A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
AP 1 prótese e órtese

Pré-visualização | Página 1 de 1

AVALIAÇÃO PARCIAL 1 – AP1 
	CURSO: 
Fisioterapia
	PROFESSOR (A):
Alain Oliveira dos Santos
	DISCIPLINA:
Prótese e Órtese
	ALUNO (A):
	MATRÍCULA:
	DATA:
 / /
1- A prótese é uma peça de substituição de uma parte do corpo. O fisioterapeuta se ocupa principalmente das próteses de membros, ou seja, pernas e braços artificiais e do tratamento de portadores de amputação de membro superior e inferior. O fisioterapeuta, ainda, participa do tratamento de pacientes amputados em diversos estágios fundamentais neste processo. Com relação a este processo, NÃO corresponde à atuação do fisioterapeuta:
a) Avaliação protética;
b) Prescrição da prótese;
c) Confecção protética;
d) Atuação no pós-operatório/pré-protético;
2- Os objetivos da fisioterapia preventiva aplicada a pacientes amputados são, EXCETO:
a) prevenir complicações pós-cirúrgicas.
b) prevenir deformidades.
c) diminuir a força dos músculos que controlam o coto.
d) diminuir o edema do coto.
e) melhorar o equilíbrio e as transferências.
3- Em pacientes que sofreram amputação de um dos membros inferiores, as próteses imediatas podem ser aplicadas ainda na mesa de cirurgia. Apesar de a protetização imediata apresentar diversas vantagens, seu uso também apresenta desvantagens. Assinale a opção que apresenta duas desvantagens da adoção desse método.
a) Conificação mais rápida do coto e favorecimento do ortostatismo;
b) Favorecimento do ortostatismo e deambulação precoce;
c) Difícil inspeção da cicatriz cirúrgica e risco de sofrimento de partes moles;
d) Conificação mais rápida do coto e risco de sofrimento de partes moles;
e) Deambulação precoce e difícil inspeção da cicatriz cirúrgica;
4- A respeito das características funcionais dos pés SACH e dos pés articulados de eixos múltiplos, assinale a opção correta.
a) Os pés SACH simplesmente acolchoam a parte do sapato para melhorar a aparência, e os pés articulados de eixo múltiplos não permitem movimentação médio-lateral, nem transversal.
b) Os pés SACH permitem pequena quantidade de movimentos em todos os planos, e os pés articulados de eixos múltiplos não permitem movimentação médio-lateral, nem transversal.
c) Os pés SACH permitem a flexão plantar e a dorsiflexão, e os pés articulados de eixos múltiplos simplesmente acolchoam a parte do sapato para melhorar a aparência.
d) Nos pés SACH, o coxim do calcanhar permite pouquíssimo movimento médio-lateral; e, nos pés articulados de eixo múltiplos, apenas a flexão plantar e a dorsiflexão são permitidas.
e) Nos pés SACH, o coxim do calcanhar permite pouquíssimo movimento médio-lateral; e, nos pés articulados de eixos múltiplos, apenas uma pequena quantidade de movimentos é permitida em todos os planos.
5- Próteses são dispositivos destinados a complementar a ausência de um membro ou parte dele. A complementação visa a substituir função, composição e sustentação corporal. Com base na protetização é INCORRETO afirmar:
a) Amputações transfemurais bilaterais apresentam maior dificuldade de protetização devido, principalmente, ao alto gasto energético para o uso das próteses.
b) O coto é considerado um novo membro, responsável pelo controle da prótese. Para tanto, o nível de amputação é um fator primordial.
c) KBM, PTB e PTS são siglas para diferentes tipos de encaixe de próteses acima do joelho.
d) Reproduzir a função do membro superior em uma prótese é difícil, devido a complexidade de movimentos deste segmento.
e) É importante conhecer os diferentes tipos de encaixes das próteses para saber os locais de apoio e suspensão das mesmas, facilitando o processo de protetização.
6- É muito importante que no processo de protetização de um membro amputado este esteja com:
a) Volume muscular constante e pele hiperemiada;
b) Pele cianótica e superfície de contato livre;
c) Volume muscular uniforme e pele íntegra; 
d) Volume ósseo aferível e pele glabra;
e) Edema e volume ósseo; 
7- Quais ossos do pé permanecem na amputação de Chopart?
a) Cuneiformes, cubóide e navicular;
b) Tálus, navicular e cubóide;
c) Calcâneo e tálus;
d) Calcâneo, navicular e metatarsos;
e) Tálus, navicular;
8- Sobre a prótese Springle Foot é possível afirmar que:
I- É indicado para pacientes com pouca atividade e que procuram por estética;
II- Tem a capacidade de armazenar energia no início e metade do apoio e libera no final da fase de apoio;
III- É indicado para amputações de Lisfranc;
IV- Para amputações transtibiais, porém não oferece uma boa estética e não é adequada para o uso de calçados concomitantemente;
Quais afirmações acima estão corretas?
a) I e II;
b) I, III e IV;
c) II, III e IV;
d) II e IV;
e) Todas as afirmativas;
9) Paciente R. G. U., 70 anos, diabético, hipertenso, tabagista “pesado” (50 anos, uma carteira/dia), chega ao hospital com ferimento no pé esquerdo, febre, leucocitose. Diagnosticado com sepse (foco no ferimento do pé). Foi realizada medicação para sepse e, após sua reversão, é indicada amputação do pé E. No 7º P.O. o paciente em AA, apresenta dispneia, dor torácica, tosse e presença de área triangular de condensação pulmonar no terço médio de HTE, de densidade homogênea e com ápice voltado para o hilo (raio-x), porém, sem febre ou leucocitose e ferida operatória limpa. O que poderia ter acometido o paciente?
a) Tromboembolismo pulmonar, devido a problemas circulatórios presentes na região amputada (tromboembolismo venoso), agravados pelas comorbidades do paciente;
b) Nova sepse no coto da amputação;
c) Edema agudo de pulmão, causado pelo tabagismo de longa data;
d) Pneumotórax, causado por hiperdistensão pulmonar, devido a valores de pressão de distensão maiores de 15cmH2O;
e) Derrame pleural, causado por quadro de hipertensão arterial maligna, com diminuição da relação/ventilação perfusão;
10- Em uma amputação transfemural, o paciente apresentou perda da sensibilidade na extremidade distal do coto. As consequências disto para o fisioterapeuta que irá trabalhar a protetização do paciente e para o próprio paciente serão positivas ou negativas? Por qual motivo? Em caso de serem negativas, que o fisioterapeuta poderia fazer para melhorar a situação?
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Rua Juvêncio Alves, 660 – Centro – CEP: 63900-257 – Quixadá/CE – Brasil – Fone: (88) 3412.6700 / Fax: (88) 3412.6743