A maior rede de estudos do Brasil

O que significa a expressão "tributação extrafiscal"?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

DLRV Advogados Verified user icon

Há mais de um mês

Segundo Geraldo Ataliba, tributação extrafiscal é aquela "tributação com outros fins que não a obtenção de receita, constituindo um recurso técnico muito usado pelo governo como instrumento de intervenção do Estado no meio social e na economia“.

Para Roque Carrazza, a “extrafiscalidade é o emprego dos meios tributários para fins não fiscais, mas ordinatórios (isto é, para disciplinar comportamentos de virtuais administrados, induzindo-os a fazer ou a deixar de fazer alguma coisa)“.

 

Segundo Geraldo Ataliba, tributação extrafiscal é aquela "tributação com outros fins que não a obtenção de receita, constituindo um recurso técnico muito usado pelo governo como instrumento de intervenção do Estado no meio social e na economia“.

Para Roque Carrazza, a “extrafiscalidade é o emprego dos meios tributários para fins não fiscais, mas ordinatórios (isto é, para disciplinar comportamentos de virtuais administrados, induzindo-os a fazer ou a deixar de fazer alguma coisa)“.

 

User badge image

Aldo Luiz

Há mais de um mês

Pra resumir, todos tributos extrafiscais procuram estimular ou desistimular uma conduta. exp: Impostos regulatórios de mercado, II, IE, IOF, IPI. Bom, eu tbm recomendo vc se aprofundar um pouco mais na doutrina José Antônio. Boa Sorte nos estudos!
User badge image

Borges Diogo

Há mais de um mês

Boa tarde, caro José Antônio

A tributação extrafiscal está relacionada com os tributos extrafiscais que são instituidos pelo ente federativo nacional (União) a fim de regular e controlar as atividades financeiras e ecônomicas no pais. Temos como exemplos o Imposto de Importações (II) e Imposto de Exportação (IE), vide  art. 153, I e II, CRFB/88.

Estes impostos citados têm as alterações feitas de forma mais celere, sendo um caso de exceção ao limite do poder de tributar o qual está explicito na Constituição da República (art. 150 ), mais precisamente ao princípio da anterioridade do exercício financeiro seguinte e da anterioridade nonegesimal (art. 153, III, "b" e "c", §1º, CRFB/88).

Aconselho que você pesquise mais sobre o assunto na doutrina, pois so fiz um breve comentário. Espero que tenha ajudado.

Um forte abraço   

Essa pergunta já foi respondida!