Buscar

Carlos adquiriu pela internet da Companhia Voa Brasil, passagem aérea com destino à Florianópolis/SC. Ao comparecer no Balcão de Atendimento da Com...

Carlos adquiriu pela internet da Companhia Voa Brasil, passagem aérea com destino à Florianópolis/SC. Ao comparecer no Balcão de Atendimento da Companhia Aérea, para realizar os procedimentos check-in de seu voo, constatou que havia esquecido todos os seus documentos pessoais. Em decorrência deste fato, a Companhia não prosseguiu com a realização de seu check-in e consequente seu embarque, em estrita observância das resoluções da agência reguladora do transporte aéreo. Inconformado, Carlos ajuíza demanda Indenizatória, alegando, em suma, que a Ré deveria aguardar a resolução de seu problema para posterior decolagem da aeronave. Na qualidade de advogado (a) de Voa Brasil, indique a principal tese a ser discorrida em sede de defesa:

💡 2 Respostas

User badge image

Ed Verified user icon

A principal tese a ser discorrida em sede de defesa é que a Companhia Aérea Voa Brasil agiu em estrita observância das resoluções da agência reguladora do transporte aéreo, que determinam que o passageiro deve apresentar seus documentos pessoais para realizar o check-in e embarque. Além disso, a Companhia não tem a obrigação de aguardar a resolução do problema do passageiro para posterior decolagem da aeronave, pois isso pode prejudicar outros passageiros e comprometer a pontualidade dos voos.

0
Dislike0
User badge image

Diemerson Wender

Como advogado(a) da empresa Voa Brasil, a principal tese a ser discutida em sede de defesa poderia ser a observância das normas e regulamentos do transporte aéreo, especificamente as resoluções da agência reguladora.

Nesse sentido, a defesa poderia argumentar que a empresa agiu de acordo com as normativas do setor ao não permitir o embarque de Carlos devido à falta de documentos pessoais necessários para o check-in. A empresa poderia destacar que essa medida foi adotada visando garantir a segurança e a conformidade com os procedimentos de transporte aéreo estabelecidos.

Além disso, a defesa poderia ressaltar que a empresa não tinha a obrigação de aguardar a resolução do problema de Carlos para posterior decolagem da aeronave, uma vez que isso poderia impactar negativamente os demais passageiros e comprometer a regularidade e pontualidade dos voos.

Portanto, a principal tese a ser defendida seria a legitimidade da conduta da empresa Voa Brasil em seguir as normas e regulamentos do setor de transporte aéreo, visando assegurar a segurança e a eficiência dos serviços prestados.

0
Dislike0

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

✏️ Responder

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta.

User badge image

Outros materiais