A maior rede de estudos do Brasil

Qual o critério utilizado para agruparmos os diversos tipos de fármacos em famílias?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Segundo o portal da ANVISA, família é o conjunto de produtos que podem enquadrar a um mesmo registro ou cadastro. Os critérios gerais para esse agrupamento são:

  1. descrição detalhada do produto, seu funcionamento, ação, composição;

  2. Indicação, finalidade e uso;

  3. Precauções, restrições, advertências, cuidados especiais e esclarecimentos.


Segundo a mesma fonte, ANVISA, os critérios gerais para agrupamento em família são:

  1. devem pertencer a um mesmo fabricante ou grupo fabril, e possuir mesmo princípio de funcionamento, mecanismo de ação, indicação de uso, contraindicação, efeito adverso, precaução, restrição, advertência, cuidado especial, condição de armazenamento e classe de risco.

  2. possuir matéria-prima e tecnologia de fabricação semelhantes.

  3. Produtos estéreis e não estéreis não podem ser agrupados em uma mesma família.

  4. Produtos cujo fabricante recomenda uso único e produtos passíveis de reprocessamento não podem ser agrupados em uma mesma família.

  5. Produtos de reprocessamento proibido e produtos passíveis de reprocessamento não podem ser agrupados em uma mesma família; e

  6. Não é permitido cadastro e registro em família de conjunto ou de sistema.


Dessa forma, os critérios para o agrupamento de fármacos são basicamente três: descrição detalhada do produto, finalidade e precauções.

Segundo o portal da ANVISA, família é o conjunto de produtos que podem enquadrar a um mesmo registro ou cadastro. Os critérios gerais para esse agrupamento são:

  1. descrição detalhada do produto, seu funcionamento, ação, composição;

  2. Indicação, finalidade e uso;

  3. Precauções, restrições, advertências, cuidados especiais e esclarecimentos.


Segundo a mesma fonte, ANVISA, os critérios gerais para agrupamento em família são:

  1. devem pertencer a um mesmo fabricante ou grupo fabril, e possuir mesmo princípio de funcionamento, mecanismo de ação, indicação de uso, contraindicação, efeito adverso, precaução, restrição, advertência, cuidado especial, condição de armazenamento e classe de risco.

  2. possuir matéria-prima e tecnologia de fabricação semelhantes.

  3. Produtos estéreis e não estéreis não podem ser agrupados em uma mesma família.

  4. Produtos cujo fabricante recomenda uso único e produtos passíveis de reprocessamento não podem ser agrupados em uma mesma família.

  5. Produtos de reprocessamento proibido e produtos passíveis de reprocessamento não podem ser agrupados em uma mesma família; e

  6. Não é permitido cadastro e registro em família de conjunto ou de sistema.


Dessa forma, os critérios para o agrupamento de fármacos são basicamente três: descrição detalhada do produto, finalidade e precauções.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Segundo o portal da ANVISA, família é o conjunto de produtos que podem enquadrar a um mesmo registro ou cadastro. Os critérios gerais para esse agrupamento são:

  1. descrição detalhada do produto, seu funcionamento, ação, composição;

  2. Indicação, finalidade e uso;

  3. Precauções, restrições, advertências, cuidados especiais e esclarecimentos.


Segundo a mesma fonte, ANVISA, os critérios gerais para agrupamento em família são:

  1. devem pertencer a um mesmo fabricante ou grupo fabril, e possuir mesmo princípio de funcionamento, mecanismo de ação, indicação de uso, contraindicação, efeito adverso, precaução, restrição, advertência, cuidado especial, condição de armazenamento e classe de risco.

  2. possuir matéria-prima e tecnologia de fabricação semelhantes.

  3. Produtos estéreis e não estéreis não podem ser agrupados em uma mesma família.

  4. Produtos cujo fabricante recomenda uso único e produtos passíveis de reprocessamento não podem ser agrupados em uma mesma família.

  5. Produtos de reprocessamento proibido e produtos passíveis de reprocessamento não podem ser agrupados em uma mesma família; e

  6. Não é permitido cadastro e registro em família de conjunto ou de sistema.


Dessa forma, os critérios para o agrupamento de fármacos são basicamente três: descrição detalhada do produto, finalidade e precauções.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Segundo o portal da ANVISA, família é o conjunto de produtos que podem enquadrar a um mesmo registro ou cadastro. Os critérios gerais para esse agrupamento são:

  1. descrição detalhada do produto, seu funcionamento, ação, composição;

  2. Indicação, finalidade e uso;

  3. Precauções, restrições, advertências, cuidados especiais e esclarecimentos.


Segundo a mesma fonte, ANVISA, os critérios gerais para agrupamento em família são:

  1. devem pertencer a um mesmo fabricante ou grupo fabril, e possuir mesmo princípio de funcionamento, mecanismo de ação, indicação de uso, contraindicação, efeito adverso, precaução, restrição, advertência, cuidado especial, condição de armazenamento e classe de risco.

  2. possuir matéria-prima e tecnologia de fabricação semelhantes.

  3. Produtos estéreis e não estéreis não podem ser agrupados em uma mesma família.

  4. Produtos cujo fabricante recomenda uso único e produtos passíveis de reprocessamento não podem ser agrupados em uma mesma família.

  5. Produtos de reprocessamento proibido e produtos passíveis de reprocessamento não podem ser agrupados em uma mesma família; e

  6. Não é permitido cadastro e registro em família de conjunto ou de sistema.


Dessa forma, os critérios para o agrupamento de fármacos são basicamente três: descrição detalhada do produto, finalidade e precauções.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Segundo o portal da ANVISA, família é o conjunto de produtos que podem enquadrar a um mesmo registro ou cadastro. Os critérios gerais para esse agrupamento são: 

  1. descrição detalhada do produto, seu funcionamento, ação, composição;
  2. Indicação, finalidade e uso;
  3. Precauções, restrições, advertências, cuidados especiais e esclarecimentos.

Segundo a mesma fonte, ANVISA, os critérios gerais para agrupamento em família são:

  1. devem pertencer a um mesmo fabricante ou grupo fabril, e possuir mesmo princípio de funcionamento, mecanismo de ação, indicação de uso, contraindicação, efeito adverso, precaução, restrição, advertência, cuidado especial, condição de armazenamento e classe de risco.
  2. possuir matéria-prima e tecnologia de fabricação semelhantes.
  3. Produtos estéreis e não estéreis não podem ser agrupados em uma mesma família.
  4. Produtos cujo fabricante recomenda uso único e produtos passíveis de reprocessamento não podem ser agrupados em uma mesma família.
  5. Produtos de reprocessamento proibido e produtos passíveis de reprocessamento não podem ser agrupados em uma mesma família; e
  6. Não é permitido cadastro e registro em família de conjunto ou de sistema.

Dessa forma, os critérios para o agrupamento de fármacos são basicamente três: descrição detalhada do produto, finalidade e precauções. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas