A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Introdução ao sistema imunológico

Pré-visualização | Página 1 de 1

RESUMO: THENURSE 
IG: THENURSE.BR 
 
Imunidade: É a resistência existente a doenças, principalmente as 
infecciosas. 
- A imunidade pode ser induzida em um indivíduo pela própria 
infecção, pela vacina (imunidade ativa) ou quando houver a 
transferência de anticorpos/linfócitos a um indivíduo imunizado 
ativamente (imunidade passiva). 
• Imunidade ativa: O indivíduo é exposto aos antígenos do 
patógeno e desenvolve uma resposta ativa para erradicar a 
infecção, e cria uma resistência a infecções posteriores por esse 
microrganismo. 
• Imunidade passiva: O indivíduo recebe as células (ex: linfócitos) 
de outro indivíduo que já é imune a infecção. O receptor 
consegue combater a infecção durante o tempo de vida dos 
anticorpos ou células recebidos. 
A imunidade passiva é útil para conferir uma rápida imunidade, mas 
não fornece uma resistência duradoura a infecção. 
Sistema imunológico: Conjunto de células, tecidos e moléculas que 
atuarão em conjunto para criar a imunidade. 
Resposta imunológica: Reação coordenada das células e moléculas 
aos microrganismos infecciosos. 
• Principais papéis do sistema imunológico: 
I) Prevenir as infecções e erradicar aquelas que já estão 
estabelecidas; 
II) Fornecer defesa contra tumores e impede o crescimento de 
alguns deles; 
III) Reconhecer e responder a transplantes de tecido e 
proteínas recentemente introduzidos; 
No entanto, o sistema imunológico pode prejudicar as células e 
induzir uma inflamação patológica (doença autoimune). 
RESUMO: THENURSE 
IG: THENURSE.BR 
Tipos de imunidade: 
Imunidade inata: É a proteção inicial contra as infecções (pode-se 
dizer que é a primeira barreira de contato). 
- Está presente nos indivíduos desde seu nascimento (é adquirida de 
forma hereditária dos nossos pais); 
- A linha de defesa é fornecida pelas barreiras epiteliais, células e 
antibióticos naturais presentes no epitélio, que bloqueiam a entrada 
de microrganismos. 
• Ainda assim, se um dos patógenos conseguir penetrar o epitélio 
e entrar ou nos tecidos ou na circulação sanguínea, eles serão 
atacados pelos fagócitos – linfócitos especializados – natural 
killer e diversas proteínas plasmáticas. 
- Consegue produzir os anticorpos mesmo sem ter tido contato com o 
patógeno anteriormente; 
- É uma imunidade pouco específica (não possuí uma grande 
variedade de receptores), ou seja, reconhecem apenas estruturas 
comuns a classes de microrganismos; 
- Reconhece o que é próprio do nosso organismo; 
- É uma resposta praticamente imediata, e as suas respostas estimulam 
as respostas da imunidade adquirida contra os agentes infecciosos. 
 
Imunidade adquirida/adaptativa: É a segunda resposta de 
imunização, podendo ter um efeito mais eficaz e duradouro. 
- É formado pelos linfócitos e seus produtos (como os anticorpos), e 
essas células são altamente específicas e conseguem reconhecer uma 
variedade de patógenos; 
- Requer a expansão e a diferenciação dos linfócitos (B ou T) para 
que possa se adaptar a presença dos invasores; 
- Possuí células de memória que podem durar anos; 
RESUMO: THENURSE 
IG: THENURSE.BR 
- Se especializa cada vez mais, ou seja, o próprio organismo 
aprimora-se, mas também sofre uma influência de fatores externos. 
A imunidade adaptativa e inata não competem entre si – pelo 
contrário! Elas são complementares e se ajudam, e é graças a 
imunidade inata que a adaptativa consegue ser tão específica e 
eficaz. 
Como a inata é a primeira barreira de defesa, ela entra em contato 
com o patógeno primeiro e fornecerá essas informações 
posteriormente a imunidade adaptativa, fazendo com que esta já 
consiga ter uma resposta mais rápida. 
 
 
 
 
Tipos de imunidade adquirida: 
Imunidade humoral: Fornece a defesa contra microrganismos 
extracelulares, por meio dos anticorpos (que são produzidos pelos 
linfócitos B). 
• Os anticorpos impedem que os patógenos – presentes ou em 
nossa mucosa ou sangue – consigam acesso e infectem células 
e tecidos conjuntivos. 
RESUMO: THENURSE 
IG: THENURSE.BR 
• Possuí um maior reconhecimento dos antígenos (Ex: reconhece 
moléculas como proteínas, carboidratos, ácidos nucleicos e 
lipídios). 
Imunidade celular: Fornece a defesa contra microrganismo 
intracelulares, por meio dos linfócitos T. 
- Alguns linfócitos T irão ativar fagócitos (leucócitos do sangue que 
protegem o corpo pela fagocitose [ingestão] de partículas estranhas) 
para destruir os microrganismos; 
- Outros linfócitos T irão destruir qualquer tipo de célula que possuir 
microrganismos infecciosos em seu citoplasma. 
• A maioria das células T só reconhece antígenos proteicos. 
 
 
 
RESUMO: THENURSE 
IG: THENURSE.BR 
Referências bibliográficas: 
ABBAS, Abul K; LITCHMAN, Andrew H.; PILLAI, Shiv; Imunologia Básica: 
Funções e distúrbios do sistema imunológico. 6. Ed. [S.I.]: GEN 
Guanabara Koogan, 2021.