A maior rede de estudos do Brasil

Quais são os mecanismos de ação da Lactado desidrogenase e da Adenosina monofosfato? Quais são as suas semelhanças e diferenças?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

---

Para encontrarmos a resposta para essa pergunta precisamos colocar em prática nossos conhecimentos em Bioquímica.


A Lactato desidrogenase é uma enzima encontrada em quase todas as células vivas, que catalisa tanto a oxidação o L-lactato em ácido pirúvico, quanto a reação inversa. Ela atua realizando a transferência de hidrogênio de uma molécula para outra, utilizando o NAD+ como receptor.

A Adenosina monofosfato (AMP) é um nucleotídeo, composto por um grupo fosfato, uma ribose e uma Adenina, esse composto é importante em diversos processos metabólicos podendo ser convertido em ATP e ADP.

Uma vez que as duas moléculas citadas são de classes diferentes (a primeira é uma enzima, a segunda é um nucleotídeo) e possuem funções biológicas bem diferentes (a primeira é um catalisador de reações, a segunda ainda que participe de algumas reações o faz de forma quase passiva), é difícil fazer uma comparação quanto as suas semelhanças.

---

Para encontrarmos a resposta para essa pergunta precisamos colocar em prática nossos conhecimentos em Bioquímica.


A Lactato desidrogenase é uma enzima encontrada em quase todas as células vivas, que catalisa tanto a oxidação o L-lactato em ácido pirúvico, quanto a reação inversa. Ela atua realizando a transferência de hidrogênio de uma molécula para outra, utilizando o NAD+ como receptor.

A Adenosina monofosfato (AMP) é um nucleotídeo, composto por um grupo fosfato, uma ribose e uma Adenina, esse composto é importante em diversos processos metabólicos podendo ser convertido em ATP e ADP.

Uma vez que as duas moléculas citadas são de classes diferentes (a primeira é uma enzima, a segunda é um nucleotídeo) e possuem funções biológicas bem diferentes (a primeira é um catalisador de reações, a segunda ainda que participe de algumas reações o faz de forma quase passiva), é difícil fazer uma comparação quanto as suas semelhanças.

User badge image

Vera Regina Nunes

Há mais de um mês

Os seres vivos utilizam a molécula de adenosina trifosfato (ATP) como fonte de energia para diferentes ações, desde o ato de virar uma página até os batimentos cardíacos. Basicamente, o ATP é constituído por um nucleotídeo composto pela base nitrogenada (adenina) ligada a um açúcar (ribose) e três fosfatos, cuja energia é armazenada nas ligações químicas entre os fosfatos. O rompimento dessa ligação libera fosfato que é utilizado nos processos celulares. 

Quando a molécula de ATP perde um fosfato, essa se torna uma molécula com dois fosfatos, denominada adenosina difosfato (ADP), entretanto, quando o ATP é degradado a sua forma mais simples, liberando dois fosfatos e, consequentemente, mais energia, torna-se uma molécula com apenas um fosfato, denominada adenosina monofosfato (AMP).  O ATP é utilizado e gerado durante os processos de respiração celular, tanto na presença de oxigênio (respiração aeróbia) quanto na ausência de oxigênio (respiração anaeróbia e fermentação)

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas