A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
75 pág.
Cabeamento estruturado

Pré-visualização | Página 33 de 37

Portanto, você deve medir
cuidadosamente algumas centenas de cabo e usar a função de calibragem do verificador para medir sua
NVP. Os verificadores de cabo mais modernos permitem que você inclua esse valor (normalmente entre
0,6 e 0,9) em sua memória para uso futuro. 
DICA
Depois que você conhece a NVP de um cabo ou obtém a NVP padrão na memória do verificador de cabo, fica
fácil determinar o trecho de cabo que ainda falta para completar sua extensão total. Coloque um conector no
cabo e use o verificador para testar seu tamanho; isso é muito mais fácil do que medi-lo metro por metro.
A medição da distância é especialmente útil para localizar conectores coaxiais BNC interrompidos ou
abertos em cabos Ethernet finos. Quando uma instalação de cabos Ethernet finos estiver funcionando da
forma adequada, solte todos os conectores T e meça a distância em cada segmento de cabo. Com todos os
conectores desacoplados, você verá várias mensagens no verificador de cabo, como "Cable open at 30
feet" (Cabo aberto a 9 metros). Se você documentar cada uma dessas mensagens e criar um mapa da rede,
estará preparado quando houver problemas com conectores e a rede sair do ar. Retestando o cabo e
aplicando uma certa lógica às mensagens, você encontrará o conector defeituoso.
Em uma instalação UTP, a medição das distâncias garante que você tenha pelo menos uma qualidade
mínima em blocos perfurados ou em painéis de conexão cruzada. Durante a medição de distâncias em um
cabo, o verificador envia uma onda que é refletida ao atingir a conexão aberta mais distante. Se fizer a
medição através do bloco perfurado ou da conexão cruzada, você saberá se o teste do cabo detectará uma
impedância concentrada, como acontece em um circuito aberto. Se o verificador de cabo informar a
distância do bloco perfurado ou do ponto de conexão cruzada em dez de detectar outros pontos mais
distantes, você ficará sabendo que há um equipamento ou uma conexão com problemas.
Alguns verificadores de cabo têm uma porta especial para o uso de osciloscópios. Se utilizar um
osciloscópio com uma largura de banda de 200 MHz, você poderá obter o pulso de TDR gerado pelo
verificador de cabo e medir seu retorno, o que proporciona uma medição de distância muito mais precisa.
Se você for experiente, o uso do osciloscópio mostrará impedâncias concentradas - talvez produzidas por
conectores periféricos - que o verificador poderia ignorar.
Mapa de Fios
Alguns verificadores de cabo dispõem de uma função de mapeamento de fios como parte de seu conjunto
de recursos de mediação de distância; outros oferecem essa função como uma característica independente.
O mapeamento de fios, um recurso exclusivo para instalações de pares trançados, mostra quais pares de
fios que se conectam aos pinos de plugues e soquetes. Esse teste detecta rapidamente se um instalador foi
conectado aos fios de um plugue ou tomada na ordem invertida - um problema muito comum. Ele também
é muito útil para detectar a causa mais comum de problemas com dados: os pares divididos. Uma condição
de par dividido é mostrada na Figura 10.3. Uma condição semelhante denominada "par cruzado" também
é problemática. Você só consegue localizar pares divididos através de uma inspeção visual ou observando
seu efeito nas medições de diafonia.
As tranças dos pares de fios protegem os sinais da interferência externa. Essa blindagem só funciona se os
fios do par fizerem parte do mesmo circuito. Infelizmente, é comum os fios de um par serem
acidentalmente divididos, e eles acabam fazendo parte de circuitos, dando a impressão de que o sistema
está funcionando perfeitamente - em especial em pequenas distâncias e por períodos de curta duração. No
entanto, como não há uma blindagem protegendo os sinais, a paradiafonia acaba se tornando um
problema (a paradiafonia é descrita com mais detalhes mais adiante neste capítulo).
Atenuação
Diversos fatores elétricos, principalmente a resistência, reduzem a potência dos sinais à medida que eles
atravessam o fio de cobre. Outros fatores como a reatância capacitiva e a reatância indutiva degradam os
sinais em diferentes freqüências. Em geral, ao avaliarem a atenuação do sinal, os engenheiros consideram
a situação do cabo utilizado. Os verificadores de cabo medem a atenuação do sinal em diferentes faixas de
freqüência.
Normalmente, um verificador mede a atenuação em um sinal recebido de um injetor - uma pequena caixa
com aproximadamente o tamanho de um maço de cigarros que é conectada à extremidade remota do cabo.
Em geral, os verificadores medem a atenuação a 64 KHz, 256 KHz, 512 KHz, 772 KHz, 1 KHz, 2 KHz, 4
KHz, 5 KHz, 8 KHz, 10 KHz, 16 KHz, 20 KHz, 32 KHz, 62,5 KHz e 100 KHz. As medições são feitas para
cabos na faixa de 16 KHz, Categoria 3, a 100 KHz, Categorias 4 e 5. 
DICA
Ao testar cabos de pares trançados, certifique-se de que o verificador está percorrendo todos os pares de fios.
Às vezes, essa tarefa é feita manualmente, e facilmente você acaba ignorando um par.
A atenuação é medida em decibéis (dB), e quanto mais baixo for seu valor, melhor. Como a escala de
decibéis é logarítmica, até mesmo uma alteração de 1 ou 2 dB indica um mudança significativa de
potência. A especificação 10Base-T permite um pedra máxima de 11,5 dB na faixa de 5 a 10 MHz, em 100
metros de fio entre o hub e a estação de trabalho. A especificação EIA/TIA 568 trata do problema da
atenuação com mais detalhes. Por exemplo, uma fiação UTP horizontal é medida em dez pontos de
freqüência e permite as seguintes atenuações máximas: 2,8 dB em 350 metros de cabo a 64 KHz, 7,8 dB em
350 metros de cabo a 1KHz, e 40 dB em 350 metros a 16 KHz.
Paradiafonia
A paradiafonia é o vazamento de energia elétrica entre os pares de fios do mesmo cabo. Os verificadores
de cabo utilizam um injetor de sinal para terminar a extremidade remota do cabo da forma adequada. Em
seguida, eles percorrem um conjunto de freqüências para medir a intensidade de sinal que vaza entre o
par ativo (que transporta o sinal do injetor) e o par inativo.
Os pares cruzados são a causa mais comum de níveis elevados de paradiafonia. O teste de mapeamento de
fios executado pelo verificador de cabos é capaz de identificar esses pares para você, mas não reconhece
pares divididos. Dentre outras causas da paradiafonia, podemos destacar as seguintes: 
• Pares trançados que são destrançados quando conectados a dispositivos de conexão cruzada. 
• Cabos de derivação não-trançados. 
• Cabos muito esticados em que os pares mudam de posição dentro da cobertura de proteção. 
A exemplo da atenuação, a paradiafonia é medida em uma série de freqüências de até 100 MHz. No
entanto, ao contrário da atenuação, quanto mais altos forem os índices, melhor. Um índice de paradiafonia
mais alto indica uma diferença maior entre o tamanho do sinal induzido e o tamanho da diafonia induzida.
Monitoração da Rede e Decodificação de Protocolo
Alguns verificadores de cabo têm a capacidade de monitorar o tráfego da rede e, em alguns casos, de
acompanhar seus quadros com o objetivo de detectar tipos específicos de mensagens e de atividade - uma
função denominada decodificação de protocolo.
A monitoração do tráfego é especialmente útil para detectar níveis de tráfego muito altos ou muito baixos.
Muitos verificadores de cabo podem gera um alarme audível se o tráfego exceder os limites mínimo e
máximo programados. Com freqüência, é possível ouvir um clique quando um quadro atravessa o
verificador - uma dica muito útil para a operação da rede.
A monitoração do tráfego também é uma técnica útil para identificar cabos frouxos ou outros tipos de
problema (como uma placa adaptadora Ethernet que apresenta um defeito conhecido como jabbe-ring, ou
seja, ela transmite sem primeiro verificar o tráfego no cabo).
Você precisará de um dispositivo específico para monitorar uma rede Ethernet e de outro para uma rede
token-ring. Os dispositivos de monitoração 10Base-T e token-ring devem funcionar como nós para seus
respectivos hubs de fiação para que estes os deixem acessar as redes.
O processo de

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.