A maior rede de estudos do Brasil

Qual a diferença de risco e incerteza nas decisões de investimento?

Na análise de investimento, oque pode ser considerado risco e oque é incerteza!!!!


10 resposta(s)

User badge image

Humberto Davi Zen

Há mais de um mês

É muito sutil a diferença.

Risco é a probabilidade de, após feito o investimento, a realidade do fluxo de caixa estar diferente da previsão antes de investir, por n motivos.

Incerteza é a incapacidade de dizer qual será o resultado de um investimento, frente a uma faixa dentro da qual os resultados poderão estar situados.

Automaticamente, quanto maior essa faixa, maior a incerteza, e consequentemente aumenta o risco.

A minha resposta é baseada no item 9.1 deste texto, então, é melhor que vc mesmo leia.

 http://www.ericolisboa.eng.br/cursos/apostilas/po/cap9.pdf

Espero ter ajudado, Abraço.

É muito sutil a diferença.

Risco é a probabilidade de, após feito o investimento, a realidade do fluxo de caixa estar diferente da previsão antes de investir, por n motivos.

Incerteza é a incapacidade de dizer qual será o resultado de um investimento, frente a uma faixa dentro da qual os resultados poderão estar situados.

Automaticamente, quanto maior essa faixa, maior a incerteza, e consequentemente aumenta o risco.

A minha resposta é baseada no item 9.1 deste texto, então, é melhor que vc mesmo leia.

 http://www.ericolisboa.eng.br/cursos/apostilas/po/cap9.pdf

Espero ter ajudado, Abraço.

User badge image

Helder C. Bertholo

Há mais de um mês

Incerteza e risco são coisas diferentes. O risco pode ser avaliado, calculado, estimado em termos de probabilidades e apresentado sob a forma de modelos matemáticos/estatísticos. Embora a expressão às vezes seja usada com certa arrogância, típica da ilusão de controle, é razoável falar em gestão de risco. Mas esse não é o caso da incerteza, pois não sabemos lidar com ela de modo quantitativo, de maneira que a expressão “gestão da incerteza” pouco ou nada significa em termos práticos. Quando muito, ela poderia expressar o grau de ingenuidade de quem se imagina gestor de algo que desconhece. Mas é possível preparar-se para o inesperado, por paradoxal que pareça. O fragmento “se não esperas pelo inesperado não o encontrarás”, de Heráclito de Éfeso, implica que diminuir nossa arrogância é bem mais útil do que parece.

User badge image

Cristiane Coelho

Há mais de um mês

O risco pode ser definido "uma estimativa do grau de incerteza que se tem com respeito à realização de
resultados futuros desejados" (ANDRADE, 2000). Desta forma, se a faixa de valores previsíveis para
um determinado investimento for muito grande, o grau de risco do investimento também será elevado.

Muitas vezes paira nas pessoas de negócios uma dúvida sobre Risco e Incerteza. Para a tomada de decisões, essa dúvida não pode existir, pois esses fenômenos são bem diferentes. O Risco está associado a situações em que adistribuição de probabilidades (aquela onde as probabilidades de acontecerem e o sucesso estão definidos num intervalo de valores e não em apenas num ponto) dos retornos sobre um dado negócio ou projeto possa ser estimada. AIncerteza está associada a situações em que não existem evidências suficientes, até para estimar uma distribuição de probabilidades. Podemos até não fazer distinção entre Risco e Incerteza para o propósito a que iremos pretender, mas podemos usar as duas expressões como sinônimas, pelo fato do Risco ser qualificado como evento probabilístico e esperado, através de estimação de maior ou menor precisão, enquanto a Incerteza é bem mais genérica e bem menos probabilística. Quando puder usar procedimentos estatísticos, o Risco é medido por distribuição de probabilidades, as quais quanto mais concentradas menores serão os riscos de erros. Para maior precisão, a medida do risco deve ter algum valor definido, necessitando de uma medida de concentração da distribuição de probabilidades, e a medida usualmente utilizada para tal é o Desvio Padrão (diferença entre os valores observados das probabilidades e a média desses valores), que quanto menor, mais concentrada a distribuição de probabilidade, e dessa forma, menor o Risco. Naturalmente, quanto mais concentrada for essa distribuição, maior será a probabilidade do resultado real se aproximar do valor esperado ou previsto. Portanto, define-se o Risco na tomada de decisões como termos da variação provável de acerto. É importante salientar que, na condução financeira, a análise do Risco é tratada de duas maneiras distintamente diferentes: ou é ignorada ou é seguida de forma matemática e altamente formal.Portanto, sabemos que pelo menos dois fatos são importantíssimos nas finanças, um que os investidores são avessos ao risco e outro que ao menos algum risco é inerente à maioria das decisões empresariais. Considerando então os dois fatos, é necessário prever e risco, estimá-lo e definir as medidas de amortecimento na possibilidade de seu acontecimento.

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes