Macro2_P1_2007.1.doc
8 pág.

Macro2_P1_2007.1.doc

Disciplina:teoria macroeconÔmica ii141 materiais921 seguidores
Pré-visualização1 página
TEORIA MACROECONÔMICA II
P1 – 3 de Abril de 2007
Professores: Márcio Garcia e Márcio Janot
Monitores: Ricardo Câmara Leal e Tiago Caruso

Nome: ___________________________________________________

Turma: _______

Instruções
- Nenhum tipo de consulta a qualquer material, animado ou inanimado, será tolerado.
- A prova tem duração de 1h40min e vale 9 pontos.
- A interpretação das questões faz parte da prova. Nenhum esclarecimento será dado.

1ª Questão: (2,5 pontos)
Suponha uma economia em mercado competitivo onde:
a função de produção seja Y = 200N – N² ;
a função de determinação de salários seja W = Pe.F(U,z), sendo F(U,z) = z – U e z é constante e igual a 150;
a PEA seja constante igual a 100.

N é o número de empregados, z é uma variável que capta fatores institucionais do mercado de trabalho (seguro-desemprego, salário mínimo, grau de organização sindical, etc.), U é o número de trabalhadores desempregados.

encontre o número de empregados e o salário real de equilíbrio (quando P = Pe ).

Suponha agora que esse é o mercado de trabalho do setor petroquímico. Recentemente a Petrobras, a Braskem e o grupo Ultra anunciaram a compra da Ipiranga, sua concorrente no setor. Logo após o comunicado, trabalhadores das empresas começaram a protestar, temendo que a situação no mercado de trabalho no setor petroquímico piorasse.

b) Os trabalhadores tinham razão em se preocupar? Para responder considere que agora há um poder de mercado (mark-up) das empresas igual a 0,125 e encontre o novo salário e o novo número de empregados.

c) Se a função de produção dessas firmas tivesse retornos constantes de escala, a magnitude do efeito no desemprego e no nível do salário real, causado pela nova composição do mercado, seria maior ou menor do que o verificado no item b? Sugere-se o uso de gráficos para responder esse item.
2ª Questão: (1 ponto)

Na Teoria do Passeio Aleatório, há duas representações equivalentes de tendência (t) e choques (ut) do produto:

 (1) yt = α + βt
(2) ∆yt = β

Quando adicionamos um choque ao produto nas duas equações, qual delas representa a ocorrência de choques permanentes? Explique através das próprias equações.

Se os principais choques presentes nesta economia são de oferta, qual das duas equações explica melhor a trajetória do produto. Justifique sua resposta.
3ª questão: (2 pontos) Verdadeiro ou Falso. Justifique. (A justificativa é que vale!)

a) No médio prazo, variações nos preços do petróleo que no modelo visto em sala de aula se refletem na variação do mark-up µ somente afetam o nível de preços.

b) De acordo com as expectativas racionais, somente o componente não-antecipado de uma expansão monetária afeta o produto real.
c) De acordo com o Modelo das Ilhas de Lucas, quando as variações do preço do bem produzido na ilha são atribuídas totalmente a alterações no nível geral de preços, choques do preço do bem produzido na ilha serão neutros, sem efeito sobre a produção.

d) A teoria dos Ciclos Econômicos Reais considera que os choques de demanda são as mais importantes fontes de flutuação do produto.
4ª Questão: (1,5 pontos) Considere o modelo a seguir:

(1) ut – ut-1 = - *( gyt – gyn)
 t -  t-1 = - *(ut – un)
(3) gyt = gmt -  t

onde ut é a taxa de desemprego, gyt é a taxa de crescimento do produto, t é a taxa de inflação, gmt é a taxa de crescimento do estoque monetário, medidas no período t. Por último, un e gyn são, respectivamente, as taxas natural de desemprego e normal de crescimento do produto.

a) Identifique e descreva, intuitivamente, cada uma das equações acima.

b) Defina taxa de sacrifício. De que ela depende?
5 ª Questão: (2 pontos)

Considere as seguintes relações que definem a demanda e oferta agregadas, respectivamente:

	DA: m + v = p + y
	OA: p = pe + (y – y*)

Resolva analiticamente para os níveis de equilíbrio do produto e dos preços.

Suponha  = 2/3; m = 9; v = 8; y* = 7 e pe = 5. Quais os valores de p e y de equilíbrio?

Avalie os resultados acima à luz da crítica de Lucas.

Resolva analiticamente o modelo acima sob a hipótese de previsão perfeita e encontre os valores de equilíbrio de p e y (considere os mesmos valores acima definidos para as variáveis exógenas),