A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Hipertensão Arterial

Pré-visualização | Página 3 de 3

em experiências com a doença no contexto familiar e baixa autoestima;
· Tempo de atendimento prolongado, dificuldade na marcação de consultas, falta de contato com os faltosos e, com aqueles que deixam o serviço;
· Custo elevado dos medicamentos e ocorrência de efeitos indesejáveis;
· Interferência na qualidade de vida após o início do tratamento.
Equipe multiprofissional
Médico, Enfermeiro, Nutricionista, Psicólogo, Assistente Social, Professor de Educação Física, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Musicoterapeuta.
Participação do enfermeiro:
· Consulta de enfermagem;
· Encaminhamento ao médico;
· Delegação/supervisão das atividades do técnico/auxiliar de enfermagem.
Ações comuns à equipe multiprofissional:
· Educação em saúde, com especial enfoque nos conceitos de hipertensão e suas características;
Ações comuns à equipe multiprofissional
· Informações detalhadas e compreensíveis pelos pacientes sobre os eventuais efeitos adversos dos medicamentos prescritos e, necessidades de ajustes posológicos com o passar do tempo;
· Atendimento médico facilitado, sobretudo no que se refere ao agendamento de consultas;
· Promoção à saúde (ações educativas com ênfase em mudanças do estilo de vida, correção dos fatores de risco e produção de material educativo);
· Treinamento de profissionais;
· Ações assistenciais individuais e em grupo de acordo com as especificidades
Prevenção primária
Ações educativas utilizando todas as formas de mídia;
Incentivar o desenvolvimento e implantação de programas nacional, estaduais e municipais de promoção do consumo de frutas e verduras, que sejam sustentáveis e envolvam todos os setores;
Estabelecer normas governamentais para reduzir o conteúdo de sódio e gorduras saturadas dos alimentos industrializados
Fazer a interface com os setores educacionais da sua área de abrangência (escolas de 1º e 2º grau, profissionalizantes e universidades);
Formar parcerias com centros acadêmicos para fortalecer o componente de avaliação e ampliar a participação em pesquisas;
Estimular a colaboração entre serviços públicos de saúde e de esportes (atividade física), visando um atendimento à comunidade mais integral para a adoção de um estilo de vida ativo;
Promover campanhas temáticas periódicas, como Dia Municipal, Estadual e/ou Nacional de prevenção da hipertensão arterial.
Interatividade
Um dos maiores desafios para o controle da hipertensão arterial é a adesão ao tratamento, por ser uma doença crônica, muitos pacientes em alguma fase acabam não dando a devida importância ao tratamento, fato esse, que pode ser evidenciado por essa estatística - 50,8% sabiam ser hipertensos, 40,5% estavam em tratamento, apenas 10,4% tinham PA controlada. As ações listadas podem ser fundamentais para a reversão desse quadro. Exceto:
a) Promoção à saúde (ações educativas com ênfase em mudanças do estilo de vida, correção dos fatores de risco e produção de material educativo).
b) Educação em saúde, com especial enfoque nos conceitos de hipertensão e suas características.
c) Informações detalhadas e compreensíveis pelos pacientes sobre os eventuais efeitos adversos dos medicamentos prescritos e, necessidades de ajustes posológicos com o passar do tempo.
d) Incentivar o desenvolvimento e implantação de programas nacionais, estaduais e municipais de promoção do consumo de frutas e verduras, que sejam sustentáveis e envolvam todos os setores.
e) Tempo de atendimento prolongado, dificuldade na marcação de consultas, falta de contato com os faltosos e, com aqueles que deixam o serviço.
Esse é um dos fatores que pode dificultar a adesão ao tratamento e, não um fator de prevenção.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.