A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
bexiga

Pré-visualização | Página 1 de 1

BEXIGA 
Camadas: 
Mucosa com Epitélio de Transição. 
Funciona como uma barreira osmótica entre a urina e a lâmina própria, é composta por numerosas pregar que desaparecem quando a bexiga fica 
estendida com urina. 
- O epitélio de transição é composto por placas (mosaico de regiões especializadas, rígidas e espessadas) espaçadas por áreas de membrana 
plasmática normal, as regiões interplacas. 
 O trigono vesical apresenta histologia divergente do restante da bexiga (mucosa lisa, sem dobras), pois a origem embrionária dessa 
região é diferente do restante da bexiga. 
- A lâmina própria da bexiga pode ser dividida em duas camadas: superficial (composta por tecido conjuntivo frouxo, mistura de fibras colágenas e 
elásticas) e uma mais profunda (tecido conjuntivo denso não modelado). 
 
+ Muscular- é uma espessa camada da bexiga responsável por permitir a distensão da bexiga (especificamente, da base da bexiga, pois o ápice da 
bexiga é fixo, através do ligamento à sínfise púbica). Recebe o nome genérico de Músculo Deprussor da Bexiga, com a principal função de controlar 
a micção. 
- A túnica muscular é composta por três camadas entrelaçadas de músculo liso: longitudinal interna + circular média + longitudinal externa. 
 A camada média forma o músculo esfíncter interno ao redor do orifício interno da uretra. 
 
+ Adventícia/ Serosa 
 Nessa região pélvica o peritônio começa a se dobrar, formando reflexões e por conta disso, a camada serosa costuma se confundir 
com o peritônio. 
 
-A luz do ureter é mais circular; menos ameboide do que quando comparada ao do ureter. 
URETRA 
Ao cruzar o períneo, fibras musculares estriadas esqueléticas formam o músculo esfíncter externo, envolvendo a uretra. E este será o músculo 
responsável por permitir o controle voluntário da micção. 
 
Feminina: possui cerca de 4-5 cm de comprimento. Próximo a bexiga ela é revestida por um epitélio de transição e ao longo do seu comprimento 
restante por um epitélio estratificado pavimentoso não-queratinizado. 
- Apresenta glândulas secretoras ao longo de toda a sua extensão, as glândulas de Littré. 
 
Masculina: possui de 15 a 20 cm de comprimento e é composta por três regiões distintas: 
- uretra prostática: encontra-se inteiramente dentro da próstata, é revestida por um epitélio de transição. 
- uretra membranosa: apenas 1-2 cm de comprimento, é revestida por epitélio estratificado cilíndrico intercalado por porções de epitélio pseudo-
estratificado cilíndrico 
- uretra esponjosa: 15 cm, tem a porção final na ponta da glande peniana, é revestida por epitélio estratificado cilíndricointercaladao com epitélio 
estratificado pavimentoso não queratinizado e pseudo-estratificado cilíndrico. Enquanto na porção terminal o revestimento é por epitélio estratificado 
pavimentoso não-queratinizado. 
 
 
 
MICROSCOPIA 
- ÓPTICA: 
Recebe esse nome, pois a visualização é realizada através de lentes ópticas, que podem ser alteradas de acordo com a necessidade. 
 
+ Como fazer o procedimento? 
É utilizado o tecido, geralmente, de um animal de outra espécie, o qual é cortado por um aparelho denominado de micrótomo. 
Esse pedaço é colocado sobre uma lâmina e embebedado diversas vezes com parafina, a fim e fixar o tecido à lâmina. 
Após a fixação, devemos corar o tecido com um corante especifico. E assim, está pronto para ser visualizado pelo microscópio. 
 
- ELETRÔNICA 
Apresenta uma qualidade de visualização mais avançada do membrana, denominadas d