A maior rede de estudos do Brasil

o que estudar especificamente em português para o vestibulinho?

PortuguêsOscar Thompson

4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O conteúdo programático de Português é:

  • Fonética e fonologia: reconhecimento de letras e fonemas; encontros vocálicos; encontros consonantais (poucos concursos exploram este conteúdo).

* Ortografia: a forma correta de escrita das palavras (e isso, para concursos públicos, se aprende por meio de muita leitura, e não por regras); Novo Acordo Ortográfico; uso do hífen; acentuação gráfica (o mais importante).

  • Morfologia: reconhecimento das 10 classes de palavras – substantivo (além de dominar a classe, aprenda a diferenciar o concreto do abstrato), artigo, adjetivo, numeral, pronome (saiba reconhecer TODOS os pronomes), verbo (a banca, ao citar “morfologia”, está autorizada a cobrar TUDO aquilo que envolve o verbo; é importante conhecer o perfil de cada examinadora), advérbio, preposição, conjunção (decore preposições e conjunções) e interjeição (nunca é cobrada).

* Sintaxe (a maior parte do conteúdo): classificação sintática – sujeito (e suas classificações – cai muito), predicado (e suas classificações – cai pouco), transitividade, complementos (verbais e nominais), adjuntos (adnominais e adverbiais), predicativo (do sujeito e do objeto), agente da passiva, aposto e vocativo. Há também a classificação sintática do período composto – orações coordenadas (assindéticas e sindéticas) e subordinadas (adjetivas, substantivas e adverbiais). Existem ainda conteúdos híbridos, que envolvem morfologia e sintaxe (a famosa morfossintaxe): concordância (nominal e verbal), regência (nominal e verbal), estudo dos pronomes oblíquos (principalmente os átonos), funções do SE (principalmente para concordância), funções do QUE (principalmente para o período composto), crase (está atrelada à regência).

O conteúdo programático de Português é:

  • Fonética e fonologia: reconhecimento de letras e fonemas; encontros vocálicos; encontros consonantais (poucos concursos exploram este conteúdo).

* Ortografia: a forma correta de escrita das palavras (e isso, para concursos públicos, se aprende por meio de muita leitura, e não por regras); Novo Acordo Ortográfico; uso do hífen; acentuação gráfica (o mais importante).

  • Morfologia: reconhecimento das 10 classes de palavras – substantivo (além de dominar a classe, aprenda a diferenciar o concreto do abstrato), artigo, adjetivo, numeral, pronome (saiba reconhecer TODOS os pronomes), verbo (a banca, ao citar “morfologia”, está autorizada a cobrar TUDO aquilo que envolve o verbo; é importante conhecer o perfil de cada examinadora), advérbio, preposição, conjunção (decore preposições e conjunções) e interjeição (nunca é cobrada).

* Sintaxe (a maior parte do conteúdo): classificação sintática – sujeito (e suas classificações – cai muito), predicado (e suas classificações – cai pouco), transitividade, complementos (verbais e nominais), adjuntos (adnominais e adverbiais), predicativo (do sujeito e do objeto), agente da passiva, aposto e vocativo. Há também a classificação sintática do período composto – orações coordenadas (assindéticas e sindéticas) e subordinadas (adjetivas, substantivas e adverbiais). Existem ainda conteúdos híbridos, que envolvem morfologia e sintaxe (a famosa morfossintaxe): concordância (nominal e verbal), regência (nominal e verbal), estudo dos pronomes oblíquos (principalmente os átonos), funções do SE (principalmente para concordância), funções do QUE (principalmente para o período composto), crase (está atrelada à regência).

User badge image

Bluaj

Há mais de um mês

gramatica, interpretação de textos

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas