Buscar

7.4 Low carb - Dieta baixa em carboidrato em obesos: Vários estudos vêm sendo desenvolvidos no sentido de esclarecer o impacto dos diferentes tipos...

7.4 Low carb - Dieta baixa em carboidrato em obesos: Vários estudos vêm sendo desenvolvidos no sentido de esclarecer o impacto dos diferentes tipos de CHOs da dieta na saúde. Protocolos: - Very Low-Carbohydrate Ketogenic Diet (VLCKD): 20-50 g/dia de carboidratos ou <10% de uma ingestão diária de 2000 kcal, se não ocorrer cetose. - Low Carb Diet (LCD): <130 g/dia ou <26 % energia total. - Moderate-Carb Diet (MCD): 26 % a 45 % CHO/dia. - High-Carb Diet (HCD): > 45 % CHO/dia. Estudo 1: comparou-se 2 tipos de dietas. 1) Dieta teste: Low Carb Diet, High Protein, High Fat Diet e 2) Convencional diet: Low-Calorie Diet, High CHO (60%), Low-Fat (25%), PTN (15%). Conclusão: A dieta low carb promoveu maior perda de peso nos primeiros seis meses, porém sem diferença em longo prazo. Estudo 2: metanálises comparando 3 dietas: Low carb X low fat x mediterrânea. Conclusão: Low carb promoveu maior perda de peso inicial. Ao final somente low carb e mediterrânea promoveram perda de peso maior em longo prazo. Estudo 3: Metanálise: 17 estudos, 1797 sujeitos com sobrepeso e obesos (895 em LCHO e 902 em dietas LFAT), 35 sem. Low CHO (< 120g) Low Fat (< 30%). Dieta baseline: 16 a 20% CHO; 25% a 31% de PTN e 46% a 62% de LIP na dieta LCHO. 51% a 62% de CHO; 17% a 21% de PTN e 19% a 26% de LIP na dieta LFAT. Ambas as dietas foram eficazes na perda de peso em longo prazo (LCHO: 94,8 com diminuição para 86,6kg* e LFAT: 94,1 com diminuição para 88,2kg*). Estudo 4: Os resultados sugeriram um efeito benéfico da intervenção do LCD no controle da glicose em pacientes com DM2. A intervenção no LCD também teve um efeito positivo TG e HDL, mas sem efeito significativo na perda de peso a longo prazo.

A dieta low carb promoveu maior perda de peso nos primeiros seis meses, porém sem diferença em longo prazo, segundo o Estudo 1.
O Estudo 2 concluiu que a dieta low carb promoveu maior perda de peso inicial e que, ao final, somente low carb e mediterrânea promoveram perda de peso maior em longo prazo.
Ambas as dietas (LCHO e LFAT) foram eficazes na perda de peso em longo prazo, segundo o Estudo 3.
O Estudo 4 sugeriu um efeito benéfico da intervenção do LCD no controle da glicose em pacientes com DM2, mas sem efeito significativo na perda de peso a longo prazo.

Essa pergunta também está no material:

Apostila Fisiopatologia e Nutrição Clínica no Excesso de peso
17 pág.

Nutrição Clinica Avançada NutmedNutmed

💡 1 Resposta

User badge image

Ed Verified user icon

O texto apresenta informações sobre diferentes tipos de dietas com baixo teor de carboidratos e seus efeitos na perda de peso e na saúde. O Estudo 1 comparou a dieta Low Carb Diet com a dieta convencional e concluiu que a dieta low carb promoveu maior perda de peso nos primeiros seis meses, mas sem diferença em longo prazo. O Estudo 2 comparou três dietas (low carb, low fat e mediterrânea) e concluiu que a low carb promoveu maior perda de peso inicial e que, ao final, somente low carb e mediterrânea promoveram perda de peso maior em longo prazo. O Estudo 3 mostrou que tanto a dieta low carb quanto a dieta low fat foram eficazes na perda de peso em longo prazo. Já o Estudo 4 sugeriu um efeito benéfico da intervenção do LCD no controle da glicose em pacientes com DM2, mas sem efeito significativo na perda de peso a longo prazo.

0
Dislike0

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis


✏️ Responder

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta.

User badge image

Outros materiais