A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
90 pág.
tratamento_disposiçao_lixo_ipog

Pré-visualização | Página 3 de 5

16* 
1 
Luxemburgo 
Hungria 
1 
Eslováquia 
2 
Polônia 
1 
Dinamarca 
30 
Suécia 
29 
Finlândia 
1 
Esbierg, Dinamarca 
Malmö, Suécia 
Ilha de Mann, Reino Unido 
Brescia, Itália 
Vienna, Austria 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Custos de Investimento de uma CTL 
Distribuição % do custo total 
Projeto 5 – 8 
Construção civil 10 - 25 
Forno e sistema de recuperação de 
energia 
30 – 40 
Purificação de gases 20 – 40 
Tratamento dos resíduos finais 10 – 20 
Sistema elétrico e de controle e 
monitoramento 
10 – 20 
Exclusive custo do terreno 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Comparação de Custos 
• CTL 
 * construção: 1500US$ por kW 
 * duração obras: 1,5 anos 
 * custo final energia: 45US$ cada MW/h 
 * venda de crédito de carbono 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Custos de Investimento de uma CTL 
 O investimento total divulgado por projetos 
recentes se situa na faixa de US$ 60.000 a 
130.000 por tonelada de capacidade 
instalada, para instalações de 150 a 1.200 
t/dia de tratamento de resíduos urbanos 
(RSU), já computadas as receitas de venda de 
energia. 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Custos de O&M 
• Os custos de operação e manutenção 
obedecem as seguintes faixas médias: 
 
 * RSU – 50 a 110 US$/t tratada 
 * resíduos perigosos – 150 a 600 US$/t tratada 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Comparação de Custos 
• Usina hidrelétrica 
 * construção: 1500US$ por kW 
 * duração obras: 5 anos 
 * custo final energia: 35US$ cada MW/h 
• Usina termelétrica 
 * construção: 700US$ por kW 
 * duração obras: 1,5 anos 
 * custo final energia: 50US$ cada MW/h 
 * + custo compra de combustível 
 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Conclusão 
• O custo final estimado da energia gerada por uma 
unidade de incineração com aproveitamento energético 
é de US$ 45 por kW/h, contra US$ 35 de uma usina 
hidrelétrica e US$ 50 de uma usina termelétrica. Porém 
o custo final da energia gerada pela incineração pode cair 
com a venda de crédito de carbono. 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Disposição e tratamento 
COMPOSTAGEM 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Disposição e Tratamento 
• Compostagem 
 
– Processo natural de decomposição biológica de 
materiais orgânicos. 
 
– Pode ser aeróbia ou anaeróbia. 
 
– Produto final composto orgânico (rico em 
húmus e nutrientes minerais) 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
 PROCESSOS DE COMPOSTAGEM 
 
FATORES IMPORTANTES PARA O PROCESSO 
 
 - UMIDADE: 40 - 60 % 
 - AERAÇÃO 
 - RELAÇÃO CARBONO / NITROGENIO: 18:1 
 - MACRONUTRIENTES: N, P ó K (3%) 
 - PRESENÇA DE SUBSTANCIAS TÓXICAS PARA 
 OS MICRORGANISMOS 
 - TEMPERATURA: pode alcançar 65º C na bioestabilização 
 - GRANULOMETRIA 
 - pH: 6 a 9 no final do processo 
 - PRESENÇA DE PATOGENICOS 
Fases: Bioestabilização: 30 a 45 dias 
 Maturação: 30 a 60 dias 
Volume: 30 a 40% do volume inicial dos resíduos 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
 COMPOSTAGEM 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
 Compostagem 
 vantagens 
Matéria orgânica: inclui humos, raízes de plantas, bactérias, 
fungos, minhocas, insetos, etc. 
Obtêm-se altos rendimentos com o uso combinado de 
fertilizantes químicos e orgânicos. 
A matéria orgânica afeta as características físicas do solo. Os 
benefícios que podem ser obtidos com o uso do composto são: 
 melhor estrutura do solo, reduzindo a compactação e a erosão, 
especialmente em terrenos com fortes aclives; 
 o aumento da capacidade de retenção de água e fertilizantes 
químicos; 
 melhoria das condições de trabalho (é mais fácil arar o solo, 
economizando tempo e energía). 
 ampliação da fronteira agrícola pelo uso de solos pouco férteis, o 
incremento na produção de alimentos, ou melhoramento na sua 
qualidade e o aumento no nível nutricional da população. 
 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
 Compostagem 
Limitação: Só fração orgânica 
Problemas: 
– Custo de implantação e operação 
– Logística cara 
– Produto de baixa qualidade 
– Vulnerabilidade da operação 
– Rejeito tem que ser disposto em algum lugar 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Fluxograma de operação de uma usina de reciclagem e compostagem de resíduos 
sólidos urbanos 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Compostagem de lixo 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
PLANTAS DE COMPOSTAJE EN BRASIL 
PETROPOLIS, RJ 
ASSIS,SP 
IGUAÇUMEC, LTDA 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Usina de Reciclagem e Compostagem de COMLURB 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
COMPOSTAGEM EM AMBIENTE FECHADO 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
DIGESTÃO ANAERÓBIA (BÉLGICA) 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
COMPOSTAGEM PÁTIO ABERTO (CAJU) 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
AERAÇÃO MECANIZADA 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
Consciência Ecológica 
a) “Uma sociedade consciente e bem educada 
não gera lixo e sim materiais para reciclar.” 
b) Selecionar o lixo e reciclar são atitudes que 
contribuem para a diminuição da poluição e, 
além disso, evitam a proliferação de doenças 
transmitidas por insetos e roedores, pois 
reduzem os números de lixões e aterros 
sanitários. 
c) Com o reaproveitamento, os recursos naturais 
são preservados, o que passa uma maior 
tranqüilidade para as gerações futuras. 
d) Não é vergonha reciclar o lixo, vergonha é 
destruir o meio ambiente. 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
 Reciclagem 
 A reciclagem é termo genericamente utilizado para 
designar o reaproveitamento de materiais beneficiados 
como matéria-prima para um novo produto. Muitos 
materiais podem ser reciclados e os exemplos mais comuns 
são o papel, o vidro, o metal e o plástico. 
 
 As maiores vantagens da reciclagem são a minimização da 
utilização de fontes naturais, muitas vezes não renováveis; e 
a minimização da quantidade de resíduos que necessita 
tratamento final, como aterramento, ou incineração. 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
 RECICLAGEM 
 Transformação de um produto descartado por 
alguém em um novo produto de modo a 
entrar no ciclo formal de consumo da 
sociedade 
 
 Este processo industrial geralmente utiliza 
insumos energéticos e impacta o meio 
ambiente. 
Módulo: Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Agrícolas Professor: Álvaro Cantanhede 
 R E C I C L A R 
 
• Não misturar 
• Segregar 
• Coletar separadamente 
• Tratar distintamente 
Vantagens 
 
• Preservação dos recursos naturais 
 
• Recuperação econômica 
 
• Redução dos volumes de lixo para dispor 
 
• Aumento da vida útil dos aterros sanitários 
 
• Redução da contaminação 
 
• Redução dos problemas