A maior rede de estudos do Brasil

O princípio recursal da consumação está relacionado aos embargos de declaração?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O Princípio da Consumação consiste no fato da interposição do recurso oportuno e com prazo sobrando, não sendo permitido ao recorrente modificar o recurso, seja para a reunião de documentos ou teses, pois já ocorreu o fenômeno da preclusão consumativa. E a respeito sobre os Embargos de Declaração, o próprio artigo 1.022 do CPC exterioriza em quais ocasiões pode ser invocado: contra qualquer decisão judicial com o intuito de esclarecer obscuridade ou eliminar contradição; suprir omissão de ponto ou questão sobre qual devia se pronunciar o juiz de ofício ou a requerimento; corrigir erro material. Pois em outras palavras, os Embargos de Declaração é o recurso usado por uma das partes do processo judicial solicita ao juiz o esclarecimento de determinados aspectos.

O Princípio da Consumação consiste no fato da interposição do recurso oportuno e com prazo sobrando, não sendo permitido ao recorrente modificar o recurso, seja para a reunião de documentos ou teses, pois já ocorreu o fenômeno da preclusão consumativa. E a respeito sobre os Embargos de Declaração, o próprio artigo 1.022 do CPC exterioriza em quais ocasiões pode ser invocado: contra qualquer decisão judicial com o intuito de esclarecer obscuridade ou eliminar contradição; suprir omissão de ponto ou questão sobre qual devia se pronunciar o juiz de ofício ou a requerimento; corrigir erro material. Pois em outras palavras, os Embargos de Declaração é o recurso usado por uma das partes do processo judicial solicita ao juiz o esclarecimento de determinados aspectos.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

O Princípio da Consumação consiste no fato da interposição do recurso oportuno e com prazo sobrando, não sendo permitido ao recorrente modificar o recurso, seja para a reunião de documentos ou teses, pois já ocorreu o fenômeno da preclusão consumativa. E a respeito sobre os Embargos de Declaração, o próprio artigo 1.022 do CPC exterioriza em quais ocasiões pode ser invocado: contra qualquer decisão judicial com o intuito de esclarecer obscuridade ou eliminar contradição; suprir omissão de ponto ou questão sobre qual devia se pronunciar o juiz de ofício ou a requerimento; corrigir erro material. Pois em outras palavras, os Embargos de Declaração é o recurso usado por uma das partes do processo judicial solicita ao juiz o esclarecimento de determinados aspectos.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

O Princípio da Consumação consiste no fato da interposição do recurso oportuno e com prazo sobrando, não sendo permitido ao recorrente modificar o recurso, seja para a reunião de documentos ou teses, pois já ocorreu o fenômeno da preclusão consumativa. E a respeito sobre os Embargos de Declaração, o próprio artigo 1.022 do CPC exterioriza em quais ocasiões pode ser invocado: contra qualquer decisão judicial com o intuito de esclarecer obscuridade ou eliminar contradição; suprir omissão de ponto ou questão sobre qual devia se pronunciar o juiz de ofício ou a requerimento; corrigir erro material. Pois em outras palavras, os Embargos de Declaração é o recurso usado por uma das partes do processo judicial solicita ao juiz o esclarecimento de determinados aspectos.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas