A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
TRAJETO DO TGI

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS - UNISINOS 
UNIDADE ACADÊMICA DE GRADUAÇÃO 
CURSO DE FISIOTERAPIA 
 
EVELINE ALVES 
 
M2 | TAREFA - TRAJETO DO TGI 
DISCIPLINA ANATOMIA DE ÓRGÃOS E SISTEMAS 
 
1. FLUXOGRAMA DO SISTEMA DIGESTÓRIO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
BOCA 
A BOCA FAZ PARTE DO SISTEMA DIGESTIVO 
COMO ABERTURA, É ONDE INICIA-SE O 
PROCESSO DA DIGESTÃO DO HOMEM. A 
BOCA É FORMADA PELOS DENTES, LÍNGUA, 
GENGIVA, PALATO (CÉU DA BOCA), 
BOCHECHA E LÁBIOS. ESSE GRUPO É 
RESPONSÁVEL PELO INÍCIO DA DIGESTÃO. 
ESÔFAGO 
O ESÔFAGO É O CANAL QUE CONDUZ O 
ALIMENTO ATÉ O ESTÔMAGO. O ESÔFAGO É 
UM CONDUTO MUSCULOSO DE CONTRAÇÕES 
INVOLUNTÁRIAS, CONTROLADAS PELO 
SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO QUE LEVAM 
O ALIMENTO ATÉ O ESTÔMAGO. 
ESTÔMAGO 
O ESTÔMAGO, A PORÇÃO MAIS DILATADA DO TUBO 
DIGESTIVO. ESSE ÓRGÃO ESTÁ LOCALIZADO LOGO ABAIXO DO 
DIAFRAGMA E PODE SER DIVIDIDO EM TRÊS PARTES 
BÁSICAS: O FUNDO, O CORPO E A PORÇÃO PILÓRICA. O 
FUNDO É A PARTE SUPERIOR DO ESTÔMAGO E ESTÁ MAIS 
DESLOCADO PARA A ESQUERDA. O CORPO, POR SUA VEZ, É A 
PORÇÃO CENTRAL DO ÓRGÃO. JÁ A PORÇÃO PILÓRICA É A 
REGIÃO FINAL, QUE ESTÁ SITUADA ANTES DO LOCAL DE 
JUNÇÃO DESSE ÓRGÃO COM O DUODENO. A ABERTURA QUE 
LIGA O ESTÔMAGO AO ESÔFAGO RECEBE O NOME 
DE CÁRDIA, ENQUANTO A ABERTURA QUE LIGA O 
ESTÔMAGO AO DUODENO RECEBE O NOME DE PILORO. 
INTESTINO 
DELGADO 
O INTESTINO DELGADO INICIA-SE LOGO APÓS O ESFINCTER 
PILÓRICO E POSSUI APROXIMADAMENTE 6,5 M. PODE SER 
DIVIDIDO EM TRÊS PARTES: O DUODENO, O JEJUNO E O 
ÍLEO. É NESSE LOCAL QUE OCORRE A MAIOR ABSORÇÃO DE 
NUTRIENTES, GRAÇAS ÀS ESPECIALIZAÇÕES DA MUCOSA: 
PREGAS CIRCULARES, VILOSIDADES E MICROVILOSIDADES. 
AS PREGAS SÃO DOBRAS GRANDES E PERMANENTES. JÁ AS 
VILOSIDADES SÃO PEQUENAS PROJEÇÕES DIGITIFORMES. AS 
MICROVILOSIDADES, POR SUA VEZ, SÃO PROJEÇÕES NA 
SUPERFÍCIE LIVRE DAS CÉLULAS EPITELIAIS. 
INTESTINO 
GROSSO 
LIGADO AO INTESTINO DELGADO, TEMOS 
O INTESTINO GROSSO, UMA ESTRUTURA DE 
APROXIMADAMENTE 1,5 M DE COMPRIMENTO, QUE, 
DIFERENTEMENTE DO INTESTINO DELGADO, NÃO 
APRESENTA VILOSIDADES E MICROVILOSIDADES. PODE 
SER DIVIDIDO EM: CECO, CÓLON, RETO E CANAL ANAL. 
NO CECO, UMA ESTRUTURA EM FORMA DE BOLSA 
ALONGADA, ENCONTRA-SE O APÊNDICE 
VERMIFORME. APÓS O CECO, HÁ O CÓLON, QUE 
POSSUI FORMATO DE U INVERTIDO E PODE SER 
DIVIDIDO EM CÓLON ASCENDENTE, TRANSVERSAL, 
DESCENDENTE E SIGMOIDE. POR FIM, TEMOS O RETO 
QUE TERMINA NO ÂNUS. 
FARINGE 
ESSE ÓRGÃO É COMUM AO SISTEMA 
DIGESTÓRIO E RESPIRATÓRIO, ABRINDO-SE 
EM DIREÇÃO À TRAQUEIA E AO ESÔFAGO. O 
BOLO ALIMENTAR SEGUE DA FARINGE PARA 
O ESÔFAGO. 
ÂNUS 
O ÂNUS É A ABERTURA NA EXTREMIDADE DO TUBO 
DIGESTIVO, ATRAVÉS DA QUAL AS FEZES SAEM DO 
CORPO. O ÂNUS É FORMADO, EM PARTE, PELAS 
CAMADAS SUPERFICIAIS DO CORPO, INCLUINDO A 
PELE E, EM PARTE, PELO INTESTINO. 
O APARELHO GASTROINTESTINAL É RESPONSÁVEL POR OBTER DOS ALIMENTOS INGERIDOS OS NUTRIENTES 
NECESSÁRIOS PARA AS DIFERENTES FUNÇÕES DO ORGANISMO, COMO CRESCIMENTO, ENERGIA, REPRODUÇÃO, 
ENTRE OUTROS. 
O APARELHO GASTROINTESTINAL POSSUI MÚLTIPLAS FUNÇÕES, A MAIS IMPORTANTE DELAS É OBTER DOS 
ALIMENTOS INGERIDOS OS NUTRIENTES NECESSÁRIOS ÀS DIFERENTES FUNÇÕES DO ORGANISMO, COMO 
CRESCIMENTO, ENERGIA PARA REPRODUÇÃO, LOCOMOÇÃO, ENTRE OUTROS. O TRATO GASTROINTESTINAL É A 
PRIMEIRA ‘BARREIRA’ QUE OS ALIMENTOS ENFRENTAM PARA ADENTRAR O ORGANISMO; SENDO ASSIM, NOSSOS 
HÁBITOS ALIMENTARES AFETAM DIRETAMENTE A PREDISPOSIÇÃO A DOENÇAS GASTROINTESTINAIS E TAMBÉM 
FORA DO SISTEMA DIGESTIVO. 
GLÂNDULAS 
SALIVARES 
OS DENTES AUXILIAM NO 
ROMPIMENTO FÍSICO DO 
ALIMENTO 
A LÍNGUA AUXILIA NA 
MASTIGAÇÃO E NA 
DEGLUTIÇÃO 
AS GLÂNDULAS SALIVARES PRODUZEM O FLUIDO 
LUBRIFICANTE ENCONTRADO NA BOCA E NA 
GARGANTA, A SALIVA. A SALIVA CONTÉM ENZIMAS 
QUE INICIAM O PROCESSO DE DIGESTÃO DOS 
ALIMENTOS. ELA TAMBÉM CONTÉM ANTICORPOS E 
OUTRAS SUBSTÂNCIAS QUE AJUDAM A EVITAR 
INFECÇÕES DA BOCA E DA GARGANTA. 
DENTES 
LÍNGUA 
 
2. FLUXOGRAMA DO SISTEMA DIGESTÓRIO (ÓRGÃOS ACESSÓRIOS 
FÍGADO 
VESÍCULA 
BILIAR 
PÂNCREAS 
O FÍGADO TEM A FUNÇÃO DE METABOLIZAR E 
ARMAZENAR NUTRIENTES, QUE SÓ FICAM 
PRONTOS PARA SEREM ABSORVIDOS E 
UTILIZADOS PELO ORGANISMO APÓS PASSAREM 
POR ELE. 
A VESÍCULA BILIAR ARMAZENA BILE, QUE É LANÇADA APENAS 
QUANDO O ALIMENTO QUE CONTÉM LIPÍDEOS (GORDURA) 
ENTRA NO TRATO DIGESTIVO, ESTIMULANDO A SECREÇÃO DE 
COLECISTOQUININA (CCK). A BILE EMULSIFICA GORDURAS E 
NEUTRALIZA ÁCIDOS NA COMIDA PARCIALMENTE DIGERIDA. 
O PÂNCRAS É RESPONSÁVEL PELA PRODUÇÃO DE HORMÔNIOS E 
ENZIMAS DIGESTIVAS. POR APRESENTAR ESSA DUPLA FUNÇÃO, 
ESSA ESTRUTURA PODE SER CONSIDERADA UM ÓRGÃO DO 
SISTEMA ENDÓCRINO E DIGESTÓRIO

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.