A maior rede de estudos do Brasil

Qual a relação do funcionamento da membrana plásmatica de células eucarióticas com o aumento da pressão arterial em seres humanos?

Biologia Celular

ESTÁCIO


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A pressão oncótica é produzida pelas proteínas no plasma sanguíneo. A albumina que é uma das proteínas sintetizada pelo fígado e está em maior concentração no organismo é de grande importância na pressão oncótica.

Em contrapartida, as diferenças entre o líquido intracelular e o líquido extracelular são mantidas pela membrana celular, que é uma membrana semipermeável e a passagem de proteínas plasmáticas pela membrana mantém um equilíbrio na pressão do líquido extracelular, essa pressão é denominada como pressão coloidosmótica.

A estabilidade da pressão oncótica e coloidosmótica se dá graças a passagem livre de água pela membrana celular.


Hipertensão arterial está relacionada diretamente ao volume de sangue: com a ingestão aumentada de sódio (O sódio possui função no controle do volume de fluidos extracelular e do plasma), a osmolaridade aumenta,( osmolaridade é uma medida da quantidade de íons presentes em um determinado fluído, que irá determinar a direção da osmose) e se um compartimento celular possui uma osmolaridade maior em relação a outro, a água irá se mover na direção do compartimento de menor osmolaridade.


Fonte

https://www.unaerp.br/documentos/2173-mecanismos-fisiopatologicos-da-hipertensao-arterial-sistemica-e-as-estruturas-anatomicas-envolvidas-revisao-de-literatura/file

https://profes.com.br/tira-duvidas/biologia/membrana-plasmatica/

A pressão oncótica é produzida pelas proteínas no plasma sanguíneo. A albumina que é uma das proteínas sintetizada pelo fígado e está em maior concentração no organismo é de grande importância na pressão oncótica.

Em contrapartida, as diferenças entre o líquido intracelular e o líquido extracelular são mantidas pela membrana celular, que é uma membrana semipermeável e a passagem de proteínas plasmáticas pela membrana mantém um equilíbrio na pressão do líquido extracelular, essa pressão é denominada como pressão coloidosmótica.

A estabilidade da pressão oncótica e coloidosmótica se dá graças a passagem livre de água pela membrana celular.


Hipertensão arterial está relacionada diretamente ao volume de sangue: com a ingestão aumentada de sódio (O sódio possui função no controle do volume de fluidos extracelular e do plasma), a osmolaridade aumenta,( osmolaridade é uma medida da quantidade de íons presentes em um determinado fluído, que irá determinar a direção da osmose) e se um compartimento celular possui uma osmolaridade maior em relação a outro, a água irá se mover na direção do compartimento de menor osmolaridade.


Fonte

https://www.unaerp.br/documentos/2173-mecanismos-fisiopatologicos-da-hipertensao-arterial-sistemica-e-as-estruturas-anatomicas-envolvidas-revisao-de-literatura/file

https://profes.com.br/tira-duvidas/biologia/membrana-plasmatica/

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

A pressão oncótica é produzida pelas proteínas no plasma sanguíneo. A albumina que é uma das proteínas sintetizada pelo fígado e está em maior concentração no organismo é de grande importância na pressão oncótica.

Em contrapartida, as diferenças entre o líquido intracelular e o líquido extracelular são mantidas pela membrana celular, que é uma membrana semipermeável e a passagem de proteínas plasmáticas pela membrana mantém um equilíbrio na pressão do líquido extracelular, essa pressão é denominada como pressão coloidosmótica.

A estabilidade da pressão oncótica e coloidosmótica se dá graças a passagem livre de água pela membrana cellular.


hipertensão arterial está relacionada diretamente ao volume de sangue: com a ingestão aumentada de sódio (sódio possui função no controle do volume de fluidos extracelular e do plasma), a osmolaridade aumenta,( osmolaridade é uma medida da quantidade de íons presentes em um determinado fluído, que irá determinar a direção da osmose) e se um compartimento celular possui uma osmolaridade maior em relação a outro, a água irá se mover na direção do compartimento de menor osmolaridade.


Fonte

https://www.unaerp.br/documentos/2173-mecanismos-fisiopatologicos-da-hipertensao-arterial-sistemica-e-as-estruturas-anatomicas-envolvidas-revisao-de-literatura/file

https://profes.com.br/tira-duvidas/biologia/membrana-plasmatica/

User badge image

S P

Há mais de um mês

Essa resposta pode te ajudar https://profes.com.br/tira-duvidas/biologia/membrana-plasmatica/

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

A pressão oncótica é produzida pelas proteínas no plasma sanguíneo. A albumina que é uma das proteínas sintetizada pelo fígado e está em maior concentração no organismo é de grande importância na pressão oncótica.

Em contrapartida, as diferenças entre o líquido intracelular e o líquido extracelular são mantidas pela membrana celular, que é uma membrana semipermeável e a passagem de proteínas plasmáticas pela membrana mantém um equilíbrio na pressão do líquido extracelular, essa pressão é denominada como pressão coloidosmótica.

A estabilidade da pressão oncótica e coloidosmótica se dá graças a passagem livre de água pela membrana cellular.


hipertensão arterial está relacionada diretamente ao volume de sangue: com a ingestão aumentada de sódio (O sódio possui função no controle do volume de fluidos extracelular e do plasma), a osmolaridade aumenta,( osmolaridade é uma medida da quantidade de íons presentes em um determinado fluído, que irá determinar a direção da osmose) e se um compartimento celular possui uma osmolaridade maior em relação a outro, a água irá se mover na direção do compartimento de menor osmolaridade.


Fonte

https://www.unaerp.br/documentos/2173-mecanismos-fisiopatologicos-da-hipertensao-arterial-sistemica-e-as-estruturas-anatomicas-envolvidas-revisao-de-literatura/file

https://profes.com.br/tira-duvidas/biologia/membrana-plasmatica/

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas