A maior rede de estudos do Brasil

determinar o irt


1 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Imposto sobre os Rendimentos de Trabalho (IRT) - Lei n.º 18/14 de 22 de Outubro

Este imposto, tal como o nome indica, incide sobre os rendimentos de trabalho, que podem ser obtidos por conta de outrem ou por conta própria. Para este imposto encontram-se estabelecidos três grupos de tributação:

  • Grupo A em que se inserem as remunerações obtidas pelos trabalhadores por conta de outrem. A taxa de imposto a aplicar varia consoante o montante das remunerações que se encontram sujeitas a imposto. A liquidação deste imposto é definitiva e é feita por via de retenção na fonte pela entidade patronal com a atribuição dos rendimentos.
  • Grupo B respeita os rendimentos obtidos por trabalhadores por conta própria, que desempenhem uma profissão liberal. Sobre a totalidade dos rendimentos obtidos no exercício é aplicada a taxa efetiva de imposto de 10,5%, sendo que ao longo do exercício caso haja prestação de serviços a uma entidade com contabilidade organizada, o adquirente deverá deduzir no pagamento uma parcela correspondente a uma taxa efetiva de 10,5% a título de retenção na fonte, em que o trabalhador poderá deduzir ao seu pagamento definitivo de imposto. A data limite da liquidação definitiva é 31 de Março.
  • No grupo B também se encontram inseridas os rendimentos obtidos por titulares de cargos de gerência ou administração ou de órgãos sociais, em que aqui o procedimento é idêntico aos contribuintes pertencentes ao grupo A.
  • Grupo C encontram-se os rendimentos obtidos pelo desempenho de actividades industriais e comerciais, que se encontrem previstos na tabela dos lucros mínimos (trata-se de uma tabela indicativa no sistema tributário, referenciando qual o mínimo de lucro que uma determinada actividade gera). Aqui o tratamento varia consoante o volume de facturação, em que até a um determinado montante é aplicada uma taxa de 30% de acordo com o valor de referência constante na tabela de lucros mínimos para essa actividade, acima desse montante é aplicada uma taxa de 6,5% sobre o volume da facturação em que não tenha sido realizada retenção na fonte (a prestação de serviços a entidades com contabilidade organizada encontra-se sujeitos a retenção na fonte de 6,5% no pagamento). A data limite da liquidação definitiva é até o último dia de Fevereiro.

Fonte: https://www.portal-gestao.com/artigos/7739-qual-o-imposto-para-cada-tipo-de-rendimento-adquirido-em-angola.html

Imposto sobre os Rendimentos de Trabalho (IRT) - Lei n.º 18/14 de 22 de Outubro

Este imposto, tal como o nome indica, incide sobre os rendimentos de trabalho, que podem ser obtidos por conta de outrem ou por conta própria. Para este imposto encontram-se estabelecidos três grupos de tributação:

  • Grupo A em que se inserem as remunerações obtidas pelos trabalhadores por conta de outrem. A taxa de imposto a aplicar varia consoante o montante das remunerações que se encontram sujeitas a imposto. A liquidação deste imposto é definitiva e é feita por via de retenção na fonte pela entidade patronal com a atribuição dos rendimentos.
  • Grupo B respeita os rendimentos obtidos por trabalhadores por conta própria, que desempenhem uma profissão liberal. Sobre a totalidade dos rendimentos obtidos no exercício é aplicada a taxa efetiva de imposto de 10,5%, sendo que ao longo do exercício caso haja prestação de serviços a uma entidade com contabilidade organizada, o adquirente deverá deduzir no pagamento uma parcela correspondente a uma taxa efetiva de 10,5% a título de retenção na fonte, em que o trabalhador poderá deduzir ao seu pagamento definitivo de imposto. A data limite da liquidação definitiva é 31 de Março.
  • No grupo B também se encontram inseridas os rendimentos obtidos por titulares de cargos de gerência ou administração ou de órgãos sociais, em que aqui o procedimento é idêntico aos contribuintes pertencentes ao grupo A.
  • Grupo C encontram-se os rendimentos obtidos pelo desempenho de actividades industriais e comerciais, que se encontrem previstos na tabela dos lucros mínimos (trata-se de uma tabela indicativa no sistema tributário, referenciando qual o mínimo de lucro que uma determinada actividade gera). Aqui o tratamento varia consoante o volume de facturação, em que até a um determinado montante é aplicada uma taxa de 30% de acordo com o valor de referência constante na tabela de lucros mínimos para essa actividade, acima desse montante é aplicada uma taxa de 6,5% sobre o volume da facturação em que não tenha sido realizada retenção na fonte (a prestação de serviços a entidades com contabilidade organizada encontra-se sujeitos a retenção na fonte de 6,5% no pagamento). A data limite da liquidação definitiva é até o último dia de Fevereiro.

Fonte: https://www.portal-gestao.com/artigos/7739-qual-o-imposto-para-cada-tipo-de-rendimento-adquirido-em-angola.html

User badge image

ALUNO

Há mais de um mês

O valor do ITR a ser pago é obtido mediante a multiplicação do VTNt pela alíquota correspondente, considerados a área total e o grau de utilização do imóvel rural.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas