Buscar

Argumentação, no sentido jurídico, é utilizada especificamente como uma forma de desenvolver um raciocínio de forma a estabelecer uma sucessão de q...

Argumentação, no sentido jurídico, é utilizada especificamente como uma forma de desenvolver um raciocínio de forma a estabelecer uma sucessão de questionamentos e por essa razão, na Antiguidade, o discurso argumentativo era chamado de questiones. Segundo Ferraz Jr. (2016), todo problema jurídico tem o caráter de um conflito que necessita de uma decisão e tem início com um questionamento prévio que condiciona as respostas argumentativas subsequentes.

Marque a opção correta:


A ) A retórica antiga chamava essa primeira etapa de translatio, pois ela permite às partes litigantes uma transferência do objeto da discussão para outro que mantém com o primeiro uma relação condicionante de que um não possa ser discutido sem que antes se discuta o outro (lembre-se, por exemplo, da possibilidade de se discutir a validade de um documento – em uma ação declaratória – que serve de base a uma ação executiva).


B ) A retórica antiga chamava essa primeira etapa de translatio, pois ela não permite às partes litigantes uma transferência do objeto da discussão para outro que mantém com o primeiro uma relação condicionante de que um não possa ser discutido sem que antes se discuta o outro (lembre-se, por exemplo, da possibilidade de se discutir a validade de um documento – em uma ação declaratória – que serve de base a uma ação executiva).


C ) A retórica antiga não chamava essa primeira etapa de translatio, pois ela permite às partes litigantes uma transferência do objeto da discussão para outro que mantém com o primeiro uma relação condicionante de que um não possa ser discutido sem que antes se discuta o outro (lembre-se, por exemplo, da possibilidade de se discutir a validade de um documento – em uma ação declaratória – que serve de base a uma ação executiva).


D ) A retórica antiga chamava essa primeira etapa de translatio, pois ela permite às partes litigantes uma transferência do objeto da discussão para outro que não mantém com o primeiro uma relação condicionante de que um não possa ser discutido sem que antes se discuta o outro (lembre-se, por exemplo, da possibilidade de se discutir a validade de um documento – em uma ação declaratória – que serve de base a uma ação executiva).

Respostas

6 pessoas visualizaram e tiraram suas dúvidas aqui
User badge image

Ed Verified user icon

Analisando as opções fornecidas, a alternativa correta é: A) A retórica antiga chamava essa primeira etapa de translatio, pois ela permite às partes litigantes uma transferência do objeto da discussão para outro que mantém com o primeiro uma relação condicionante de que um não possa ser discutido sem que antes se discuta o outro (lembre-se, por exemplo, da possibilidade de se discutir a validade de um documento – em uma ação declaratória – que serve de base a uma ação executiva).

0
Dislike0

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Responda

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta

User badge image