A maior rede de estudos do Brasil

Fratura exposta cominutiva em úmero em crianças. Com intervenções cirúrgicas. Finalidade?

Enfermagem

UNOPAR


1 resposta(s)

User badge image

Lorrayne Rufino

Há mais de um mês

braço é a região do membro superior entre o ombro e o cotovelo. O úmero é o osso encontrado nesta região, onde também estão localizados os músculos bíceps e tríceps.

diáfise é a parte mais central do osso e as fraturas das suas extremidades, úmero proximal e úmero distal, já foram discutidas nos artigos sobre fraturas do ombro e fraturas do cotovelo.

As fraturas da diáfise do úmero correspondem a 5% de todas as fraturas. Elas ocorrem mais comumente em 2 grupos de pacientes, pessoas jovens após traumatismos de grande energia, como acidentes automobilísticos ou no esporte, e em pessoas idosas após queda da própria altura. Neste último grupo é mais comum nas mulheres e tem correlação com a presença de osteoporose.

Como é feito o diagnóstico da Fratura do úmero?

Clinicamente, podemos observar:

  • edema;
  • equimose;
  • deformidade no braço;
  • incapacidade do paciente realizar movimentos com o cotovelo e punho.

Radiografias simples do braço são suficientes para o diagnóstico das fraturas da diáfise do úmero. É importante na avaliação inicial, o médico afastar a presença de lesão do nervo radial, que pode ocorrer em 11% dos casos.

braço é a região do membro superior entre o ombro e o cotovelo. O úmero é o osso encontrado nesta região, onde também estão localizados os músculos bíceps e tríceps.

diáfise é a parte mais central do osso e as fraturas das suas extremidades, úmero proximal e úmero distal, já foram discutidas nos artigos sobre fraturas do ombro e fraturas do cotovelo.

As fraturas da diáfise do úmero correspondem a 5% de todas as fraturas. Elas ocorrem mais comumente em 2 grupos de pacientes, pessoas jovens após traumatismos de grande energia, como acidentes automobilísticos ou no esporte, e em pessoas idosas após queda da própria altura. Neste último grupo é mais comum nas mulheres e tem correlação com a presença de osteoporose.

Como é feito o diagnóstico da Fratura do úmero?

Clinicamente, podemos observar:

  • edema;
  • equimose;
  • deformidade no braço;
  • incapacidade do paciente realizar movimentos com o cotovelo e punho.

Radiografias simples do braço são suficientes para o diagnóstico das fraturas da diáfise do úmero. É importante na avaliação inicial, o médico afastar a presença de lesão do nervo radial, que pode ocorrer em 11% dos casos.

Essa pergunta já foi respondida!