A maior rede de estudos do Brasil

mecanismo de agressão e defesa alguém poderia e ajudar?


Paciente de 25 anos, saudável sistematicamente, mas relata  constantes dores de garganta que quando tratadas com Cefalosporina apresentam melhora. No último mês a paciente procurou um consultório dentário apresentando dor latejante na lateral direita da boca, vermelhidão na gengiva em diversos pontos, mau hálito e um abcesso periodontal relativamente evidente no terceiro molar. Devido a coloração amarelada na região do abcesso, o dentista decide imediatamente fazer a drenagem do abcesso via bolsa com raspagem e alisamento radicular do dente envolvido.  Durante o procedimento ele observa que o exsudato tem aspecto sanguinolento e purulento, de odor bastante desagradável. Após o procedimento, o paciente sente alívio da dor e do inchaço, porém o dentista ainda prescreve um anti-inflamatório não esteroide (AINE) associado a Azitromicina 500 mg uma vez ao dia. Após 5 dias do procedimento, o paciente retorna ao consultório com dor no pescoço e ouvido, febre elevada e com o abcesso ainda mais evidente do que antes. O dentista fica preocupado com o que pode ter acontecido, pois a drenagem foi adequadamente executada, e o paciente estava em uso de anti-inflamatório e antibiótico. Então questionou o paciente se ele havia tomado as medicações de forma correta. O paciente relatou que sim, pois estava acostumado a tomar antibióticos e anti-inflamatórios e sempre respeita a posologia e horários de administração dos medicamentos. 


 


Responda as questões abaixo obedecendo o limite máximo de caracteres fornecido entre parênteses:



Porque você acha que o dentista optou por prescrever azitromicina ao paciente e não amoxicilina? (Máximo de 450 caracteres, incluindo espaços)



Ainda não temos resposta. Você sabe responder?