A maior rede de estudos do Brasil

quais fatores determinam se a celula fermentara ou respirara


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder a pergunta é necessário entendermos como as células obtem energia (Glicose) e depois especificar os fatores que a levam a aoptar pela respiração aeróbica e anaeróbica.


Retomando os conhecimento vamos descobrir que a  respiração é desenvolvida principalmente nas mitocôndrias. Para que ocorra liberação de energia o organismo desmonta a molécula de glicose, seprando os átimos de carbono em moléculas de CO2 e, em seguida, os átomos de hidrogênio, com alta energia, são removidos. Este processo configura a respiração aeróbica.

Quando a célula não tem oxigêneio suficiente para realizar este trabalho a célula passa a trabalhar com a respiração anaeróbica, nesa situação a molécula de glicose é desmontada utilizando a ação de enzimas. Este é o processo de fermentação.


Os fator que condiciona o tipo de respiração celular é a presença ou não de oxigênio em quantidade suficiente. 

Para responder a pergunta é necessário entendermos como as células obtem energia (Glicose) e depois especificar os fatores que a levam a aoptar pela respiração aeróbica e anaeróbica.


Retomando os conhecimento vamos descobrir que a  respiração é desenvolvida principalmente nas mitocôndrias. Para que ocorra liberação de energia o organismo desmonta a molécula de glicose, seprando os átimos de carbono em moléculas de CO2 e, em seguida, os átomos de hidrogênio, com alta energia, são removidos. Este processo configura a respiração aeróbica.

Quando a célula não tem oxigêneio suficiente para realizar este trabalho a célula passa a trabalhar com a respiração anaeróbica, nesa situação a molécula de glicose é desmontada utilizando a ação de enzimas. Este é o processo de fermentação.


Os fator que condiciona o tipo de respiração celular é a presença ou não de oxigênio em quantidade suficiente. 

User badge image

Estudante

Há mais de um mês

Respiração anaeróbica

A respiração anaeróbica se trata de uma série de reações que tem como finalidade a quebra do açúcar não utilizando o O2 para tal, sendo que a fermentação e a glicólise se tratam de exemplos clássicos desse processo. Ela ocorre no citosol das células e não se trata de uma forma muito eficiente para a geração de ATP. Isso ocorre porque ao fim do processo é gerada bem pouca energia, mais especificamente, um mol de glicose acaba gerando apenas dois mols de ATP.

Muito embora não se trate de um processo eficiente, ele é extremamente importante. Isso ocorre porque existem organismos que não suportam o oxigênio, ou seja, para esses organismos o oxigênio é extremamente tóxico. Além disso, vale ressaltar que em épocas remotas na história da vida não existia oxigênio suficiente e disponível na atmosfera para que pudesse ser utilizado.

Respiração aeróbica

A respiração aeróbica, por sua vez, é um processo muito mais robusto e eficiente que o anteriormente explicado e se trata da obtenção de energia utilizando o oxigênio como componente do processo, como ocorre, por exemplo, na fosforilação oxidativa. Esse processo ocorre nas mitocôndriasdas células e utiliza um dos produtos da glicólise, o piruvato. Assim, essa via de obtenção de energia acaba gerando trinta e seis mols de ATP a partir de um mol de glicose.

Por fim, a respiração celular, seja ela aeróbica ou anaeróbica, se trata dos eventos realizados a fim de gerar energia para a célula. Dessa forma, são eventos que permitiram o surgimento e o desenvolvimento da vida desde os tempos mais remotos até os dias atuais.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas