A maior rede de estudos do Brasil

Obrigações Mora e Inadimplemento Absoluto

         Hugo e Idalina  celebraram um contrato de compra e venda de dois aparelhos de ar condicionado, tendo Idalina pago o preço a Hugo e comprometendo-se este a transportar os aparelhos para a residência daquela uma semana depois.

Considere sucessivamente as seguintes questões:

a) Decorrida uma semana Hugo não efectua a entrega dos aparelhos de ar condicionado. Trata-se de mora ou inadimplemento absoluto? Quais os direit0os daí decorrentes para Idalina?

b) Se durante o transporte ocorrer um acidente e os aparelhos de ar condicionado forem destruídos, poderá Hugo considerar-se exonerado da sua obrigação?


1 resposta(s)

User badge image

Lucas Tawan

Há mais de um mês

A quetões:a) Decorrida uma semana Hugo não efectua a entrega dos aparelhos de ar condicionado. Trata-se de mora ou inadimplemento absoluto? Quais os direit0os daí decorrentes para Idalina? ----- NÃO ENTENDI A PERGUNTA.

A) A questão trata - se de mora do  devedor; onde cabe o Art. 399. O devedor em mora responde pela impossibilidade da prestação, embora essa impossibilidade resulte de caso fortuito ou de força maior, se estes ocorrerem durante o atraso; salvo se provar isenção de culpa, ou que o dano sobreviria ainda quando a obrigação fosse oportunamente desempenhada.

B) Não será exonerado uma vez que a obrigação e de dar coisa certa; porém será analisado se o devedor teve culpa ou não da perda. Podendo  assim aplicar -se:

Art. 236. Sendo culpado o devedor, poderá o credor exigir o equivalente, ou aceitar a coisa no estado em que se acha, com direito a reclamar, em um ou em outro caso, indenização das perdas e danos.

Art. 239. Se a coisa se perder por culpa do devedor, responderá este pelo equivalente, mais perdas e danos.

 

ESPERO TER AJUDADO  EM SUA DUVIDA... 

A quetões:a) Decorrida uma semana Hugo não efectua a entrega dos aparelhos de ar condicionado. Trata-se de mora ou inadimplemento absoluto? Quais os direit0os daí decorrentes para Idalina? ----- NÃO ENTENDI A PERGUNTA.

A) A questão trata - se de mora do  devedor; onde cabe o Art. 399. O devedor em mora responde pela impossibilidade da prestação, embora essa impossibilidade resulte de caso fortuito ou de força maior, se estes ocorrerem durante o atraso; salvo se provar isenção de culpa, ou que o dano sobreviria ainda quando a obrigação fosse oportunamente desempenhada.

B) Não será exonerado uma vez que a obrigação e de dar coisa certa; porém será analisado se o devedor teve culpa ou não da perda. Podendo  assim aplicar -se:

Art. 236. Sendo culpado o devedor, poderá o credor exigir o equivalente, ou aceitar a coisa no estado em que se acha, com direito a reclamar, em um ou em outro caso, indenização das perdas e danos.

Art. 239. Se a coisa se perder por culpa do devedor, responderá este pelo equivalente, mais perdas e danos.

 

ESPERO TER AJUDADO  EM SUA DUVIDA... 

Essa pergunta já foi respondida!