CYP (área predominante) - citocromo P450 3A4
	 		↓ metabolismo de 1ª passagem
Eliminação
Células secretoras (parede intestinal) 
Glicoproteína-P (intestino delgado proximal → porção distal)
Excreção de fármacos e seus metabólicos (bomba de efluxo)
↑ Influência da glicoproteína-P na redução dos níveis de fármacos
Referências bibliográficas
http://repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/25531/3/2017_tese_mbsrocha.pdf páginas 43-47, 80, 95
https://revistas.ufpr.br/academica/article/view/53993#:~:text=O%20farmac%C3%AAutico%20%C3%A9%20o%20profissional,pacientes%20submetidos%20%C3%A0%20cirurgia%20bari%C3%A1trica.
https://www.sbcbm.org.br/tecnicas-cirurgicas-bariatrica/
https://www.sbcbm.org.br/a-cirurgia-bariatrica/
https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-06052012-212857/publico/Dissertacao_original.pdf
https://www.scielo.br/pdf/ramb/v57n1/v57n1a25.pdf
https://www.scielo.br/pdf/abcd/v31n2/pt_0102-6720-abcd-31-02-e1378.pdf