A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Deontologia e diceologia

Pré-visualização | Página 1 de 1

Med Legal Mila Schiavini MED101 
Deontologia e diceologia médica 
 
Erro médico – caracterização: 
• Imperícia 
• Imprudência 
• Negligência 
 
Deontologia médica: 
• Tem como princípio conduzir o facultativo sob uma orientação moral e jurídica, nas suas relações 
com os pacientes e parentes, com os colegas e com a sociedade. 
• Código de ética médica com o CRM. 
• Não é receita do que fazer ou o que não deve fazer, é uma linha de orientação que devemos 
seguir. 
• “Conservarei puras minha vida e minha arte.“ - Hipócrates 
✓ O pensamento do mestre de cós está condensado nos seguintes pontos: no agradecimento 
aos mestres pelos ensinamentos recebidos e constituir com eles e os seus uma família 
intelectual; na moralidade e numa vida profissional irretocável; no respeito ao segredo 
médico; no benefício incondicional ao paciente, como pólo principal do exercício médico. Na 
concepção da medicina como uma arte de observação cuidadosa e como ciência da 
natureza; na libertação da medicina das mãos dos bruxos e sacerdotes. 
• O paciente tem o direito de ser informado a respeito de sua patologia e sobre o plano terapêutico 
a ser instituído, principalmente os invasivos e agressivos. 
 
Imputabilidade/inimputabilidade 
• Imputabilidade: é a capacidade de receber imputação. Ato ou efeito de imputar: atribuir (a 
alguém) a responsabilidade de. 
• Conceito de Von Lizst: “imputável é todo indivíduo mentalmente desenvolvido e mentalmente 
são. 
• É a condição de quem tem aptidão para realizar com pleno discernimento um ato. 
• Subtende-se a existência de desenvolvimento e normalidade mentais, presença de consciência 
(inteligência) e atuação voluntária (vontade). 
• Critérios de avaliação da imputabilidade penal: 
✓ Biológico: ex: surdo-mudo; doença mental; psicopatias; oligofrenias. 
✓ Psicológico: indivíduo teve ou não discernimento, não importa se é doente ou são, o que 
importa é a capacidade de auto determinação no momento do crime. 
✓ Biopsicológico ou misto: existe uma doença que pode ter interferido na conduta? Agiu assim 
por causa da doença? 
 
Causalidade/concausalidade 
• Nexo de causalidade: 
✓ A relação entre o dano e o ato ilícito é um pressuposto imprescindível de ser avaliado e, por 
isso, não pode fugir da visão pericial. Em muitas ocasiões a natureza do pleito não reside 
na qualidade ou na quantidade da lesão, mas essencialmente, nas condições em que se 
deu a relação entre o resultado e o evento danificador. 
✓ O nexo de causalidade é, portanto, de exclusiva competência do médico perito. 
 
Diceologia médica: 
• Direito ao exercício da profissão. 
• Direito aos honorários. 
• Direito ao tratamento arbitrário (quando for imperativo, sem a decisão do paciente). 
Med Legal Mila Schiavini MED101 
• Direito a quebra do sigilo: 
✓ Fatos delituosos previstos na lei, enfermidades de notificação compulsória, declaração de 
nascimento DN, declaração de óbito DO, nas perícias, por decisão judicial, acidentes de 
trabalho, doenças profissionais, e pelo paciente. 
✓ “é inadmissível a licitude da revelação em causa própria.” 
• RESOLUÇÃO CFM Nº 1997/2012: 
✓ É vedado ao médico: 
- ART.77: prestar informações a empresas seguradoras sobre as circunstâncias da morte do 
paciente sob seus cuidados, além das contidas na declaração de óbito. 
• RESOLUÇÃO CFM Nº 2.003/2012: 
✓ Resolve: 
- ART.1º: é vedado ao médico assistente o preenchimento de formulários elaborados por 
empresas seguradoras com informações acerca da assistência prestada a pacientes sob 
seus cuidados. 
• Direito a guardar prontuários: o médico está obrigado apenas a atender a requisição judicial. 
• Direito a publicidade: especialidade, endereços, cursos. 
 
Infortunística 
• Conceito: é a parte da medicina legal que estuda os acidentes do trabalho, as doenças 
profissionais e as doenças no trabalho. 
• Acidentes e doenças profissionais (do trabalho). 
• Deve ser avaliado: 
✓ Incapacidade para o trabalho. 
✓ Nexo de causalidade. 
✓ Existência de uma lesão anterior. 
✓ Existência de certas condições de tempo e lugar. 
• Riscos ocupacionais. Acidentes: 
✓ Biológico. 
✓ Físicos. 
✓ Químicos. 
✓ Ergonômicos. 
• Riscos ocupacionais da equipe de saúde: 
✓ Doenças infecciosas e parasitárias. 
✓ Dermatites por contato. 
✓ Enfermidades decorrentes de radiações ionizantes. 
✓ Enfermidades por inalação de gases irrespiráveis. 
✓ Enfermidades por vícios ergonômicos.