A maior rede de estudos do Brasil

qual osso tem relaçao com a cavidade orbitaria , oral e abertura piriforme?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Os ossos da órbita fornecem suporte e protecção para os tecidos moles orbitários. A órbita consiste em 7 ossos individuais, os quais se combinam para formar 4 paredes envolventes: esfenóide, frontal, etmóide, maxilar, zigomático, palatino e ungüis.
Tem uma forma semelhante a uma pirâmide. O bordo orbitário é espesso e arredondado na sua abertura anterior. Na parede superior, temos:

Delgada: É o pavimento da fossa cerebral anterior, tendo a forma dum triângulo de base anterior.

É formada pela:
- porção horizontal do osso frontal
- face inferior da pequena asa do esfenóide
Por fora e adiante, encontra-se a fosseta lacrimal, que aloja a porção orbitária da
gl.lacrimal .
Por dentro e adiante, encontra-se a fosseta troclear, onde se insere a poulie do
grande oblíquo. 

Na parede interna, temos:

De trás para diante:
- porção lateral do corpo do esfenóide
- lâmina papirácea do etmóide
- unguís
- ramo montante do maxilar superior 

Os ossos da órbita fornecem suporte e protecção para os tecidos moles orbitários. A órbita consiste em 7 ossos individuais, os quais se combinam para formar 4 paredes envolventes: esfenóide, frontal, etmóide, maxilar, zigomático, palatino e ungüis.
Tem uma forma semelhante a uma pirâmide. O bordo orbitário é espesso e arredondado na sua abertura anterior. Na parede superior, temos:

Delgada: É o pavimento da fossa cerebral anterior, tendo a forma dum triângulo de base anterior.

É formada pela:
- porção horizontal do osso frontal
- face inferior da pequena asa do esfenóide
Por fora e adiante, encontra-se a fosseta lacrimal, que aloja a porção orbitária da
gl.lacrimal .
Por dentro e adiante, encontra-se a fosseta troclear, onde se insere a poulie do
grande oblíquo. 

Na parede interna, temos:

De trás para diante:
- porção lateral do corpo do esfenóide
- lâmina papirácea do etmóide
- unguís
- ramo montante do maxilar superior 

Essa pergunta já foi respondida!