A maior rede de estudos do Brasil

Quais são os atos processuais sujeitos a recurso?

.


96 resposta(s)

User badge image

Paulo

Há mais de um mês

Essa pergunta a resposta é um pouco extensa mas vou tentar ser suncinto:

Só cabe recurso contra ato do juiz, nunca do Ministério Público ou de serventuário ou de funcionário da justiça, sendo preciso que tenha algum conteúdo decisório. Sendo assim, não cabe recurso para os despachos, atos judiciais de mero andamento do processo. Os recursos são cabíveis contra: as sentenças (atos do juiz que implicam alguma das situações previstas nos art. 267 e 269 do CPC. Tem o condão de por fim ao processo, ou a fase condenatória em primeiro grau. Contra elas caberá a apelação e eventualmente embargo de declaração), as decisões interlocutórias (contra elas cabe agravo, sem prejuízo de embargo de declaração) e os acórdãos (contra eles alem dos embargos de declaração poderão caber embargos infringentes, se o julgamento não for unanime e reformar a sentença de mérito; e recurso extraordinário e especial em caso de ofensa a Constituição ou a lei Federal. Também será admissível recurso ordinário nos casos previstos na Constituição Federal).

Se gostou da resposta clique na seta para cima, porque isso ajuda a valorizar esse esforço solidário!

Boa Sorte!

Essa pergunta a resposta é um pouco extensa mas vou tentar ser suncinto:

Só cabe recurso contra ato do juiz, nunca do Ministério Público ou de serventuário ou de funcionário da justiça, sendo preciso que tenha algum conteúdo decisório. Sendo assim, não cabe recurso para os despachos, atos judiciais de mero andamento do processo. Os recursos são cabíveis contra: as sentenças (atos do juiz que implicam alguma das situações previstas nos art. 267 e 269 do CPC. Tem o condão de por fim ao processo, ou a fase condenatória em primeiro grau. Contra elas caberá a apelação e eventualmente embargo de declaração), as decisões interlocutórias (contra elas cabe agravo, sem prejuízo de embargo de declaração) e os acórdãos (contra eles alem dos embargos de declaração poderão caber embargos infringentes, se o julgamento não for unanime e reformar a sentença de mérito; e recurso extraordinário e especial em caso de ofensa a Constituição ou a lei Federal. Também será admissível recurso ordinário nos casos previstos na Constituição Federal).

Se gostou da resposta clique na seta para cima, porque isso ajuda a valorizar esse esforço solidário!

Boa Sorte!

User badge image

Vinícius

Há mais de um mês

Boa tarde pessoal, os recursos cabíveis são contra decisões interlocutórias, sentença e acórdão.

Contra despacho não cabe recurso, eis que não traz nenhum prejuízo para ambas as partes, no tocante as decisões interlocutórias, cabem Embargos de declaração, Agravo Retido e Agravo de Instrumento desde que preencham os devidos requisitos para que possam ser suscitados. 

De outra banda, contra sentença cabem Embargos de Declaração, Apelação e **Embargos de Declaração com Efeito Infringente - desde que logo, preenchidos seus requisitos.

Nesta senda, com relação as decisões de acórdão cabem Embargos de Declaração, Embargos Infringentes, Agravo de Instrumento, Agravo Regimental *(de acordo com o regimento do tribunal do seu Estado), Recurso Especial (STJ) e Recurso Extraordinário (STF). 

Entretanto, com relação ao RECURSO ORDINÁRIO é mais comum ser utilizado nos casos da Justiça Federal.

 

Boa sorte e bons estudos!!

User badge image

Lucas Rafael

Há mais de um mês

As respostas acima estão, em sua maior parte corretícimas, mas vale a pena chamar atenção para o fato de caber recurso contra o DESPACHO SANEADOR, visto que este possui natureza decisória. São cabíveis as duas modalidades de agravo, seja o de instrumento ou o retido, a depender do caso concreto. Abraços e bons estudos. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes