A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
TCC de Psicologia Educacional UNIASSELVI

Pré-visualização | Página 1 de 4

2 
 
PSICOLOGIA EDUCACIONAL: DIFICULDADE NA 
ALFABETIZAÇÃO 
 
 
Michelly Carine Matoso de Andrade Marques 
Felipe Luiz Braghirolli 
 
 
Resumo 
 
O contexto escolar vivência a cada dia mudança novas, a sociedade pós contemporânea se torna 
exigente, trazendo novos desafios para ser vencidos. Os certames conclamam tanto da gestão 
como dos professores, psicólogos educacionais, ou seja, profissionais da Educação a buscar por 
novos conhecimentos para atender as exigências dos próprios alunos, pois nasce necessidades 
que precisa de resposta e resultados positivo, alcançando as metas exigida pelo sistema 
educacional. A viabilização de recursos, novos métodos mais eficientes para trazer resultados 
significativos no ensino e aprendizagem dos discentes. O psicólogo escolar para minimizar 
consequência adversas e vence-las precisa investir na formação continuada, buscando 
conhecimento e estratégias de forma a contribuir e melhorar a qualidade de ensino, 
principalmente no processo de alfabetização. Bem como refletir sobre os problemas de 
aprendizagem no processo de aquisição da leitura e escrita. Este estudo partiu da necessidade 
de entender e compreender os ritmos e dinâmicas desenvolvidas para os educandos que 
apresentam dificuldades em compreender, apropriar, apreender e socializar o conhecimento. 
Procurando identificar a metodologia que melhor promova a aprendizagem. 
 
Palavra-chave: Alfabetização, Dificuldades de Aprendizagem, Desafios, Educação, Psicólogo 
Educacional. 
 
EDUCATIONAL PSYCHOLOGY: DIFFICULTY IN 
LITERACY 
 
Abstract 
The school context experiences new changes every day, the post-contemporary society 
becomes demanding, bringing new challenges to be overcome. The contests call on both 
management and teachers, educational psychologists, that is, education professionals to 
seek new knowledge to meet the demands of the students themselves, as needs are born 
that need a positive response and results, reaching the goals required by the educational 
system. The viability of resources, new and more efficient methods to bring significant 
results in the teaching and learning of students. The school psychologist to minimize 
adverse consequences and overcome them needs to invest in continuing education, seeking 
knowledge and strategies in order to contribute and improve the quality of teaching, 
especially in the literacy process. As well as reflecting on learning problems in the process 
of acquiring reading and writing. This study started from the need to understand and 
understand the rhythms and dynamics developed for students who have difficulties in 
3 
 
understanding, appropriating, apprehending and socializing knowledge. Seeking to 
identify the methodology that best promotes learning. 
 
Keywords: Literacy, Learning Disabilities, Challenges, Education, Educational Psychologist. 
 
1 INTRODUÇÃO 
 
Durante muito tempo, pensava-se que ser alfabetizado era conhecer o código linguístico, 
ou seja, conhecer as letras do alfabeto. Atualmente, sabe-se que, embora seja necessário, o 
conhecimento das letras não é suficiente para ser competente no uso da língua escrita. 
 A língua não é um mero código para comunicação. A linguagem é um fenômeno social, 
estruturado de forma dinâmica e coletiva e, portanto, a escrita também deve ser vista do ponto 
de vista cultural e social. 
O objetivo principal de qualquer escola, seja qual for a modalidade o nível, e a faixa 
etária que o educando estiver, é a Aprendizagem. Porém, a escola precisa ser acessível e 
disponível a todas as pessoas, independente do grupo social. 
No entanto quando se fala no processo de aprendizagem, principalmente na 
alfabetização, é necessário que sejam questionadas as condições em que a criança inicia, em 
que contexto está inserida, se já está preparada de fato, madura para que seu aprendizado 
realmente aconteça. 
O diagnóstico é o principal método para analisar, detectar o problema e tomar como 
ponto de partida os recursos e estratégicas que serão usados para solucionar. 
Entretanto, os problemas de aprendizagem devem ser trabalhados num todo, escola, 
educador, família e educando, para poder analisar a situação e poder descobrir o que está 
causando o impedimento ou a dificuldade para que o educando aprenda. 
 Os discursos relacionados atualmente sobre dificuldades de aprendizagem está ligada a 
ideia de insucesso e sucesso do ser humano no processo de desenvolvimento durante a sua 
trajetória de vida. Pois, como disse Paulo Freire: 
 “ Aprender a ler, a escrever, alfabetizar-se é, antes de mais nada, aprender a ler o 
mundo, compreender o seu contexto, não numa manipulação mecânica de palavras, mas numa 
relação dinâmica que vincula linguagem e realidade”. 
4 
 
 As pesquisas foram desenvolvidas através de livros, filmes, pesquisas pela internet, 
convivência com diretores, professores; atuando como professora na rede pública ensino 
fundamental anos iniciais, escuta sensível com os colegas de faculdades, pais e filhos. 
 
2 DIFICULDADE DE ALFABETIZAÇÃO 
 
 Tornando notório o papel do psicólogo educacional no contexto escolar e sua 
importância, que traz benéficos para alcançar e vencer os desafios do baixo rendimento escolar 
que ainda é uma das manifestações mais evidentes das dificuldades de aprendizagem, sua 
missão é o objetivo de compreender as características principais da aprendizagem durante a 
infância, a adolescência, a idade adulta e a terceira idade. 
 Os psicólogos educacionais elaboram e aplicam distintas teorias sobre o 
desenvolvimento humano, que tendem a ser consideradas etapas da maturidade. 
 Sabemos que uma criança que apresenta um bom desempenho escolar, mesmo que tenha 
dificuldade para aprender e com muito esforço a esteja superando, está criança passará 
despercebida, da mesma forma que crianças que não estudam por falta de interesse ou preguiça 
correm o risco de serem classificadas como crianças com dificuldade de aprendizagem. 
 As generalizações excessivas podem, por vezes, levar a confusões conceituais sérias em 
que pouco ou quase nada ajudam no diagnóstico das possíveis causas dos problemas de 
aprendizagem para as crianças que de fato apresentam dificuldades de aprendizagem. 
 Convém destacar que a psicologia educacional oferece soluções para o desenvolvimento 
dos planos de estudos, da gestão educacional, dos modelos educativos e das ciências cognitivas 
de um modo geral. Desta forma, a psicologia educacional estuda a forma como aprendem os 
estudantes e de que forma se desenvolvem. 
 Algumas funções do psicólogo educacional: Funções preventivas e vinculadas à 
orientação, aconselhamento profissional e vocacional, Intervenção em relação às necessidades 
educacionais dos alunos, Intervenção na melhoria do ato educacional, Formação e 
aconselhamento familiar, Intervenção socioeducativa, Pesquisa e docência. 
 A descoberta correta de onde localiza o problema é a melhor maneira de encontrar a 
resposta certa para o desenvolvimento da aprendizagem, seja ela uma dificuldade por problema 
psicológicos, emocionais ou algum distúrbio da aprendizagem. 
 O importante é diagnostica e aplicar o método para obter as habilidades proposta com 
sucesso. 
 
5 
 
 
2.1 DICULDADE DE APRENDIZAGEM: ALFABETIZAR É OBRIGATORIO 
 
 Detectar um problema emocional, psicológico ou biológico em um indivíduo, muitas 
das vezes não é tarefa fácil para o professor ou profissional da educação, precisa de duas coisas: 
escuta sensível e amor pela profissão. 
 A escuta sensível te leva a ver além do olhar físico ou ouvir pelo ‘ouvido’, é olhar e 
ouvir com o coração, o amor ainda é a ferramenta fundamental e mais poderosa para o sucesso 
profissional, pois com esse sentimento consegue avançar em área nunca explorada que é o 
interior de uma vida humana. 
 Sabemos que trabalhar com crianças que apresentam problemas de aprendizagem é estar 
constantemente

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.