A maior rede de estudos do Brasil

qual a diferença entre tutela de urgência e tutela de evidência?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

DLRV Advogados Verified user icon

Há mais de um mês

As tutelas de urgência e de evidência são modalidades da tutela provisória. A tutela de urgência está prevista no art. 300 do CPC e a de evidência no art. 311 do CPC.


A tutela de urgência exige: i. demonstração de probabilidade do direito; ii. perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo (artigo 300). Já na tutela de evidência somente é necessário demonstrar a probabilidade do direito, ou seja, demonstar que o direito (material) que se pleiteia é evidente, independentemente da demonstração de perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo

A tutela de urgência é, ainda, dividida em mais duas sub-espécies: 1. tutela provisória de urgência antecipada e 2. tutela provisória de urgência cautelar.
Já a tutela de evidência não tem uma classificação formalizada em sub-espécies. 

Por fim, quanto ao momento em que são requeridas, a tutela de urgência pode ser pleiteada em caráter antecedente ou incidente. Por sua vez, a tutela de evidência só pode ser requerida incidentalmente (no curso de um processo que já esteja em andamento), porque, pela sua própria natureza, a pretensão está relacionada com a antecipação da sentença.

As tutelas de urgência e de evidência são modalidades da tutela provisória. A tutela de urgência está prevista no art. 300 do CPC e a de evidência no art. 311 do CPC.


A tutela de urgência exige: i. demonstração de probabilidade do direito; ii. perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo (artigo 300). Já na tutela de evidência somente é necessário demonstrar a probabilidade do direito, ou seja, demonstar que o direito (material) que se pleiteia é evidente, independentemente da demonstração de perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo

A tutela de urgência é, ainda, dividida em mais duas sub-espécies: 1. tutela provisória de urgência antecipada e 2. tutela provisória de urgência cautelar.
Já a tutela de evidência não tem uma classificação formalizada em sub-espécies. 

Por fim, quanto ao momento em que são requeridas, a tutela de urgência pode ser pleiteada em caráter antecedente ou incidente. Por sua vez, a tutela de evidência só pode ser requerida incidentalmente (no curso de um processo que já esteja em andamento), porque, pela sua própria natureza, a pretensão está relacionada com a antecipação da sentença.

User badge image

Eduardo correa

Há mais de um mês

Uma, exige urgência na concessão do Direito. A outra, evidência. A tutela de urgência exige demonstração de probabilidade do direito e perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo (artigo 300). A tutela da evidênciaindepende de tais requisitos, porque ela é uma tutela “não urgente” (artigo 311).3 de fev de 2016
User badge image

Eduardo correa

Há mais de um mês

Tutela provisória é o mecanismo processual pelo qual o magistrado antecipa a uma das partes um provimento judicial de mérito ou acautelatório antes da prolação da decisão final, seja em virtude da urgência ou da plausibilidade do direito.3 de abr de 2016
User badge image

Caroline Gobbi

Há mais de um mês

Uma, exige urgência na concessão do Direito. ... A tutela de urgência exige demonstração de probabilidade do direito e perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo (artigo 300). A tutela da evidência independe de tais requisitos, porque ela é uma tutela “não urgente” (artigo 311).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas