A maior rede de estudos do Brasil

quais os prinipais grupos de agentes infeciosos nao incluido no grupo dos mocrorganismo classicos

Microbiologia

Biológicas / Saúde


6 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Os protozoários são organismos protoctistas microscópicos, unicelulares; heterotróficos, fagotróficos, predadores ou detritívoros, às vezes mixotróficos, que vivem em ambientes úmidos ou diretamente em ambientes aquáticos, sejam eles águas salgadas ou frescas, e como parasitas de outros seres vivos.

Parasitas nematódeos são de um filo de animais cilíndricos e alongados. Esses organismos são protostômios, triblásticos, pseudocelomados. Além disso, possuem o corpo em formato cilíndrico, alongado e não segmentado exibe simetria bilateral.


Os protozoários tem um sistema digestivo totalmente desenvolvido, porém seus sistemas circulatório e respiratório são ausentes. Já o seu sistema excretor é composto por dois canais longitudinais. O sistema nervoso é desses organismos é parcialmente centralizado, tendo um anel nervoso ao redor da faringe.
Os protozoários são organismos protoctistas microscópicos, unicelulares; heterotróficos, fagotróficos, predadores ou detritívoros, às vezes mixotróficos, que vivem em ambientes úmidos ou diretamente em ambientes aquáticos, sejam eles águas salgadas ou frescas, e como parasitas de outros seres vivos.

Parasitas nematódeos são de um filo de animais cilíndricos e alongados. Esses organismos são protostômios, triblásticos, pseudocelomados. Além disso, possuem o corpo em formato cilíndrico, alongado e não segmentado exibe simetria bilateral.


Os protozoários tem um sistema digestivo totalmente desenvolvido, porém seus sistemas circulatório e respiratório são ausentes. Já o seu sistema excretor é composto por dois canais longitudinais. O sistema nervoso é desses organismos é parcialmente centralizado, tendo um anel nervoso ao redor da faringe.
User badge image

Juninho Caetano

Há mais de um mês

Os mais simples são os vírus, cuja estrutura é muito rudimentar, pois nem sequer são compostos com os elementos necessários para obterem energia e para se reproduzirem por si próprios, o que os obriga a invadir as células do organismo, tornando-se patogénicos.

 

As bactérias são igualmente simples, já que são constituídas por uma única célula completa, embora mais primitiva do que as presentes no nosso corpo. Existe uma grande variedade de bactérias, a grande maioria felizmente inofensiva ou benéfica para o ser humano, mas outras são patogénicas e algumas extremamente perigosas.

 

Os fungos são um pouco mais complexos, já que podem ser unicelulares ou pluricelulares e são capazes de se reproduzirem por vários mecanismos. Apesar de existirem igualmente milhares de espécies, apenas cerca de uma centena pode provocar doenças infecciosas no ser humano.

 

Os protozoários são organismos unicelulares pertencentes ao reino animal, embora muito primitivos no interior deste grupo de seres e com uma vida parasitária. Do total de protozoários conhecidos, poucas dezenas actuam como parasitas do ser humano, provocando doenças.

 

Por último, também podem agir como parasitas do ser humano vários helmintes, ou seja, vermes, cujo organismo é muito mais complexo do que o de todos os anteriores e que, por vezes, alcançam dimensões consideráveis.

 

Dado que é extremamente importante conhecer a estrutura dos vários agentes infecciosos e parasitários, o modo como obtêm a sua nutrição, os seus mecanismos de reprodução e outras questões básicas que, em conjunto, permitem compreender os mecanismos de contágio e a natureza das doenças que nos podem causar, as próximas páginas são dedicadas ao seu estudo pormenorizado.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas