A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
SISTEMA CARDIOVASCULAR

Pré-visualização | Página 1 de 1

SISTEMA CARDIOVASCULAR
VASOS SANGUÍNEOS
SENTIDO DO FLUXO DE SANGUE 
ARTÉRIAS E VEIAS
· Os vasos mais calibrosos do nosso organismo apresentam três camadas: 
· Túnica adventícia: revestida, essencialmente pelo tecido conjuntivo propriamente dito (TCPD), rico em colágeno, que confere rigidez;
· Túnica média: revestida, essencialmente, pelo tecido muscular não estriado;
· Túnica íntima: revestida, essencialmente, pelo endotélio vascular, um tecido epitélio de revestimento.
· As artérias têm uma maior capacidade em variar o seu calibre – por isso, pulsam (normalmente no mesmo ritmo do coração*) – por terem um maior número de células musculares nas suas paredes do que as veias. 
*Daí vem a lógica de conferir os batimentos cardíacos através da pulsação de uma artéria, pois há, normalmente, uma sincronia.
· MAS AS VEIAS PULSAM? Sim, mas de uma forma bem discreta – a pulsação não discreta só ocorre em veias mais internas, que não pudemos sentir.
· FLUXO DE SANGUE (a regra abaixo vale sempre)
· Artéria #se afastando do coração
· Veia #se aproximando do coração 
OBS: retorno venoso é o nome dado ao retorno do sangue ao coração por intermédio da veia.
· PROPORÇÃO VEIA-ARTÉRIA (2:1)
· Ou seja, para cada veia, há uma artéria;
· EXCEÇÕES: 
· Cordão umbilical (1:2) – uma veia umbilical (conduz sangue arterial) para duas artérias umbilicais (conduz sangue venoso).
· Pênis (1:2). A vasodilatação do pênis provoca a ereção do pênis e, para isso, é preciso chegar muito sangue nessa região.1. Medicamentos que ajudam com a ereção do pênis, como o Viagra, não agem só sobre os vasos penianos. Cuidado...
· Geralmente, o sangue arterial é mais rico em oxigênio do que o sangue venoso – é comum de serem representados nas cores vermelho e azul, respectivamente.
· SAÚDE VASCULAR
· Arteriosclerose: artérias rígidas – isso favorece a dificuldade em ter ereção peniana. Esse enrijecimento das paredes das artérias pode ser provocado por processos inflamatórios que induzem a formação de placas gordurosas nas paredes das artérias, causando a aterosclerose.
· Aterosclerose: artérias rígidas com ateroma em suas paredes (placas gordurosas) – quanto mais ateromas, mais estreito fica o leito vascular.
· Infarto ou enfarte: problema relacionado a artérias, podendo acontecer em qualquer região onde elas existem, mas as mais comuns de serem afetadas são as artérias coronárias. O infarto é causado quando o fluxo sanguíneo é prejudicado por causa de um estreitamento do leito vascular. OBS: infarto e parada cardíaca são coisas DIFERENTES!!!
· Aneurisma: é quando as túnicas média e adventícia provocam uma má formação das paredes das artérias, normalmente as artérias cerebrais. OBS: estudos indicam que o aneurisma é favorecido por tabagismo, noites mal dormidas e fatores genéticos.
· Varizes: problemas em veias, deixando-as fracas e prejudicando o retorno venoso – para evita-las, é importante que façamos funcionar o bom funcionamento da circulação sanguínea. São mais comuns de ocorrerem nos membros inferiores. OBS: hemorroida é o nome dado a varizes retais.
· As válvulas não fechadas corretamente (apenas veias de membros inferiores e superiores possuem válvulas).
· Acidente vascular encefálico (AVE)
· Isquêmico;
· Hemorrágico.
ARTERÍOLAS E VÊNULAS
· Arteríolas conseguem alterar mais o seu calibre do que as vênulas – inclusive, são as arteríolas os vasos (de todos os vasos) que mais conseguem fazer isso PROPORCIONALMENTE.
OBS: palidez x medo. Quando estamos com medo, é comum que fiquemos pálido e isso é porque as arteríolas que conduzem sangue para a pele diminuem o seu calibre, diminuindo a chegada de sangue. 
CAPILARES SANGUÍNEOS
· A parede de um capilar sanguíneos é formada, essencialmente, por endotélio vascular envolvido por fibras colágenas. OBS: para uma adequada produção de colágeno, precisamos consumir níveis adequados de aminoácidos e vitamina C!
· Nossas mucosas são repletas de capilares sanguíneos e, por isso, costumam ter uma coloração rosada/avermelhada.
· Classificados em:
· FENESTRADOS
· Mais comuns;
· Possuem poros.
· Contínuos
· Ocorrem nas barreiras imunológicas;
· Desprovidos de proteínas, sendo impossível serem atravessados por coisas grandes, como lipoproteínas.
· Sinusoidais 
· Os capilares mais finos de todos, o que faz com que as hemácias passem em fila indiana e ainda têm que se deformar para conseguir (algo que só as hemácias jovens conseguem fazer). OBS: o baço, cemitério das hemácias, é lotado de capilares sanguíneos. Daí você já tira, “né”?!
PRESSÃO SANGUÍNEA
· A pressão sanguínea ao longo do sangue vai diminuindo, mas POR QUÊ?
· Para entender, lembre-se do sentido do fluxo sanguíneo: artéria arteríola capilares sanguíneos vênula veia.
· A razão para isso ocorrer é porque nos capilares fenestrados há poros, permitindo a saída de parte do plasma sanguíneo, ficando um pouco de líquido nos vasos linfáticos. Daí, na primeira metade sai muito líquido e pouco entra; na segunda metade, saí pouco líquido e muito entra.
· PRESSÃO ONCÓTICA OU COLOIDOSMÓTICA; 
· SISTEMA LINFÁTICO
· Nosso sistema de drenagem natural;
· A proteína albumina linfática atrai muita água para si e é produzida pelo fígado;
· Entenda, portanto, a importância do consumo adequado de proteínas para permitir uma boa drenagem do nosso corpo. OBS: retenção de líquido.
· Nos vasos linfáticos, existem os nódulos linfáticos (agem como blitzes), que podem detectar corpos estranhos e sinalizar a presença deles – íngua é o nome dado a um nódulo linfático inflamado.
CORAÇÃO
· Do ponto de vista evolutivo, o coração originou-se da fusão de vasos sanguíneos;
· Possui três camadas: 
· Pericárdio: formado essencialmente por TCPD, é onde ocorrem vasos do sistema coronariano. OBS: acúmulo de gordura no pericárdio pode ser provocado por uma dislipidemia (colesterol anormalmente elevado ou gorduras – lipídeos – no sangue).
· Endocárdio: formado essencialmente por tecido epitelial de revestimento, impede que o sangue que passa pelas cavidades cardíacas oxigene e nutra o miocárdio.
· MIOCÁRDIO
· Camada intermediária;
· Oxigenado e nutrido pelo sangue que flui pela artéria aorta coronária. OBS: a parada cardíaca é ocasionada por problemas nesse funcionamento do miocárdio.
· Valvas: garantem um adequado fluxo sanguíneo e evitam que o reflexo seja intenso demais. OBS: valvopatia é o nome dado para quando esse refluxo ocorre intensamente.
· SÍSTOLE (contração do miocárdio) x DIÁSTOLE (relaxamento do miocárdio)
· Lembre-se do antagonismo muscular;
· Átrio ventrículo #fluxo de sangue no coração.
· O fechamento das valvas atrioventriculares (responsável pelo som mais forte) e pulmonar-aórticas é o que produz o TUM-TUM do coração.