A maior rede de estudos do Brasil

Imunidade Inata

A figura abaixo mostra as etapas da diapedese. Sabe-se que por estímulos de mediadores inflamatórios, principalmente citocinas alterações ocorrem tanto no endotélio dos vasos quanto nos leucócitos. Entre estas alterações, destaca-se a expressão de moléculas de superfície que medeiam a interação de leucócitos e células endoteliais. Explique como ocorre o extravasamento dos leucócitos durante a resposta inflamatória. Lembre-se de colocar o nome de cada uma das fases, assim como mencionar as moléculas de adesão e mediadores inflamatórios envolvidos.

 


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para resolver este problema, devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Imunidade Inata.


A inflamação atua enviando leucócitos para o local da inflamação e ativando-os para que os mesmos desempenhem seu papel de defesa.


Nesse contexto, os leucócitos partem do lúmem do vaso e vão até o tecido intersticial seguindo várias fases:

  1. A adesão ao endotélio: em que há atuação de mediadores e quimiocinas, que entram nos vasos sanguineos e ativam os leucócitos;

  2. Transmigração para dentro do endotélio (diapedese): nessa etapa as quimiocinas perminem a aderência de leucócitos e estimulam a sua migraças para o local da infecção;

  3. Migração para o tecido intersticial através de estímulos quimiotáticos.

Para resolver este problema, devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Imunidade Inata.


A inflamação atua enviando leucócitos para o local da inflamação e ativando-os para que os mesmos desempenhem seu papel de defesa.


Nesse contexto, os leucócitos partem do lúmem do vaso e vão até o tecido intersticial seguindo várias fases:

  1. A adesão ao endotélio: em que há atuação de mediadores e quimiocinas, que entram nos vasos sanguineos e ativam os leucócitos;

  2. Transmigração para dentro do endotélio (diapedese): nessa etapa as quimiocinas perminem a aderência de leucócitos e estimulam a sua migraças para o local da infecção;

  3. Migração para o tecido intersticial através de estímulos quimiotáticos.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Para resolver este problema, devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Imunidade Inata.


A inflamação atua enviando leucócitos para o local da inflamação e ativando-os para que os mesmos desempenhem seu papel de defesa.


Nesse contexto, os leucócitos partem do lúmem do vaso e vão até o tecido intersticial seguindo várias fases:

  1. A adesão ao endotélio: em que há atuação de mediadores e quimiocinas, que entram nos vasos sanguineos e ativam os leucócitos;
  2. Transmigração para dentro do endotélio (diapedese): nessa etapa as quimiocinas perminem a aderência de leucócitos e estimulam a sua migraças para o local da infecção;
  3. Migração para o tecido intersticial através de estímulos quimiotáticos.
User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Para resolver este problema, devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Imunidade Inata.


A inflamação atua enviando leucócitos para o local da inflamação e ativando-os para que os mesmos desempenhem seu papel de defesa.


Nesse contexto, os leucócitos partem do lúmem do vaso e vão até o tecido intersticial seguindo várias fases:

  1. A adesão ao endotélio: em que há atuação de mediadores e quimiocinas, que entram nos vasos sanguineos e ativam os leucócitos;

  2. Transmigração para dentro do endotélio (diapedese): nessa etapa as quimiocinas perminem a aderência de leucócitos e estimulam a sua migraças para o local da infecção;

  3. Migração para o tecido intersticial através de estímulos quimiotáticos.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas