A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Memória

Pré-visualização | Página 1 de 1

D Hemisfério esquerdo: É o mais executor, ou seja, através da linguagem, planejamento 
motor, cálculos... 
D Hemisfério direito: É mais receptor. 
D Memória: Conecta o hemisfério direito e esquerdo. 
D Hipocampo: Lida com as memórias. Atua para que a memória fique factual, tenha 
consolidação, armazenamento e resgate de informações. 
O Hipocampo é responsável pela memória espacial, permitindo a noção de localização, 
espaço e navegação. 
M Porção posterior do hipocampo: navegação, recebe informações dos núcleos da 
base. 
M Porção anterior do hipocampo: memória emocional, recebe informações da 
amígdala. 
M Giro parahipocampal: lesão produz incapacidade de memorizar locais novos. 
M Giro denteado: Faz a dimensão temporal da memória. 
M Córtex cingular posterior: Lesão promove desorientação. 
M Área pré-frontal dorsolateral: Área ligada ao Alzheimer. Ela processa a 
memória operacional. 
OBS: Síndrome de Korsakoff → degeneração de corpos mamilares, relacionada 
ao alcoolismo. 
Doença de Alzheimer → degeneração da área entorrinal. 
D Memória factual: É a memória do quanto e do onde. Ela é bilateral, não precisa do 
córtex. 
D Circuito: 
Informações do giro parahipocampal (camadas 2 e 3) → giro denteado → projeção CA3 
→ neurônios piramidais de CA3 → CA1 → sai do hipocampo → giro parahipocampal → 
camadas 5 e 6 do Córtex. 
A quantidade de informações que se transforma em memória depende da quantidade de 
sinapses que ocorrerão, do nível de atenção e da qualidade dos neurônios. 
M Long Term Potentation (LTP): É o fortalecimento das sinapses no circuito do 
hipocampo. Por exemplo, é a memória que você tem de uma pessoa mesmo que 
fique um tempo sem encontrá-la. 
 
M Neocórtex: Relacionado à aprendizagem de hábitos, habilidades cognitivas, 
motoras, de percepção, formação e expressão de respostas condicionadas. Tem 
aprendizado por repetição (progressivo). Conta com os núcleos da base, cerebelo 
e neocórtex. 
D Tipos de memória: 
M Memória de curto prazo: Não é bem uma memória, pois não passa pelo 
hipocampo. 
Confabular: Quando você imagina que tenha feito algo mas que na verdade não 
fez. Devido a memória não ter sido armazenada (curto prazo), a pessoa pressupõe 
que fez. 
M Memória explicita (declarativa): É inconsciente, observada durante o desempenho 
de uma tarefa. Ela é automática. 
J Memória episódica: para recordar experiência pessoal ou autobiográfica. 
J Memória semântica: para aprender o significado de novas palavras e 
conceitos. 
M Memória implícita (não declarativa): É consciente, de experiências prévias. 
J Priming: Memória que se evoca por estímulo sensorial (som, imagem, 
cheiro, palavra, dentre outros). 
M Memória associativa: Emoções na amígdala e efeito motor no cerebelo. Relação 
entre esses dois, levando a um comportamento. 
J Condicionamento clássico: Aprendizado entre dois estímulos (luz → 
retirada da perna). É um aprendizado relacionado. 
J Condicionamento operante: Aprendizado relacionado a um estímulo e um 
comportamento, que em geral são de recompensa ou punição. Um exemplo 
são os animais que aprendem a ter certos comportamentos quando 
recebem recompensa. 
M Memória não associativa: É quando uma pessoa é exposta uma vez ou de forma 
repetida a um único tipo de estímulo. 
J Habituação: Se assustar pela primeira vez que ouve um trovão e depois se 
acostumar. 
J Sensibilização: Responder negativamente a um estímulo sensitivo, como 
por exemplo um beliscão. 
OBS: Reflexo não usa o córtex a não ser que seja modulado. Se ele for modulado, aí ele 
passa pelo hipocampo.