A maior rede de estudos do Brasil

Organização e Gestao Escolar da educacao basica

Segundo Saviani (2009, pp 16-17), as tentativas de sistematização do ensino, a partir do início da colonização brasileira foram todas malogradas pelos parcos investimentos destinados à escolarização. As consequências da negligência com a educação e desenvolvimento dos brasileiros resultaram, até o final das duas primeiras décadas do século XX, na Primeira República, em 65% dos habitantes analfabetos. Historicamente, o início da implementação de leis educacionais é recente em comparação a outros países em desenvolvimento. As elaborações das leis ocorreram
Após a Ditadura Militar com a participação de setores civis e políticos.

Desde a chegada da família real ao Brasil com a participação da corte portuguesa.

Durante a ditadura Militar, somente com a participação dos militares.

A partir da década de 1930 do século passado com a participação da sociedade em geral: políticos, empresários, educadores.

Desde a proclamação da República, com a participação do povo.

PedagogiaNEWTON PAIVA

4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Primeiramente, temos que a educação no Brasil sofreu diversas transformações, sendo muitas delas negativas, em que teve um certo auge com os jesuítas durante o período que os mesmos ajudavam na catequização das pessoas no país e, posteriormente, tivermos alguns problemas durante o período monárquico que atrapalhou esses ensinamentos.

Por conseguinte, temos também que no período militar houve uma estagnação da educação, em que não houve uma grande preocupação com essa temática, sendo que nesse período, houve a reforma universitária instituída pela Lei 5.540 e, novamente no ano seguinte ao Ato Institucional, fizeram uma edição de uma Emenda Constitucional que na área da educação mantém a gratuidade e obrigatoriedade do ensino para crianças e jovens que possuem suas idades entre 7 a 14 anos nos estabelecimentos oficiais, abrindo-se a possibilidade de cobrar o ensino médio.

Dessa forma, dois anos mais tarde, foi promulgada a Lei 5.692 que fixa as diretrizes para o ensino de 1º. e 2º. graus, sendo que, em 1988, tivemos a promulgação da que foi a oitava Constituição do país, e a partir disso, demos início aos trabalhos para que existisse uma nova LDB, fixada oito anos mais tarde pela Lei 4.024.

Logo, a letra “A” é a correta.

Primeiramente, temos que a educação no Brasil sofreu diversas transformações, sendo muitas delas negativas, em que teve um certo auge com os jesuítas durante o período que os mesmos ajudavam na catequização das pessoas no país e, posteriormente, tivermos alguns problemas durante o período monárquico que atrapalhou esses ensinamentos.

Por conseguinte, temos também que no período militar houve uma estagnação da educação, em que não houve uma grande preocupação com essa temática, sendo que nesse período, houve a reforma universitária instituída pela Lei 5.540 e, novamente no ano seguinte ao Ato Institucional, fizeram uma edição de uma Emenda Constitucional que na área da educação mantém a gratuidade e obrigatoriedade do ensino para crianças e jovens que possuem suas idades entre 7 a 14 anos nos estabelecimentos oficiais, abrindo-se a possibilidade de cobrar o ensino médio.

Dessa forma, dois anos mais tarde, foi promulgada a Lei 5.692 que fixa as diretrizes para o ensino de 1º. e 2º. graus, sendo que, em 1988, tivemos a promulgação da que foi a oitava Constituição do país, e a partir disso, demos início aos trabalhos para que existisse uma nova LDB, fixada oito anos mais tarde pela Lei 4.024.

Logo, a letra “A” é a correta.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas