A maior rede de estudos do Brasil

Acerca da possibilidade de a pessoa jurídica poder ou não ser considerada empregada, assinale a opção correta:


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Contabilidade
Constitucionalmente, ser empregado está associado a prestação de serviços, por parte da pessoa física, de forma não eventual e pelo recebimento do salário. Assim, o conceito de empregado requer pessoalidade, habitualidade e subordinação econômica. Por outro lado, a pessoa jurídica pode prestar serviços, mas essa relação será moldada pela lei civil e não pela lei trabalhista, tendo em vista que trata-se de relações entre duas empresas. Ademais, a pessoa jurídica não pode ser considerada empregada, haja vista que a relação de emprego dependerá do atendimento dos critérios acima relatados: pessoalidade, habitualidade e subordinação econômica.
Portanto, a pessoa jurídica não pode ser considerada empregada.
Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Contabilidade
Constitucionalmente, ser empregado está associado a prestação de serviços, por parte da pessoa física, de forma não eventual e pelo recebimento do salário. Assim, o conceito de empregado requer pessoalidade, habitualidade e subordinação econômica. Por outro lado, a pessoa jurídica pode prestar serviços, mas essa relação será moldada pela lei civil e não pela lei trabalhista, tendo em vista que trata-se de relações entre duas empresas. Ademais, a pessoa jurídica não pode ser considerada empregada, haja vista que a relação de emprego dependerá do atendimento dos critérios acima relatados: pessoalidade, habitualidade e subordinação econômica.
Portanto, a pessoa jurídica não pode ser considerada empregada.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas