A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Psicologia médica – Wikipédia  a enciclopédia livre

Pré-visualização | Página 1 de 1

Apesar do caduceu de Asclépio ser de
apenas uma cobra para a Medicina,
também é usado envolto em duas, o
que é mais visto em áreas voltadas ao
comércio. Enquanto símbolo da
psicologia médica é usado juntamente
com o emblema da psicologia, a letra
grega "psi" = Ψ
Psicologia médica
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Psicologia médica é o ramo da Medicina que tem a Psicologia como
campo interdisciplinar específico, além de um grupo de
procedimentos realizados por psicólogos - principalmente em alguns
estados norte-americanos, na área da saúde. Difere da psicologia
hospitalar e utiliza a prescrição de medicamentos psicotrópicos em
sua prática. Aliás a prescrição de substancias psicoativas por
psicólogos tem sido objeto de polêmicos debates naquele país,
apesar do reconhecimento da necessidade de psicólogos com
especialização em psicofarmacologia e tratamento da drogadição.
Pode também ser definida como ou o estudo das relações médico-
paciente e das ações psicológicas na prática médica em geral 
associada à diversos "movimentos" promotores da humanização da
medicina, do SUS
(http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/clinica_ampliada.pdf) , o
Sistema Único de Saúde em todos os níveis ou "medicina da pessoa"
na prática clínica individual.
Grandes contribuições à Psicopatologia vieram da psicologia médica,
em especial das contribuições de Ernst Kretschmer (1888 - 1964).
Pode se dizer que esta já se constitui como uma ciência única e
independente da Psiquiatria e da Psicologia. Merecem destaques
também as contribuições do neurologista Sigmund Freud (1856 —
1939), que recomendava a especialização em psicanálise das distintas especialidades médicas, aperfeiçoando
os profissionais na lida com os processos transferenciais da relação médico-paciente. Atribui-se ao médico e
psicanalista Franz Alexander (1891 — 1964) as primeiras aplicações da psicanálise no tratamento dos
distúrbios psicossomáticos.
Segundo Gorayeb e Guerrelhas (2003) a partir do final do século XX a psicologia intensificou sua atuação
relacionada à saúde biológica, sendo então incluída na prática médica. O movimento psicossomático favoreceu
a entrada de profissionais de saúde mental no hospital geral (primeiro os psiquiatras e depois os psicólogos),
possibilitando o trabalho relacionado a problemas no funcionamento saudável dos organismos humanos. 
Ainda para esses autores essa área do conhecimento pode se desenvolver mais caso as universidades
brasileiras ofereçam mais programas de pós-graduação nas áreas aplicadas, para favorecer a formação de
pesquisadores na área de psicologia clínica da saúde.
Entre as contribuições recentes da psicologia médica inclui-se a humanização das UTIs e o desenvolvimento e
utilização de aparelhos de medida do Índice Bispestral para avaliação da hipnose e nível de consciência na
anestesia e coma induzido. Observe-se que essa aplicação da psicologia à área da saúde não se limita à
atuação do psicólogo, antes consiste na disponibilização de conhecimentos de psicologia (geralmente por
integração em serviços multi-profissionais ou interconsulta) aos demais profissionais de saúde.
Ver também
Psiquiatria
Psicossomática
[1]
[2]
[3]
Nocicepção / Escalas de dor (http://en.wikipedia.org/wiki/Pain_scale)
Interconsulta em Hospital Geral
Psicologia da saúde
Medicina comportamental
Cuidados paliativos (http://es.wikipedia.org/wiki/Cuidados_paliativos)
Ernst Kretschmer
Karl Jaspers
Sigmund Freud
Pierre Janet
Michael Balint
Referências
1. ↑ Eksterman, Abram. Medicina psicossomática, Sigmund Freud, Michael Balint, Pierre Marty.
Apresentação CMP - Santa Casa RJ
(http://www.medicinapsicossomatica.com.br/doc/medicina_psicossomatica.pdf) Jan. 2011
2. ↑ Gorayeb, Ricardo ;Guerrelhas,Fabiana. Sistematização da prática psicológica em ambientes
médicos. Rev. bras.ter. comport. cogn. v.5 n.1 São Paulo jun. 2003 Disponível em pdf
(http://pepsic.homolog.bvsalud.org/pdf/rbtcc/v5n1/v5n1a03.pdf) (Dez. 2010)
3. ↑ Duarte, Leonardo T. D. Índice Bispestral - BIS. SC SAJ - Serviço de Anestesiologia de Joinville
Disponível em Pdf. (http://www.saj.med.br/uploaded/File/artigos/indice%20Bispestral%20-%20Bis.pdf)
Dez. 2010
Ligações externas
Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica (http://www.medicinapsicossomatica.com.br/)
(pt)
Comunidade de relacionamento e divulgação de artigos em Psicologia médica
(http://www.orkut.com.br/Main#Community?rl=cpn&cmm=107404602) (em português)
Política Nacional de Humanização do SUS (http://portal.saude.gov.br/portal/saude/cidadao/area.cfm?
id_area=1342) Ministério da Saúde, Brasil
Psychologists and Prescription Privileges: A Conversation (Part One)
(http://www.psychologytoday.com/blog/the-new-psychiatry/201003/psychologists-and-prescription-
privileges-conversation-part-one)
Drug Wars: The Siren Call of Prescription Privilege (http://www.psychologytoday.com/blog/evil-
deeds/201004/drug-wars-the-siren-call-prescription-privilege)
Psychiatry benefits when psychologists prescribe drugs
(http://www.kevinmd.com/blog/2010/04/psychiatry-benefits-psychologists-prescribe-drugs.html)
THE GREAT PSYCHOLOGY PRESCRIPTION DEBATE
(http://psychcentral.com/archives/n071498.htm)
Psychologist's Prescribing: A Threat or a Promise?: Why Do Psychologists Want to Prescribe?
(http://www.medscape.com/viewarticle/723997_2)
Silva, Alex Sandro T. Psicólogos prescrevem remédios desde a década de 1990. Brasil Medicina, 2010
(http://www.brasilmedicina.com.br/noticias/pgnoticias_det.asp?Codigo=1275&AreaSelect=4) Mar.
2012
Landeira-Fernandez, J.;Cruz, Antônio Pedro M. (http://www.cerebromente.org.br/n17/opinion/mind-
brain.html) Mente, Cérebro e a Prática Psicológica. Mar. 2012
Obtida de "http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Psicologia_médica&oldid=30010203"
Categorias: Psiquiatria Psicologia
Esta página foi modificada pela última vez à(s) 09h47min de 8 de maio de 2012.
Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-Partilha nos Mesmos Termos 3.0 não
Adaptada (CC BY-SA 3.0); pode estar sujeito a condições adicionais. Consulte as condições de uso
para mais detalhes.