A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Antropologia Social atividade ll

Pré-visualização | Página 1 de 1

Antropologia Social
Atividade ll
(VUNESP 2014) Os reality shows são hoje para a classe mais abastada e intelectualizada da sociedade o que as novelas eram assim que se popularizaram como produto de cultura massificada: sinônimo de mau gosto. Com uma maior aceitação das novelas na esfera dos críticos da mídia, o reality show segue agora como gênero televisivo mundial, transmitido em horário nobre, e principal símbolo da perda de qualidade do conteúdo televisivo na sociedade pós-moderna. Os reality shows personificam as novas formas de identificação dos sujeitos nas sociedades pós-modernas. Programas como o BBB são movidos pelas engrenagens de uma sociedade exibicionista e consumista, que se mantém vendendo ao mesmo tempo a proposta de que cada um pode sair do anonimato e conquistar facilmente fama e dinheiro.
(SOUSA, S. L. B. C. O reality show como objeto de reflexão cultural. Disponível em: observatoriodaimprensa.com.br).
Sobre a relação entre os meios de comunicação de massa e o público consumidor, é correto afirmar que:
 o reality show é uma mercadoria cultural relacionada com processos emocionais de seu público.
A cultura feita em série, industrialmente, para o grande número, passa a ser vista não como instrumento de crítica e de conhecimento, mas como produto trocável por dinheiro e que deve ser consumido como se consome qualquer outra coisa (COELHO, 1980, p. 26).
 Sobre o tema cultura de massas, é correto afirmar:
A industrialização e a economia de mercado possibilitaram as condições necessárias para sua existência.
(UENP 2010) Um dos traços marcantes do atual período histórico é, pois, o papel verdadeiramente despótico da informação. Conforme já vimos, as novas técnicas deveriam permitir a ampliação do conhecimento do planeta, dos objetos que o formam, das sociedades que o habitam e dos homens em sua realidade intrínseca. Todavia, nas condições atuais, as técnicas de informação são principalmente utilizadas por um punhado de atores em função de seus objetivos particulares [...] aprofundando assim os processos de criação de desigualdades.
(SANTOS, M. Por uma outra globalização. Rio de Janeiro: Record, 2000).
O fragmento de texto critica as redes informacionais surgidas com a globalização, por quê?
Difundem a ideologia da classe dominante, contribuindo dessa forma para a acumulação capitalista.
Sobre a cultura de massa, assinale V para verdadeiro e F para falso:
(   ) Cultura de massa é o conjunto das práticas e dos valores compartilhados por vastos segmentos das sociedades ocidentais modernas e cujos conteúdos são transmitidos principalmente pelos meios de comunicação de massa.
(   ) A cultura de massa é própria da era industrial e foi possibilitada pelas técnicas de reprodutibilidade de imagens e sons aplicadas ao tempo livre e à informação.
(   ) A cultura de massa está relacionada à sociedade de consumo e à existência de uma indústria que produz cultura enquanto mercadoria, em grande escala, fabricando-a segundo exigências econômicas.As afirmativas são, respectivamente:
V, V e V.
Sobre as relações entre cultura de massa, cultura erudita e cultura popular, identifique com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas.
(  ) A cultura popular pode ser definida como distintos modos de expressão que ocorrem na sociedade e que se manifestam por meio da arte, do folclore, da religião etc.
(   ) O termo erudito se refere às tradições de um povo e, por isso, a cultura erudita diz respeito às manifestações, no presente, de uma tradição.
(   ) A cultura erudita foi gerada pela indústria cultural e visa a uma distinção entre seus ouvintes, vistos como evoluídos culturalmente. A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é:
V, F, F.
(Unesp 2014) Não somente os tipos das canções de sucesso, os astros, as novelas ressurgem ciclicamente como invariantes fixos, mas o conteúdo específico do espetáculo só varia na aparência. O fracasso temporário do herói, que ele sabe suportar como bom esportista que é; a boa palmada que a namorada recebe da mão forte do astro, são, como todos os detalhes, clichês prontos para serem empregados arbitrariamente aqui e ali e completamente definidos pela finalidade que lhes cabe no esquema. Desde o começo do filme já se sabe como ele termina, quem é recompensado, e, ao escutar a música ligeira, o ouvido treinado é perfeitamente capaz, desde os primeiros compassos, de adivinhar o desenvolvimento do tema e sente-se feliz quando ele tem lugar como previsto. O número médio de palavras é algo em que não se pode mexer. Sua produção é administrada por especialistas, e sua pequena diversidade permite reparti-las facilmente no escritório.
(Adaptado de: ADORNO, T. W; HORKHEIMER, M. A indústria cultural como mistificação das massas. In: ADORNO, T. W; HORKHEIMER, M. Dialética do esclarecimento. [S. l.: s. n.], 1947).
O tema abordado pelo texto refere-se:
aos procedimentos de transformação da cultura em meio de entretenimento.
(UFFS 2011) É uma forma de cultura produzida industrialmente, e tem por objetivo a lucratividade das corporações de mídia que nela investem grande capital em máquinas e infraestrutura fabril. Utiliza tecnologia de ponta, destina¬-se a um grande público anônimo e impessoal e é distri¬buída através do mercado e depende de patrocinadores:
Cultura de Massa.
(UFU 2009) Com relação à chamada cultura de massas ou à mercantilização da cultura, marque a alternativa correta.
Para os autores da teoria crítica, as modernas sociedades industrializadas desenvolvem uma produção cultural diversificada, produzida pelas massas. Essa produção tem por objetivo a satisfação das necessidades humanas, independentemente da lógica do mercado.
(CESPE 2011) O conceito de indústria cultural desenvolvido pela Escola de Frankfurt refere-se:
à percepção das culturas de massa como meios de controle social.
“A indústria cultural, com suas vantagens e desvantagens, pode ser caracterizada pela transformação da cultura em mercadoria, com produção em série e de baixo custo, para que todos possam ter acesso. É uma indústria como qualquer outra, que deseja o lucro e que trabalha para conquistar o seu cliente, vendendo imagens, seduzindo o seu público a ter necessidades que antes não tinham”
(PARANÁ. Livro didático de Sociologia. Curitiba, 2006. p. 156).
Assinale a alternativa correta.
A indústria cultural é responsável por criar no indivíduo necessidades que ele não tinha e transformar a cultura em mercadoria.